OFERTAS EXCLUSIVAS

Séries da Fox enriquecem Prime Video e desfalcam streaming da própria Fox

Divulgação/Fox

Wentworth Miller veste uma camisa azul clara e está à frente de Dominic Purcell, de camiseta preta, em Prison Break

Wentworth Miller e Dominic Purcell em cena da série popular Prison Break, agora disponível no Prime Video

JOÃO DA PAZ - Publicado em 04/07/2020, às 06h19

Quem quiser assistir em um streaming a séries marcantes da Fox, como Arquivo X (1993-2002; 2016-2018) e Prison Break (2005-2009; 2017), deve assinar a plataforma da Fox, certo? Errado. Atrações como essas não estão no serviço da própria empresa, mas fazem parte do Prime Video, da Amazon, que monta um arsenal de produções conhecidas do público para enfrentar a concorrência e atrair assinantes.

Entre as séries inclusas no catálogo e aquelas que vão estrear ainda neste mês, há nove atrações produzidas e distribuídas pela Fox no Prime Video. Somente duas delas estão no Fox Play (ou Fox App): Homeland (2011-2020) e American Horror Story. Faltam na Amazon as temporadas mais recentes de ambos os dramas.

Já com a comédia musical Glee (2009-2015) ocorre uma bizarrice. A série que ganhou fama no canal Fox na TV paga não está apenas na Amazon, mas na Netflix e no Clarovídeo também. O streaming da própria Fox ficou de fora da farra.

Na última quarta (1º), o drama sensação Prison Break entrou completo no Prime Video, com todas as cinco temporadas. A comédia Modern Family (2009-2020) passou a fazer parte do catálogo, por enquanto com as nove primeiras temporadas. Ainda em julho será lançada Sons of Anarchy (2008-2014), atração com muitos fãs no Brasil e até então sem um streaming para chamar de seu.

A plataforma da Amazon oferece aos seus assinantes quatro séries exclusivas da Fox no mundo dos streamings: Prison Break, Sons of Anarchy, O Exorcista (2016-2017) e How I Met Your Mother (2005-2014). O Prime Video se transformou em um puxadinho da Fox por um motivo.

Em 2018, a Disney comprou toda a divisão de entretenimento do grupo Fox, com as séries feitas pelo badalado estúdio 20th Century Television no pacote. No ano passado, a empresa dona do Mickey Mouse fez um acordo de distribuição com Amazon, dando ao serviço online da empresa a oportunidade de caçar boas atrações no rico catálogo da Fox.

Contudo, essa festa tem hora para acabar. Em novembro, está programado para chegar ao Brasil o streaming Disney+, uma forma de a Disney ganhar um dinheiro diretamente com suas atrações, sem ter de dividir o lucro com ninguém.

Na Holanda, primeiro país do mundo a receber o Disney+, lançado em setembro do ano passado, as séries da Fox ainda não estão disponíveis. Mas o mesmo não ocorre na Índia, onde séries como Prison Break e How I Met Your Mother podem ser vistas pelos assinantes do serviço.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é seu programa favorito gravado na quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook