Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Sucesso

Fugas e reviravoltas de tirar o fôlego: 5 episódios essenciais de Prison Break

Fotos: Reprodução/Fox

O ator Wentworth Miller exibe uma tatuagem enigmática no primeiro episódio de Prison Break - Fotos: Reprodução/Fox

O ator Wentworth Miller exibe uma tatuagem enigmática no primeiro episódio de Prison Break

JOÃO DA PAZ

Publicado em 11/5/2017 - 5h41
Atualizado em 11/5/2017 - 15h00

Lançada em 2005, Prison Break deu nova cara a um tema batido em Hollywood: a rotina de uma penitenciária. Porém, a maneira de contar a história de um plano de fuga ousado, com o mapa da prisão tatuado no corpo de um homem, e todas as nuances para colocá-lo em prática conferem à série o rótulo de produção imperdível.

A premissa de Prison Break é básica. Lincoln Burrows (Dominic Purcell) é preso acusado de matar o irmão da vice-presidente dos Estados Unidos e acaba sentenciado à pena de morte. Seu irmão, o engenheiro Michael Scofield (Wentworth Miller), acredita piamente em sua inocência, a ponto de cometer um crime para ser preso e, assim, tentar libertá-lo da penitenciária Fox River, que ajudou a projetar.

Até hoje, o drama é consumido ferozmente por maratonistas de séries, que não se cansam das primeiras duas temporadas eletrizantes. Neste ano, Prison Break ganhou uma nova leva de episódios, ambientados em um presídio no Oriente Médio.

A seguir, um guia com cinco episódios essenciais da série, para matar as saudades ou para se inteirar antes de dar play no quinto ano. As quatro primeiras temporadas estão disponíveis no Now, das operadoras Net e Claro TV, sem custo adicional para os assinantes. O conteúdo também pode ser visto pelo site www.nowonline.com.br e no aplicativo do Now:

Scofield (Wentworth Miller) assalta um banco para ser preso e livrar o irmão da morte

Piloto - Em Busca da Verdade
O primeiro episódio de Prison Break mostra Michael Scofield indo para a prisão Fox River após assaltar um banco. Com um QI elevado, o engenheiro tatuou no tronco e nos braços um mapa de toda a penitenciária, camuflado em meio a desenhos comuns. Durante toda a primeira temporada, ele irá decifrar esse mapa e usá-lo em um plano de fuga. Logo de cara, conhece o colega de cela Fernando Sucre (Amaury Nolasco) e a médica Sara Tancredi (Sarah Wayne Callies), com quem irá se envolver afetivamente. Episódio muito bem realizado (é considerado um dos melhores pilotos de todos os tempos), essencial para entender toda a história.

O sangue jorra no episódio A Rebelião; T-Bag (Robert Knepper) se esbalda em meio ao caos

A Rebelião, Parte 2
O sétimo episódio da temporada de estreia coloca pela primeira vez o plano de Scofield em ação. Ele arma uma rebelião para fugir da prisão com seus comparsas, mas tudo acaba dando errado. Há um grande conflito entre os guardas e os presos, o que resulta em várias mortes, e sua futura namorada, Sara, fica presa em uma sala cercada por vários detentos, que ameaçam entrar no local e violentá-la. Segundos antes da invasão, o engenheiro aparece como um herói e salva a médica. Episódio tenso e fundamental para entender o relacionamento entre Scofield e Sara.

Já do lado de fora, Lincoln Burrows (Dominic Purcell) observa o irmão fugir da prisão 

A Noite da Fuga
A mais espetacular fuga da série ocorre no penúltimo episódio da primeira temporada. Os presidiários correm contra o tempo para cumprir passo a passo cada etapa do plano. Em sua cela, um buraco leva a um túnel por onde os presos iniciam a escapada. Ao final da jornada, eles têm de usar um cabo que liga uma janela ao muro da prisão. O cabo estoura justamente na vez de Scofield, o penúltimo da fila, mas ele acaba conseguindo ultrapassar o muro. O episódio vale pela tensão do começo ao fim.

Paul Kellerman (Paul Adelstein), agente do Serviço Secreto, ajuda os irmãos a escapar 

Encurralados
Uma das grandes reviravoltas ocorre no 13º episódio da segunda temporada. Os irmãos são capturados e estão sendo levados para Fox River quando são vítimas de uma emboscada preparada por Paul Kellerman (Paul Adelstein), agente do Serviço Secreto norte-americano. A ideia é sequestrar Scofield e Burrows e matá-los. Mas Kellerman engana seu chefe, William Kim (Reggie Lee), sabota o plano e ajuda os irmãos a escaparem. Kellerman, assim, se torna um coadjuvante importantíssimo, fundamental para a teoria conspiratória da trama. A reviravolta é uma amostra do que a série é capaz de fazer para se manter no ar durante vários anos.

Michael observa degradação de cadeia no Panamá; greve dos roteiristas prejudicou a série

A volta
O final da segunda temporada pode ser considerado o último grande momento da série. O episódio é praticamente o inverso do piloto: Scofield é preso e Burrows fica livre (absolvido da morte do irmão da vice-presidente dos EUA). Curiosamente, Scofield admite ter cometido um crime que, na verdade, foi de autoria de Sara. Ela matou o agente Kim no instante em que ele estava com a arma apontada na direção de Scofield. O engenheiro, agora preso inocentemente, vai para a degradada prisão de Sona, no Panamá.

TUDO SOBRE

Prison Break

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?