Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

NA NETFLIX

Reynaldo Gianecchini vai abusar de Klara Castanho em Bom Dia, Verônica

NETFLIX/DIVULGAÇÃO

Reynaldo Gianecchini, Tainá Müller e Klara Castanho são os protagonistas de Bom Dia, Verônica

Reynaldo Gianecchini, Tainá Müller e Klara Castanho são os protagonistas de Bom Dia, Verônica

CARLA BITTENCOURT, colunista

carla@noticiasdatv.com

Publicado em 24/2/2022 - 13h58

Aos 21 anos, Klara Castanho vai viver o papel mais maduro de sua carreira de mais de uma década. A jovem, que virou estrela da Netflix com vários projetos na plataforma, será Ângela, uma menina abusada pelo próprio pai na segunda temporada de Bom Dia, Verônica. O pai é ninguém menos que um líder religioso acima de qualquer suspeita, interpretado por Reynaldo Gianecchini, em sua estreia fora da Globo.

Depois de 21 anos, Gianecchini deixou a Globo definitivamente. O ator, que estava sem contrato fixo desde julho de 2020, assinou com a Netflix no ano passado para ser um dos protagonistas da segunda temporada da série.

Matias é um líder religioso respeitado, casado e pai de uma jovem de 18 anos, interpretada por Klara. O religioso, no entanto, é o grande vilão da série. É que o personagem abusa da mulher e da filha sem levantar nenhuma suspeita em sua comunidade. Na verdade, ele é uma espécie de herói para seus fiéis.

Verônica (Tainá Müller) é quem vai desconfiar de algumas atitudes do pastor e vai fazer de tudo para desmascará-lo, assim como fez com Brandão (Eduardo Moscovis) na primeira temporada. 

Já Klara tem a grande chance de deixar a imagem de menina para trás. Na Netflix, a atriz estrelou os filmes Confissões de Uma Garota Excluída e a série De Volta aos 15 e ainda pode ser vista em Tudo Por Um Popstar e É Fada, que entraram para o catálogo da plataforma. Com Bom Dia, Verônica, Klara alcança um outro patamar ao protagonizar cenas dramáticas e chocantes. 

Temporada de sucesso

Elogiada pela crítica e presente no Top 10 da Netflix durante algumas semanas após o lançamento, Bom Dia, Verônica teve oito episódios iniciais, em que a escrivã vivida por Tainá ajudou na investigação de dois casos.

O primeiro foi de um psicopata (Sacha Bali) que aplicava golpes virtuais. Depois, de um serial killer (Eduardo Moscovis) que transformou a mulher (Camila Morgado) em uma prisioneira em seu próprio lar. As duas histórias terminaram mal, com as vítimas mortas em situações trágicas.


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.