Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Histórico

Pela primeira vez, todos os atores vencedores do Oscar estão em séries

Divulgação/AMPAS/Oscar

Rami Malek, Olivia Colman, Regina King e Mahershala Ali posam para foto histórica no Oscar de 2019 - Divulgação/AMPAS/Oscar

Rami Malek, Olivia Colman, Regina King e Mahershala Ali posam para foto histórica no Oscar de 2019

JOÃO DA PAZ

Publicado em 25/2/2019 - 12h14

O jogo em Hollywood virou de vez. A TV não é mais o primo pobre no mundo do entretenimento americano e de lá vieram os quatro atores vencedores do Oscar de 2019, um feito inédito. Nomes consagrados do cinema como Glenn Close (sete vezes indicada) e Willem Dafoe (quatro) foram superados por Olivia Colman e Rami Malek, respectivamente.

Entre os coadjuvantes, Mahershala Ali e Regina King foram os agraciados. O caso de Ali é curioso porque enquanto ele recebia a cobiçada estatueta pela segunda vez na carreria, o último episódio da terceira temporada de True Detective, estrelada por ele, ia ao ar na HBO. O ator de 45 anos levou o Oscar por Green Book: O Guia (2018). 

Estrela na TV britânica, Olivia Colman passou pelas grandes vitrines locais, como Channel 4 e BBC. Em 2016, ela fez a minissérie The Night Manager (Amazon), parceria entre a BBC e o canal americano AMC (o mesmo de Walking Dead). No papel de Angela Burr, venceu o Globo de Ouro.

Colman abocanhou o Oscar pelo longa A Favorita (2018), no mesmo ano em que irá entrar no drama The Crown, da Netflix. A atriz de 45 anos dará vida a rainha Elizabeth 2ª, assumindo o papel que foi de Claire Foy nas duas primeiras temporadas.

Como é de praxe em Hollywood, Rami Malek passou sufoco para chegar no topo. Após ser coadjuvante em várias produções, como The Pacific (2010), da HBO, o ator de 37 anos virou um nome forte na TV americana ao interpretar o hacker inteligente e lunático Elliot Alderson em Mr. Robot, que chegará ao fim neste ano.

Sua estatueta do Emmy, recebida em 2016 pela série, ganhará a companhia do Oscar. Malek conquistou a maior vitória do cinema por viver o cantor Freddie Mercury em Bohemian Rhapsody (2018).

De 2015 para cá, Regina King, 48 anos, se tornou uma das atrizes mais cobiçadas na TV. Naquele ano, ela arrebatou o público e crítica na primeira temporada de American Crime (2016-2017), na qual viveu uma muçulmana em busca de justiça pelo irmão negro preso. Desde então, foram três Emmys em quatro edições (dois por American Crime e o terceiro por Seven Seconds). 

Ela ganhou o Oscar pelo longa Se a Rua Beale Falasse (2018). Regina, que se arrisca como diretora em séries como The Good Doctor e Insecure, também estará no aguardado drama Watchmen, da HBO, programado para ser lançado ainda neste ano.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?