Michael Rosenbaum

Lex Luthor de Smalville recusa reviver vilão em crossover da DC; saiba por quê

Reprodução/The CW

O ator Michael Rosenbaum na pele do vilão Lex Luthor na sétima temporada de Smallville

Michael Rosenbaum eternizou o vilão Lex Luthor na série Smallville; ator recusou reviver o papel na TV

REDAÇÃO - Publicado em 24/09/2019, às 17h08

O Lex Luthor de Smallville (2001-2011) não estará no grandioso crossover da DC na TV, chamado de Crisis on Infinite Earths (Crise nas Infinitas Terras). O ator Michael Rosenbaum, que eternizou o vilão no principal papel da sua carreira, usou sua conta oficial no Twitter para criticar a Warner pelo jeito que foi abordado ao convidá-lo para o especial.

"Eu serei sincero com vocês", escreveu Rosenbaum na mensagem postada nesta terça-feira (24). Daí, seguiu um desabafo que contou com parente em casa de repouso, cachê de valor pequeno, reclamações sobre como seria sua participação e a inexistência de um roteiro.

"Representantes da Warner Bros. ligaram para meu empresário na última sexta-feira [20] à tarde. Eu estava na Flórida, em uma casa de repouso, visitando meu avô. A proposta deles: sem roteiro, sem ideia do que eu iria fazer, sem data de gravação. Pouco dinheiro. E o que realmente azedou a negociação: 'Nós temos de saber [seu posicionamento] agora'. Minha resposta foi um simples 'eu passo'."

O ator de 47 anos encerrou seu recado pedindo a compreensão dos seus fãs. "Espero que vocês entendam o motivo [da minha recusa]. E espero ter saciado todos os seus questionamentos. Carinhosamente, Rosenbaum”, assinou. Em cerca de três horas, o tuite teve mais de 4 mil curtidas, a maioria a favor do ator.

As palavras de apoio vieram em tom de respeito pela opção dele de não aceitar a oferta da Warner, que produz as séries do chamado Universo Arrrow, presentes no crossover. Teve quem atacou a Warner e disse que ela é que está perdendo. E, claro, alguns engraçadinhos aproveitaram para demonstrar carinho em forma de piada, ao dizer que Michael é o verdadeiro vilão dessa história.

Desde o fim de Smallville, o ator não emplacou nenhum grande projeto na TV. Esteve no elenco fixo da cancelada comédia Breaking In (2011-2012) e foi o protagonista de Impastor (2015-2016), outra comédia cancelada.

Caso concordasse em fazer Crisis on Infinite Earths, Michael iria se reencontrar com pelo menos dois colegas de Smallville. Tom Welling, o Superman, e Erica Durance, a Lois Lane, já toparam atuar no crossover.

Marco das HQs

O crossover Crisis on Infinite Earths será o sexto do Universo Arrow. Ele terá cinco episódios e será dividido em duas partes. Três capítulos vão ao ar em dezembro (nos EUA) e os outros dois serão exibidos em janeiro.

Esse especial adaptará para a TV uma edição histórica dos quadrinhos da DC Comics, que narrou uma batalha envolvendo as várias Terras que existem nesse universo, como os fãs de Flash e Supergirl, principalmente, sabem muito bem.

Publicada originalmente entre abril de 1985 e março do ano seguinte, as 12 HQs de Crisis on Infinite Earths mudaram completamente toda a estrutura principal que sustentava as tramas dos heróis da DC.

A Warner exibe os crossovers do Universo Arrow em primeira-mão. O canal é o lar de Flash, Arrow, Legends of Tomorrow e Supergirl. Todas elas estão disponíveis na Netflix. Smalville está completa, com suas dez temporadas, no Prime Video, o streaming da Amazon. A série também está no Globoplay, mas com apenas as oito primeiras temporadas.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é seu programa favorito gravado na quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook