Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

PEGOU MAL

Ex-Power Ranger chama novato na série de 'viadinho' e é detonado por fãs

Reprodução/Netflix/Nickelodeon

Os atores Blake Foster (à esq.) e Abraham Rodriguez em cenas de Power Rangers: guerra na internet - Reprodução/Netflix/Nickelodeon

Os atores Blake Foster (à esq.) e Abraham Rodriguez em cenas de Power Rangers: guerra na internet

LUCIANO GUARALDO

luciano@noticiasdatv.com

Publicado em 1/5/2019 - 6h11

O ator Blake Foster, que interpretou Justin em Power Rangers Turbo (1998), caiu em desgraça com os fãs da franquia de heróis coloridos. Ele chamou um dos intérpretes da atual temporada de "viadinho" e passou a ser detonado, tanto por outros atores que já passaram pela franquia quanto por quem acompanha a série com fervor desde 1993.

A situação começou porque, no último sábado (27), foi ao ar nos Estados Unidos o episódio de Power Rangers Beast Morphers em que o cientista Nate (Abraham Rodriguez) se transforma pela primeira vez no novo herói dourado.

Foster não poupou críticas ao novato Abraham Rodriguez. "O novo Ranger dourado parece um 'viadinho'. Péssima escolha. A equipe da série errou feio aí. Não me entendam mal, só estou atestando fatos", escreveu ele em seu perfil no Instagram.

Os comentários de Blake Foster causaram surpresa porque, em 1998, ele foi bastante criticado quando assumiu o capacete do Ranger azul --na época, ele tinha apenas 12 anos e até hoje, aos 33, carrega o título de herói mais jovem da franquia.

Quando um fã comentou que o ator deveria segurar a língua porque já passou por uma situação parecida, Foster carregou nas tintas novamente: "Eu sei que ter uma criança no elenco na minha época foi um erro. Ter que ver aquilo era tão gay quanto o novo Ranger dourado", escreveu.

Em defesa do amigo

Prontamente, outros atores da franquia partiram em defesa de Abraham Rodriguez. "Cadê o apoio da família Ranger, Blake? Espero que as pessoas não tenham te chamado de nomes assim quando descobriram que você era o novo Ranger azul", escreveu Colby Strong, que interpreta o vilão Blaze na atual temporada.

"Achei uma escolha incrível. Ele é um líder de verdade, um Ranger de verdade, com intelecto de verdade e força de verdade", elogiou David Yost, que interpretou Billy nas primeiras temporadas da série --e pediu demissão depois de cansar dos comentários homofóbicos que precisava ouvir dos produtores na época.

Blake Foster mudou seu discurso, temporariamente, depois de ser ameaçado de boicote por convenções internacionais, das quais tira boa parte do seu dinheiro (ele, assim como outros atores, cobra para tirar fotos com fãs e dar autógrafos). Ao sentir os efeitos de seu comentário no bolso, publicou um pedido de desculpas.

"Eu fiz o comentário sem maldade, mas agora percebo que o seu personagem, assim como o meu, representa a ideia de que qualquer pessoa pode virar um Power Ranger. Preciso entender que não estamos mais em 1993 e comentários como esse não têm mais lugar na época em que vivemos", escreveu ele.

Blake Foster ostenta fortuna em vídeo no Instagram

Horas depois, ele voltou atrás e começou a compartilhar mensagens que recebeu de fãs que o apoiavam, diziam que ele não falou nada demais e que o politicamente correto está deixando o mundo chato demais. Também publicou um vídeo (ao lado) no qual aparecia com várias notas de 100 dólares. "Um programinha infantil paga tanto assim? Minha carreira já era, faz tanto tempo que eu nem me lembro mais", ironizou.

Colby Strong voltou a criticar o veterano em defesa do colega de elenco. "Acho que seu pedido de desculpa não foi nada sincero. Esse tipo de linguajar não é aceitável, assim como não usamos mais 'retardado'. É desrespeitoso e rude, especialmente com fãs que são gays. Conversei com outros atores da franquia e muitos disseram que você já tinha feito comentários do tipo antes. Precisamos nos unir com bondade e respeito, e espalhar a mensagem positiva da série, de que qualquer um pode ser um Power Ranger", rebateu.

As 25 temporadas anteriores de Power Rangers estão disponíveis na Netflix. A atual, Beast Morphers, ainda não tem previsão de estreia no Brasil --na TV paga, a série era exibida pelo Cartoon Network, que não adquiriu os direitos do novo ano.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no retorno de Amor de Mãe?