EXCLUSIVO!

Power Rangers faz 25 anos com atores torturados e stripper de festinha

Divulgação/Hasbro

Os seis heróis coloridos da fase inicial de Power Rangers: um quarto de século no ar - Divulgação/Hasbro

Os seis heróis coloridos da fase inicial de Power Rangers: um quarto de século no ar

LUCIANO GUARALDO, em Anaheim (EUA) - Publicado em 28/08/2018, às 06h22

Há exatos 25 anos, em 28 de agosto de 1993, estreava na TV norte-americana uma série sobre adolescentes escolhidos para defender o planeta. Sucesso logo no início, a produção esconde bastidores de fazer inveja aos planos malignos da feiticeira Rita Repulsa. Os atores sofriam tortura física e psicológica, e um integrante do elenco ficou marcado na infância quando sua festinha de aniversário foi invadida por um Ranger stripper.

A reportagem do Notícias da TV participou da Power Morphicon, uma convenção voltada para fãs da série e que acontece a cada dois anos nos Estados Unidos, e falou com atores e atrizes que passaram pelos 25 anos de Power Rangers. Livres do contrato com a produtora Saban (que neste ano foi comprada pela marca de brinquedos Hasbro), eles abriram o jogo sobre o lado obscuro das roupas coloridas.

Confira cinco curiosidades sobre os 25 anos de Power Rangers:

reprodução/fox kids

Christopher Khayman Lee com as mechas loiras de Andros: couro cabeludo foi queimado

Fios loiros do inferno
Christopher Khayman Lee, protagonista da temporada de 1998, odiava o visual de Andros, seu personagem na série. O herói, um alienígena com aparência humana, exibia mechas loiras nos longos cabelos, e a água oxigenada usada para platinar os fios acabou queimando o couro cabeludo do ator.

"O pior é que eu precisava retocar tudo de novo a cada duas semanas. Assim que aplicavam o produto, eu começava a gritar. A equipe pedia desculpas, mas dizia que não podia fazer nada a respeito. Vejam só como eu sofri pelos fãs", contou Lee, irmão da também atriz Chyler Leigh, a Alex de Supergirl.

reprodução/fox kids

Tracy Lynn Cruz interpretou a sagaz e bela Ashley em duas temporadas de Power Rangers

Dor ou demissão
Musa da temporada 1997, Tracy Lynn Cruz fraturou o pé em uma cena de luta logo no início das gravações. "Eu precisava dar um chute duplo, mas meu pé ficou preso na fantasia do vilão e eu caí com tudo no chão", lembrou.

Mesmo machucada, ela precisou continuar gravando. "Um integrante da equipe chegou para mim e disse: 'É melhor você fingir que nada aconteceu. Todo mundo aqui é substituível'. Como eu tinha muito medo de ser demitida, fiquei quieta", falou.

O sacrifício valeu a pena: Tracy teve o contrato renovado para a temporada seguinte. Mas as ameaças de demissão não pararam por aí. "O tempo todo eles falavam que nos mandariam embora caso levássemos objetos do estúdio para casa."

divulgação/nickelodeon

Brennan Mejia como o Tyler Navarro de Power Rangers Dino Charge: trauma com stripper

Com fantasia... sem fantasia
Protagonista das temporadas 2015 e 2016, o ator Brennan Mejia nem queria fazer teste para ser o Power Ranger vermelho. É que ele teve uma experiência traumática com os heróis coloridos quando ainda era criança.

"Eu era muito fã dos originais, e minha mãe decidiu chamar um Ranger para animar minha festinha de aniversário. Só que naquela época não existia internet, não havia tantas informações, e ela acabou contratando um stripper que se vestia como Power Ranger. Por sorte, ele percebeu que era uma festa infantil e não tirou a roupa, mas a forma como ele rebolava chamou muito a atenção", disse, aos risos.

divulgação/nickelodeon

Os neozelandeses Zoe Robins e Jordi Webber nem sabiam que Power Rangers continua no ar

Que série é essa?
Desde 2003, Power Rangers passou a ser gravada na Nova Zelândia, para baratear os custos de produção. Com isso, atores do país da Oceania começaram a ser escalados com frequência para os papéis principais da série. O problema é que muitos deles sequer sabiam do que a produção se tratava.

"A série foi considerada violenta demais e teve sua exibição proibida na Nova Zelândia em 1994. Assim, quando Power Rangers virou um fenômeno mundial, os neozelandeses ficaram de fora dessa onda. Eu fui fazer o teste, mas nem sabia direito o que era a série, nem que ela continuava sendo feita até hoje", confessou a atriz Zoe Robins, a Ranger branca da atual temporada.

reprodução/fox kids

Carla Perez em cena como Rita Repulsa, a vilã das primeiras temporadas de Power Rangers

'Segura o tchan'
O Brasil tem uma ligação especial com Power Rangers. Ao longo dos 25 anos, três atores brasileiros já passaram pelo elenco e vestiram as roupas coloridas dos heróis: Glenn McMillan, Davi Santos e a ex-Malhação Chrysti Ane Lopes.

Mas o elo com os fãs tupiniquins não para por aí: a grande vilã da fase inicial, a feiticeira Rita Repulsa, era interpretada por uma atriz chamada Carla Perez. Apesar de compartilhar o nome, ela não tem nenhuma relação com a dançarina que brilhou no É o Tchan nos anos 1990 _e cravou um "i de escola" no programa Fantasia.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você está gostando de Amor de Mãe?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook