Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Caça ao tesouro

De Pânico a Hannibal: 5 séries perdidas no streaming que merecem ser vistas

Divulgação/MTV/NBC

A atriz Willa Fitzgerald em Pânico e Mads Mikkelsen em Hannibal; séries boas perdidas no streaming - Divulgação/MTV/NBC

A atriz Willa Fitzgerald em Pânico e Mads Mikkelsen em Hannibal; séries boas perdidas no streaming

JOÃO DA PAZ

Publicado em 2/8/2019 - 5h03

Quem encara a tela de um streaming atrás de alguma atração para acompanhar enfrenta uma verdadeira caça ao tesouro. Às vezes, essa busca traz resultados bons. Em outros momentos, a escolha acaba sendo uma série ruim, que faz o assinante perder tempo. Para facilitar, o Notícias da TV indica cinco tesouros perdidos nas plataformas online.

Muitas séries divertidas não aparecem destacadas em serviços como Netflix, Globoplay, Prime Video (da Amazon) e Fox Play. Pânico, chamada em inglês de Scream, é um exemplo. Lançado em 2015, o drama baseado na popular franquia de terror do cinema tem uma excelente primeira temporada, disponível na Netflix.

Ainda constam nesta lista a interessante minissérie Patrick Melrose (Globoplay), a aterrorizante Hannibal (Netflix), a envolvente Trust e a cultuada Freaks and Geeks (Prime Video). Saiba mais sobre essas cinco séries e descubra qual merece a sua atenção para a próxima maratona televisiva:

divulgação/NBC

Linda Cardellini e Jason Segel faziam parte do elenco fixo da comédia Freaks and Geeks


Freaks and Geeks, no Prime Video

Série que recentemente achou um novo lar, após sair da Netflix, Freaks and Geeks (1999-2000) está completa no Prime Video. A atração é curta, tem uma única temporada composta de 18 episódios, mas vale a investida por retratar a tragicômica vida de adolescentes nerds, valentões e bambambãs do ensino médio, enquanto acende a chama da nostalgia dos anos 1980. Celeiro de atores, revelou nomes como Linda Cardellini (Dead to Me), Seth Rogen (Ligeiramente Grávidos), James Franco (The Deuce), Jason Segel (How I Met Your Mother), entre outros.

Divulgação/NBC

O ator dinamarquês Mads Mikkelsen deu show em Hannibal ao interpretar um serial killer


Hannibal, na Netflix

Cheia de nuances, Hannibal (2013-2015) conquistou uma legião de fãs pequena, mas leal, durante as suas três temporadas. Com um protagonista canibal, o lendário psiquiatra e serial killer Hannibal Lecter (Mads Mikkelsen), o terror mergulha na mente sinistra desse psicopata, em um convite irresistível. O elenco só ajuda a série a ficar mais encorpada e sombria, com destaque para Gillian Anderson (Arquivo X), na pele da hipnotizante Bedelia Du Maurier, psiquiatra e colega de Hannibal.

divulgação/mtv

O assassino da série Pânico usava essa máscara esquisitona, diferente da mostrada no filme


Pânico, na Netflix

A primeira temporada de Pânico foi um sucesso, tanto nos Estados Unidos quanto no Brasil. Lançada em 2015, a série conquistou o público por ser imprevisível, embora tenha um conceito manjado: descobrir quem é o mascarado que assombra e mata jovens estudantes. Contudo, realmente não é fácil acertar quem é o dito cujo na série, e vários bolões movimentaram a internet há quatro anos. Como a atração acabou caindo no esquecimento depois disso, vale a pena ser relembrada.

divulgação/showtime

Indicado ao Emmy por Patrick Melrose, Benedict Cumberbatch toma um banho de uísque


Patrick Melrose, no Globoplay

Drama com cinco indicações ao Emmy 2018, incluindo melhor minissérie e ator  (para Benedict Cumberbatch), Patrick Melrose está desprestigiada no Globoplay, no meio de séries canceladas ou pouco relevantes. Cumberbatch domina a atração e defende com maestria o personagem principal, um playboy nobre drogado e bêbado no declínio de sua vida após a morte do pai, que abusava dele na infância.

divulgação/fx

Hillary Swank gastou seu talento de vencedora do Oscar no drama Trust; história envolvente


Trust, no Fox Play

Série com um elenco poderoso, do calibre de Donald Sutherland e Hilary Swank, Trust contou em sua primeira temporada a história real da família Getty, detentora de uma fortuna oriunda da indústria do petróleo. A trama mostra a recusa do patriarca Jean Paul Getty (Sutherland) em pagar o resgate milionário de seu neto, pois achava que o sequestro era uma armação. A produção ajudou a reafirmar a carreira de Brendan Fraser (A Múmia), que estava marginalizado no cinema.

Leia também

Web Stories

+
De vício em games a indicação ao Emmy: Como estão os atores de A ViagemVômito, narrador ridículo e ‘xerecada’: Cinco momentos engraçados das OlimpíadasBárbara, Kelvin e Medina: Atletas brasileiros se envolvem em tretas nas OlimpíadasAna ou Manuela? Saiba quem fica com Rodrigo no final de A Vida da GenteComo Rayssa Leal e Douglas Souza: Cinco atletas das Olimpíadas que você deve seguir

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual a melhor cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio?