Túnel do tempo

De Breaking Bad a Seinfeld: 5 atores que fizeram Criminal Minds e você não lembra

Imagens: Reprodução/CBS

Pode não parecer, mas esse é o Aaron Paul, de Breaking Bad, na primeira temporada de Criminal Minds - Imagens: Reprodução/CBS

Pode não parecer, mas esse é o Aaron Paul, de Breaking Bad, na primeira temporada de Criminal Minds

JOÃO DA PAZ - Publicado em 13/01/2019, às 07h07

Em mais de 300 episódios, Criminal Minds contou com um grupo grande de atores que fizeram participações especiais, uns em busca do estrelato, outros já famosos. Três anos antes de Breaking Bad, Aaron Paul viveu um satanista no drama policial. Jason Alexander, o divertido George de Seinfeld, também passou pela série para dar vida a um serial killer.

Na última sexta, a rede CBS renovou Criminal Minds para a 15ª e última temporada. O Notícias da TV aproveita o momento para relembrar cinco atores muito conhecidos que apareceram em um episódio da atração. Talvez nem o mais fanático admirador da série se lembre desses trabalhos:

Com maquiagem nos olhos e look rebelde, Aaron Paul viveu um satanista criador de uma seita

Aaron Paul, de Breaking Bad
Aaron Paul foi um ator que ralou bastante antes de conseguir seu grande papel. Ele pagou pedágio em várias séries, e Criminal Minds foi uma delas. Na primeira temporada, Paul interpretou Michael Zizzo, um jovem na casa dos 20 anos, criador de uma seita santanista. Os fiéis, adolescentes em sua maioria, matavam o tempo fazendo pichações, ouvindo metal e desenhando pentagramas.

Zizzo foi alvo da equipe do FBI, especializada em análise comportamental de criminosos, após ter o nome de seu grupo, The Lords of Destruction (Os Senhores da Destruição), envolvido em um duplo assassinato. Três anos depois de Criminal Minds, Paul entrou para o elenco de Breaking Bad (2008-2013) na pele do estudante e traficante Jesse Pinkman, personagem que o alçou à fama.

Vai encarar? Adrianne Palicki escanteou seu charme e incorporou uma serial killer impiedosa

Adrianne Palicki, de Friday Night Lights
No fim da década passada, Adrianne Palicki povoou a mente de adolescentes vidrados em Friday Night Lights (2006-2011). Na série sobre um time escolar de futebol americano, ela foi a bela Tyra Collette, que formava um casal com o jogador Tim Riggins, vivido por Taylor Kitsch (True Detective).

Em 2011, já popular entre os fãs de séries, Adrianne encarnou a sociopata Sydney Manning em Criminal Minds. A serial killer tinha na sua conta dois sequestros e uma dezena de mortes. Para executar as vítimas, Sydney usava revólveres, mas não dispensava um taco de beisebol se estivesse ao seu alcance.

Cheio de si, o personagem de Jason Alexander era um stalker que sequestrava mulheres 

Jason Alexander, de Seinfeld
O enorme sucesso de Seinfeld, tida como a melhor comédia de todos os tempos, deu um sossego para o ator Jason Alexander, que eternizou o inseguro George Costanza. O dinheiro da venda das reprises da série cai na conta corrente até hoje. Mas Alexander não se aposentou e sempre aparece aqui e ali em alguma atração. Atualmente, é o protagonista de Hit the Road (ainda inédita no Brasil).

Dez anos depois de Seinfeld, Alexander aceitou o papel de Henry Grace, um narcisista, em Criminal Minds. Seu personagem, além de serial killer, era um perseguidor e tinha um complexo de messias. Ele sequestrava mulheres, cinco no total, e escondia sua veia macabra por trás da identidade de professor universitário.

Com um clássico e imponente bigode, Michael Cudlitz interpretou um estuprador e torturador

Michael Cudlitz, de The Walking Dead
A aparição de Michael Cudlitz em Criminal Minds ocorreu sete anos antes de ele dar vida ao querido ruivo Abraham em The Walking Dead. Na série policial, o ator viveu um personagem problemático: Francis Goehring era um ex-soldado que, após ser expulso da corporação, passou a sequestrar, torturar e estuprar mulheres brancas de cabelo escuro. Sua ficha policial continha quatro assassinatos.

Cudlitz está trabalhando bem sua imagem depois de sair de Walking Dead e deixar de lado um personagem marcante. Ele investe na comédia, com atuação até em Young Sheldon. Agora, o ator é protagonista de The Kids Are Alright.

Antes de ser um herói à prova de balas, Mike Colter viveu um serial killer em Criminal Minds 

Mike Colter, de Luke Cage
O herói à prova de balas Luke Cage ganhou vida na TV com Mike Colter. Mas antes, em Criminal Minds, ele foi o serial killer Colin Bramwell, autor de um ataque em massa e com a especialidade de matar à longa distância. O toque de crueldade de Colin era atirar em pessoas aleatórias que estavam ao redor do seu alvo. Ironicamente, o assassino foi morto justamente com um tiro de sniper, disparado por Aaron Hotchner (Thomas Gibson).

Durante duas temporadas de Luke Cage (2016-2018), Colter deu vida ao herói protagonista. Ele também apareceu em outras séries da Marvel na Netflix (Jessica Jones e Os Defensores). Um dos seus melhores papéis é do traficante Lemond Bishop no universo de The Good Wife (2009-2016) e The Good Fight.

Tudo sobre

The Walking Dead

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O que falta para Amor de Mãe conquistar mais audiência?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook