Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

PAI DO TERROR

Com histórias bizarras, série sobre Zé do Caixão estreia de graça no YouTube

CONTENTE PRODUÇÕES/DIVULGAÇÃO

Ator Matheus Nachtergaele apoia o braço em cadeira de diretor de cinema ao lado de uma claquete em primeiro plano na imagem

Matheus Nachtergaele interpreta o cineasta José Mojica Marins em série biográfica produzida em 2015

REDAÇÃO

Publicado em 21/2/2020 - 18h11

Em homenagem a José Mojica Marins (1936-2020), morto na última quarta-feira (19) por conta de uma broncopneumonia, a série Zé do Caixão, que mostra bastidores curiosos e bizarros sobre a vida pessoal e profissional do cineasta considerado o pai do cinema de terror brasileiro, foi liberada de graça no canal do YouTube do Space.

Lançada originalmente em 2015, a produção conta com Matheus Nachtergaele no papel de Mojica e é baseada na biografia Maldito - A Vida e o Cinema de José Mojica Marins, escrita em 1998 pelos jornalistas Ivan Fonitti e André Barcinski.

Barcinski também assina o roteiro do seriado juntamente com Ricardo Grynszpan e o diretor Vitor Mafra, da comédia Lascados (2014).

Cada episódio tem 45 minutos e explora bastidores das filmagens e dificuldades do cineasta, além de cenas sobre sua vida pessoal e a relação com as equipes de seus filmes. Cada capítulo é dedicado a um de seus longas, entre eles o censurado Ritual dos Sádicos (também conhecido como O Despertar da Besta, de 1970) e o clássico À Meia-Noite Levarei sua Alma (1963), a primeira aparição de Zé do Caixão.

Também estão no elenco os atores Felipe Solari, que vive um produtor chamado Mário Lima, e Maria Helena Chira --conhecida por sua participação nas novelas Ti Ti Ti (2010) e Sangue Bom (2013)-- como a atriz Dirce Morais.

Os pais de Mojica também são retratados na série, interpretados por Anamaria Barreto, de O Casamento de Romeu e Julieta (2005), e Walter Breda, de Amores Roubados (2014).

O primeiro episódio toma como ponto de partida a produção do western brasileiro A Sina do Aventureiro (1958), seguido pelas gravações de À Meia-Noite Levarei sua Alma e Esta Noite Encarnarei no Teu Cadáver (1967). Os três últimos capítulos apresentam a fase mais transgressora do cineasta, com os títulos O Ritual dos Sádicos, Perversão (1979) e o polêmico 24 Horas de Sexo Explícito (1985).

A produção do seriado teve cenas gravadas no bairro do Bom Retiro, no Cine Olido e em outros espaços da capital paulista e da cidade de Paranapiacaba.

Para assistir aos seis episódios completos, basta acessar a página do YouTube do canal Space. Confira abaixo o primeiro capítulo:

Leia também

Enquete

Você gostou de Tadeu Schmidt no comando do BBB22?

Web Stories

+
Final de Malhação na Globo tem sequestro, incêndio e final feliz; saiba tudoPor que Ludmilla e Anitta brigaram? Entenda a treta que respingou no BBB 22BBB22: Cinco vezes em que Naiara Azevedo atraiu o ranço do público na primeira semanaFaustão na Band abala concorrentes com ibope histórico e equipe provoca RecordAntes da estreia, BBB22 já rendeu treta entre famosos, tentativa de redenção e mais

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas