Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

MADE IN HONÓRIO

Anitta prevê o próprio cancelamento após nova série da Netflix: 'Acostumada'

DIVULGAÇÃO/NETFLIX

Anitta em cena de Anitta: Made in Honório, da Netflix

Anitta em cena de Anitta: Made in Honório, da Netflix; cantora escancara intimidade da vida pessoal

ELBA KRISS

elba@noticiasdatv.com

Publicado em 16/12/2020 - 7h10

No mês em que completa dez anos de carreira, Anitta estreia sua segunda série documental na Netflix. Desta vez, a intenção é dar holofote para Larissa de Macedo Machado, a pessoa que criou a personagem famosa. Made in Honório escancara a intimidade da artista, gravada em momentos vulneráveis entre qualidades e defeitos. Por isso, ela prevê o seu cancelamento. "Mas não estou preocupada. Acho que depois do 40º [cancelamento], já estou acostumada (risos)", brinca. 

Diferentemente de Vai, Anitta (2018), também da Netflix, a segunda produção sobre a vida da famosa aborda mais os bastidores de sua carreira e o lado pessoal. Rodada nos Estados Unidos, Peru e Brasil entre setembro e dezembro de 2019, a atração tem a assinatura da Conspiração, sob a direção artística de Andrucha Waddington e direção de Pedro Waddington. Está disponível na plataforma de streaming a partir desta quarta-feira (16).

No novo trabalho, ela recorda a jovem de Honório Gurgel, bairro em que cresceu no Rio de Janeiro, e mostra como traçou seu sucesso.

"Conversei muito com o Andrucha e o Waddington. Falei: 'Vamos mostrar a pessoa que sou, com defeitos e qualidades'. Tem hora que tenho meus defeitos. Pedi que não tirassem [da série], e respeitaram o meu pedido. Tem uma parte que eu assisto e falo: 'Meu Deus, que coisa horrível'. Porque me mostra na tensão de várias coisas. A única coisa que pedi é que mostrassem o motivo dos meus surtos em vários momentos (risos)", diverte-se.

Na frente das câmeras praticamente 24 horas por dia, a cantora aparece em seis episódios temáticos divididos em família, ensaios, férias e shows memoráveis, por exemplo. "Pode servir como consagração desses dez anos, uma comemoração. Mas também serve para o público brasileiro, que me acompanhou durante todo esse tempo, entender um pouco da minha personalidade, de como sou e de como fiz meu trabalho acontecer", narra.

"Desta vez, falamos mais sobre o Brasil e minhas origens. Tem muito da vida pessoal. Acho que é o bastante para o público encontrar e conhecer uma outra cara minha. Entender coisas da minha personalidade e se conectar com isso que falei de ter defeitos e de estar errada algumas vezes. Também levo como uma comemoração, porque é uma retrospectiva. É legal assistir. Minha família, quando assistiu, chorou e se emocionou muito", entrega a cantora de 27 anos.

Anitta de pijama na sala de sua mansão, no Rio de Janeiro, em cena da série Anitta: Made In Honório

As polêmicas e tretas com famosos não ficaram de fora da série. O choro e a reação da intérprete diante de boatos e fofocas também foram documentados. "Vai mostrar bastante do meu lado vulnerável. Minha família fala muito de como é estar nos bastidores com pessoas que se aproximam, decepções de amizades ou amorosas. Tocamos bastante nesse assunto da vida pessoal: a Larissa por trás da cantora Anitta", adianta.

No entanto, quem espera mais lenha nas recentes desavenças da artista terá que se contentar com o pouco que foi mostrado. "Não entramos em assuntos de outras pessoas. Não gosto de dar visibilidade e [usar] o meu nome para outras polêmicas. Gosto de dar [visibilidade] para minhas próximas polêmicas (risos)", explica.

"Vamos falar sobre o meu lado, a minha visão e como recebo todas essas situações. Tem vários momentos em que eu falo algumas coisas --que não têm nada a ver com brasileiras, são questões internacionais--, e há o 'pi' [censura] para não sair o nome e não dar visibilidade a outra coisa que não seja o nosso lado", continua.

A parte mais difícil para Anitta não foi expor os conflitos com outras celebridades, a família, a privacidade ou até mesmo o momento em que conheceu o novo irmão, Felipe Terra, pela primeira vez. Para ela, se revelar uma profissional perfeccionista e no limite do estresse (com direito a gritos) foi o mais delicado da produção.

"Os bastidores foram os mais desafiadores, porque mostra muito de como sou no comando da minha equipe. Eu estava fazendo as duas coisas ao mesmo tempo: sendo artista e empresária. É um grande estresse. Eu vivia nos 220 volts e nos nervos. Para fazer tudo 100% como foi planejado, você se estressa para caramba. Foi difícil deixar claro na edição que existe um motivo para o nervosismo e o estresse. Sempre havia um contexto", se justifica.

Mesmo diante de tanta exposição, a funkeira diverte-se ao revelar a única censura que fez em Anitta: Made in Honório: ela vetou a exibição dos rostos de seus últimos namorados. "Eu estava solteira nessa série. Então, foi muita troca de boy. Pedi para colocarem emojis na cara de todos eles (risos)", entrega.

"Senão, ia ficar uns 50 caras, e todo mundo perderia a narrativa. Eu estava com um, depois aparece outro e volta para o que estava antes. Eu pedi para botar um emoji na cara de todo mundo, e a gente não sabe quem é quem. Tirando isso, não tem nada que ficou de fora", finaliza.

Veja trailer de Anitta: Made in Honório:

Prêmio NTV Melhores do ano


Leia também

Enquete

Qual foi o melhor telejornal ou programa jornalístico do ano?

Web Stories

+
Gui Araujo deixa A Fazenda 13 após expor lado prepotente e preconceituoso; relembreDe série na Netflix a aposentadoria: Por onde anda o elenco de O Cravo e a Rosa?Vladimir Brichta contracena com a filha em Quanto Mais Vida, Melhor; veja outros casosConfinado em A Fazenda 13, Dynho não sabe que Mirella pediu divórcio; como fica o caso?Quanto Mais Vida, Melhor enfrentou perrengues mesmo antes de estrear; conheça a trama

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas