Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Novela das nove

Velho Chico: Beatriz vira prefeita e enfrenta Carlos Eduardo

Reprodução/TV Globo

Dira Paes (Beatriz) em cena de Velho Chico; professora será eleita prefeita de Grotas - Reprodução/TV Globo

Dira Paes (Beatriz) em cena de Velho Chico; professora será eleita prefeita de Grotas

REDAÇÃO

Publicado em 27/9/2016 - 7h17

Beatriz (Dira Paes) ganhará a eleição e se tornará a primeira mulher a comandar a prefeitura de Grotas nas cenas finais de Velho Chico. Ao lado de Bento (Irandhir Santos) e do padre Benício (Carlos Vereza) ela receberá a notícia com o resultado das urnas e, em seu primeiro ato como prefeita, terá que enfrentar acusações de Carlos Eduardo (Marcelo Serrado) em praça pública.

Tereza (Camila Pitanga) chegará à igreja onde toda a família estará reunida para dar a notícia da vitória de Beatriz. "Você nem começou seu mandato e já entrou pra história como a primeira mulher a assumir a prefeitura de Grotas do São Francisco!", dirá a filha de Afrânio (Antonio Fagundes). "Eu... eu fui eleita? Eu fui eleita, Bento!?!", perguntará a professora, emocionada, enquanto fogos estouram do lado de fora. "Você foi eleita, Beatriz. Foi eleita para dar voz a todos aquele que confiaram seu voto e sua cidade nas suas mãos!", constatará o vereador.

Beatriz sairá da igreja e será ovacionada pela população, que estará em festa pelas ruas. Bento levantará a mão da amada e a anunciará. "A nova prefeita de Grotas do São Francisco!", dirá ele. "Essa vitória não é só minha, é de cada um de nós! É a primeira, mas, não será a última! Cheguei aqui graças ao voto de confiança de cada um de vocês. Mas pelas mãos de dois homens que Deus, ou a vida, colocaram em meu caminho!", discursará ela, olhando para Bento e Benício.

"Dois homens que viam em mim mais que uma professora, uma mulher! Que me mostravam minha força, no que eu via fraqueza. Coragem, onde eu via fragilidade. E, onde era medo, uma razão para lutar! Que me fizeram ver que homens e mulheres não são iguais por natureza, nunca serão, nem devem ser. Assim como não somos opostos, mas sim, complementares! O que sobra em um, é o que falta no outro! Por isso não quero um governo só para mulheres, ou só de mulheres. Mas quero, assim como os homens, as mulheres fazendo parte desse governo. Quero seus desejos e anseios atendidos, assim como o de cada um dos povos que faz dessa cidade, e desse país, o que ele é!", continuará.

Orgulhoso, Bento comemorará ao lado da mulher a realização do sonho. "Eu não te disse que era possível, Beatriz! Sonho que se sonha só, é só um sonho que se sonha só. Mas sonho que se sonha junto é realidade!", falará, antes de beijar a nova prefeita. "Agora, não pense que é porque te amo que vou deixar de fiscalizar cada conta e cada ato da prefeitura no seu mandato, prefeita!", dirá ele, que também vencerá nas urnas e se reelegerá vereador. "Até porque, foi para isso que reelegeram o senhor, vereador!", rebaterá Beatriz.

Em uma de suas primeiras medidas como prefeita, Beatriz introduzirá produtos orgânicos na merenda das escolas municipais. E terá que enfrentar a desconfiança de Carlos Eduardo, que a acusará de tomar essa decisão para favorecer a cooperativa da família Dos Anjos. O vilão fará a acusação em praça pública para tentar jogar a população contra Beatriz, mas ela o enfrentará e conseguirá convencer os eleitores de que não está agindo por interesse próprio.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro


Confira cinco reportagens especiais sobre Velho Chico:

Novela para conservadores: "sem sacanagem", disse o autor
Modelo perdeu virgindade com Rodrigo Santoro
Símbolo de crise na Globo, peruca de Antonio Fagundes ganhou tintura
Em ataque de fúria, Tereza deu uma surra em Luzia
Na novela, personagem de Montagner se salvou após sumir no rio

Últimas de Velho Chico


Outras Novelas

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Quem deve ser a nova Juma Marruá?