NA FICÇÃO

Em Velho Chico, personagem de Montagner se salvou após sumir no rio

Reprodução/TV Globo

Cena em que Domingos Montagner (Santo) é resgatado por índios em Velho Chico - Reprodução/TV Globo

Cena em que Domingos Montagner (Santo) é resgatado por índios em Velho Chico

REDAÇÃO - Publicado em 15/09/2016, às 16h33 - Atualizado às 18h52

Morto após se afogar nas águas do rio São Francisco na tarde desta quinta-feira (15), Domingos Montagner havia interpretado cenas em que seu personagem, Santo, caía baleado nas águas e era arrastado pela correnteza até ser resgatado por índios. Desde janeiro, quando a novela das nove começou a ser gravada à beira do rio São Francisco, o ator fez algumas viagens para gravar no Nordeste cenas de navegação e de romance nas águas.

A coincidência de Montagner desaparecer nas águas como seu personagem e morrer afogado é chocante. O desfecho do desaparecimento de Santo na novela foi angustiante, mas com um final feliz. Após dias desaparecido, o personagem foi resgatado pela amada, Tereza (Camila Pitanga), em uma aldeia indígena, e levado para casa sã e salvo. 

Montagner estava viajando com a equipe da trama há alguns dias. Outros atores gravaram cenas no rio, como a atriz Selma Egrei e Gabriel Leone. Na sequência, prevista para ir ao ar na noite de hoje (15), a centenária Encarnação quase morre afogada ao mergulhar atrás de um barco fantasma. Mas seu bisneto, Miguel, a salva do afogamento.

Todo o desfecho de Velho Chico já está escrito e conta com mais um desaparecimento nas águas, se os autores Bruno Luperi e Benedito Ruy Barbosa não mudarem de ideia com a trágica morte do protagonista da trama. Está previsto que Afrânio (Antonio Fagundes) também mergulhará no rio e desaparecerá atrás do filho morto, Martim (Lee Taylor).

O diretor Luiz Fernando Carvalho está gravando no Nordeste as sequências finais desde a segunda semana de setembro. As cenas de Encarnação se afogando foram feitas às margens do rio São Francisco, em Piranhas (AL). Já o desaparecimento de Afrânio seria gravado nas dunas de Canoa Quebrada (CE).

Tristeza nos bastidores

A morte Montagner não é o primeiro drama enfrentando pela equipe de Velho Chico. No dia 27 de abril, o ator Umberto Magnani não resistiu ao AVE (Acidente Vascular Encefálico) que sofreu dois dias antes, quando completou 75 anos de idade. Ele estava nos Estúdios Globo, esperando para gravar uma cena da novela das nove, quando passou mal, foi socorrido no local e logo em seguida levado a um hospital da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

A morte do ator abalou o elenco que ainda estava gravando o começo da segunda fase da trama. Magnani interpretava o padre Romão, um dos poucos personagens que migrou da primeira para a segunda fase. Na história da novela, os autores preferiram dizer que ele foi transferido de cidade. Carlos Vereza foi convocado às pressas para entrar como padre Benício. 


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro


Confira quatro reportagens especiais sobre Velho Chico:

Novela para conservadores: "sem sacanagem", disse o autor
Modelo perdeu virgindade com Rodrigo Santoro
Símbolo de crise na Globo, peruca de Antonio Fagundes ganhou tintura
Em ataque de fúria, Tereza deu uma surra em Luzia

Últimas de Velho Chico

Outras novelas

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é o casal mais quente de A Dona do Pedaço?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook