Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

MENOS DRAMA

Renascer: Mudança de religião de Lívio acaba com pecado em paixão por Joana

FOTOS: REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Breno da Matta com expressão séria na novela Renascer

Lívio (Breno da Matta) em Renascer; pastor deve se apaixonar por Joana (Alice Carvalho)

DÉBORA LIMA

debora@noticiasdatv.com

Publicado em 27/2/2024 - 14h00

Na primeira versão de Renascer, padre Lívio (Jackson Costa) sofreu horrores ao se apaixonar por Joana (Tereza Seiblitz) e fez até greve de fome para tentar se livrar dos sentimentos pecaminosos. Com a mudança de religião do personagem no remake, a trama deve perder bastante do impacto do original --afinal, nada impedirá o romance do pastor Lívio (Breno da Matta) e Joana (Alice Carvalho) após a morte de Tião Galinha (Irandhir Santos).

O autor Bruno Luperi optou por alterar a crença de Lívio para aumentar a representatividade religiosa na história --levando também em conta o crescimento expressivo dos evangélicos no Brasil e o sucesso de Vai na Fé (2023) em atrair essa parcela do público.

Só que, sem o drama do padre para manter o celibato e cumprir as normas da Igreja Católica, o remake desperdiça uma trama que costuma render nos folhetins e conquistar a torcida do telespectador.

Impossível não se lembrar, por exemplo, da tentação à qual Estela (Lavínia Vlasak) submeteu o padre Pedro (Nicola Siri) até fazê-lo largar a batina em Mulheres Apaixonadas (2003). Assim como aconteceu com Hilda (Ana Paula Arósio) e frei Malthus (Rodrigo Santoro) em Hilda Furacão (1998) --que tem sido comparada até com a série Fleabag (2016-2019) no TikTok.

Mais recentemente, a paixão proibida de padres também chamou a atenção do público em Além da Ilusão (2022), com Tenório (Jayme Matarazzo) e Olívia (Debora Ozório), e Amor Perfeito (2023), por meio do envolvimento entre João (Allan Souza Lima) e Darlene (Carol Castro).

Na Renascer de 1993, Joaninha confessou seus sentimentos pelo padre Lívio após ficar viúva. Só que o cristão se culpava por estar em pecado, pediu transferência para outra região e foi até para um retiro com o intuito de se distanciar da mulher.

No penúltimo capítulo do folhetim, porém, o religioso foi atrás de Joana --que havia voltado para o manguezal com os filhos. "Padre Lívio endoidou, foi?", questionou ela ao vê-lo ali.

"Foi. Com a graça de Deus, eu endoidei de vez. E vou levar vocês para casa", afirmou Lívio. A mulher se recusou a ir embora: "Meu coração diz que eu não vou poder, por causa que o senhor é um padre". "Eu não sou mais padre", disparou o apaixonado.

"Por causa de que padre Lívio fez isso?", surpreendeu-se a viúva. "Porque eu te amo", declarou-se o homem. Os dois finalmente se beijaram, e Lívio deixou clara sua vontade de formar uma família --assumindo também os dois filhos de Tião.

Como pastores evangélicos podem constituir família, Lívio provavelmente não passará pelos mesmos tormentos que o personagem da novela originalmente escrita por Benedito Ruy Barbosa. Sendo assim, Bruno Luperi terá de se virar nos 30 para desenvolver a nova trama do personagem e inventar um motivo plausível para mantê-lo afastado de Joana até a reta final.

Tereza Seiblitz e Jackyson Costa se abraçam em banho de rio

Joana (Tereza Seiblitz) e padre Lívio (Jackyson Costa)

Renascer foi escrita e criada pelo autor Benedito Ruy Barbosa. A primeira versão foi ao ar na Globo em 1993. Bruno Luperi é neto do novelista e responsável pela adaptação da saga rural que estreou no horário nobre em janeiro. O remake deve ser substituído por uma nova trama de João Emanuel Carneiro em setembro.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em Renascer e outras novelas.


Resumos Semanais

Resumo de Renascer: Capítulos da semana da novela da Globo - 21/6 a 6/7

Sexta, 21/6 (Capítulo 131)
João Pedro se lamenta com Zinha e Deocleciano, dizendo que perdeu Sandra de vez. José Inocêncio diz a Inácia que sente desprezo por João Pedro, e que o filho não é mais bem-vindo em sua casa. ... Continue lendo

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.