Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

BRUNO LUPERI

Autor de Renascer troca padre por pastor para atrair evangélicos ariscos à Globo

DIVULGAÇÃO/TV GLOBO

Jackson Costa, Teresa Seiblitz e Osmar Prado posam caracterizados como seus personagens em Renascer

Padre Lívio (Jackson Costa), Joaninha (Teresa Seiblitz) e Tião Galinha (Osmar Prado) em Renascer

CARLA BITTENCOURT, colunista

carla@noticiasdatv.com

Publicado em 1/11/2023 - 12h08

Muito criticado por não ter feito nenhuma grande alteração em Pantanal (2022), Bruno Luperi decidiu arriscar algumas modificações na trama de Renascer (1993) para o remake que a Globo vai exibir a partir de janeiro. O autor trocou o padre por um pastor para tentar atrair os evangélicos que são ariscos à emissora. Ele resolveu seguir a recomendação da alta cúpula de incluir representantes da religião nas novelas da casa.

Em uma reunião recente com autores, o diretor da Globo Amauri Soares pediu para que eles prestassem mais atenção nos evangélicos. De acordo com o discurso do todo-poderoso, está havendo uma mudança muito grande no perfil do brasileiro. Apesar de ainda ser o maior país católico do mundo, o Brasil está se tornando cada vez mais multirreligioso.

Após emplacar Vai na Fé (2023) e seu núcleo de evangélicos como protagonistas, a Globo dá novos passos para conquistar um público que torce o nariz para a emissora desde a eleição de Jair Bolsonaro.

Soares explicou que o catolicismo deixará de ser a religião prevalecente entre a população em breve e que, dentro de dez anos, os evangélicos serão maioria por aqui. E o todo-poderoso da Globo não quer afastá-los ainda mais da emissora --algo que se acirrou bastante durante o governo anterior.

O diretor ainda valorizou o poder de compra desse público, que passou a rejeitar a emissora e seus produtos. A exibição de Vai na Fé foi um aceno para parte dos evangélicos --e um tremendo acerto da Globo.

Não houve um pedido formal da direção para Luperi trocar o padre pelo pastor evangélico, mas é fato que o autor atendeu ao conselho da chefia. O novelista avaliou que não era necessário dois padres na história e mudou a religião de um dos personagens. No remake, haverá apenas um representante católico, o padro Santo, vivido por Chico Diaz.

Padre Lívio, que foi interpretado pelo ator Jackson Costa em 1993, é um dos personagens mais lembrados da trama original. O papel agora caberá ao novato Breno da Matta. O ator baiano foi chamado para fazer o personagem pelo diretor Gustavo Fernandez, que trabalhou com ele em Justiça 2, prevista para também estrear ano que vem no Globoplay.

Assim como aconteceu na versão original, Lívio se envolverá com Joaninha (Alice Carvalho), mulher de Tião Galinha (Irandhir Santos). Na novela de três décadas atrás, Tereza Seiblitz e Osmar Prado interpretaram os personagens.


Resumos Semanais

Resumo de Renascer: Capítulos da semana da novela da Globo - 13 a 27/7

Sábado, 13/7 (Capítulo 150)
Tião esconde o diabinho no seu barraco e pede a ela um punhado de terra. Damião quer ficar com Eliana, mas ela diz que só fica com ele quando ele parar de trabalhar para os Inocêncio. ... Continue lendo

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.