Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

TRAGÉDIA

Qual dos filhos de José Inocêncio morre em Renascer? Rapaz cai em tocaia por engano

FÁBIO ROCHA/TV GLOBO

José Venâncio (Rodrigo Simas), João Pedro (Juan Paiva) e José Bento (Marcello Melo Jr) posam lado a lado para foto de Renascer

José Venâncio (Rodrigo Simas), João Pedro (Juan Paiva) e José Bento (Marcello Melo Jr)

DÉBORA LIMA

debora@noticiasdatv.com

Publicado em 9/2/2024 - 21h20

Depois de anos de luto por Maria Santa (Duda Santos), José Inocêncio (Marcos Palmeira) sofrerá com mais uma morte na família em Renascer. O remake deve manter o desfecho trágico dado a José Venâncio (Rodrigo Simas) na primeira versão --quando foi vivido por Taumaturgo Ferreira. Egídio (Vladimir Brichta) armará uma tocaia para o produtor de cacau, mas será o publicitário quem acabará assassinado na emboscada na novela das nove da Globo.

Quando a adaptação ainda estava em período de escalação do elenco, houve um boato de que Rodrigo Simas teria se recusado a fazer a novela porque o personagem se despede bem antes do final.

O ator usou as redes sociais para desmentir a informação. "Não tinha nada certo ainda. E não é por que eu morreria na metade da novela que eu recusaria. Se o personagem for bom, pode morrer no primeiro capítulo", afirmou o namorado de Agatha Moreira à época.

Além disso, o autor Bruno Luperi já deu indícios de que não mudará os rumos do publicitário na adaptação.

"Na versão original, eu tinha cinco anos. Fiquei indignado com meu avô na morte do Venâncio: 'Por que você matou ele?'. Hoje, com a experiência que tenho, eu entendo o que aconteceu. Tem uma história maior sendo contada", explicou o escritor em entrevista à coluna Play, do jornal O Globo.

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Taumaturgo Ferreira em cena da morte de Venâncio em Renascer (1993)

José Venâncio leva tiro na primeira versão

Por que José Venâncio morre?

Na novela de 1993, José Venâncio (Taumaturgo Ferreira) estava prestes a assumir Buba (Maria Luisa Mendonça) de vez e voltar para a fazenda do pai quando foi vítima de uma tocaia no capítulo 59.

Ele levou um tiro no peito quando estava no carro com João Pedro (Marcos Palmeira), que saiu ileso da emboscada encomendada por Teodoro (Herson Capri) para atingir José Inocêncio (Antonio Fagundes).

Na verdade, a morte de Venâncio não estava prevista na sinopse original da história. A saída aconteceu por causa de desentendimento nos bastidores entre Taumaturgo Ferreira e a equipe.

Diferentemente do restante do elenco, que precisava fazer o sotaque baiano, o ator sugeriu ao diretor Luiz Fernando Carvalho para que seu personagem falasse de maneira mais "sofisticada".

"Eu tinha combinado uma coisa e segui fazendo aquilo. Talvez eu tenha sido mal-interpretado, acharam que eu fui arrogante. O fato é que, quando me tiraram, eu não assisti mais e não dei um pio", explicou o artista em entrevista ao jornal O Globo.

Ferreira ainda afirmou que a confusão em Renascer atrapalhou sua carreira, que estava em ascensão na época. "Fui cancelado. Todo mundo que não ia com a minha cara resolveu aproveitar para chutar cachorro morto", lamentou.

"Demorou a passar, não porque eu ficava falando sobre isso. Mas, a partir daí, a cada trabalho que eu fazia, a primeira coisa que me perguntavam nas entrevistas era sobre Renascer", reclamou.

Renascer foi escrita e criada pelo autor Benedito Ruy Barbosa. A primeira versão foi ao ar na Globo em 1993. Bruno Luperi é neto do novelista e responsável pela adaptação da saga rural que estreou no horário nobre em janeiro. O remake deve ser substituído por uma nova trama de João Emanuel Carneiro em setembro.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em Renascer e outras novelas.


Resumos Semanais

Resumo de Renascer: Capítulos da semana da novela da Globo - 23/7 e 3/8

Terça, 23/7 (Capítulo 158)
Damião ameaça Bento para que ele confesse a relação com Ritinha. Inácia apela para a promessa que Damião fez a Chico. Dalva acolhe Tião no acampamento. Mariana pede abrigo a Norberto na venda. Damião pede dispensa ... Continue lendo

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.