Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

LEGADO

Luperi resgata berrante de Gorgulho para honrar primeira versão de Pantanal

JOÃO MIGUEL JR./TV GLOBO

Paulo Gorgulho, caracterizado como Ceci, usa chapéu de peão e camisa; a barba está por fazer. Ele posa com a boca semiaberta para ensaio para divulgação de Pantanal

Paulo Gorgulho como o peão Ceci na nova versão de Pantanal; ator trará nostalgia aos fãs

SABRINA CASTRO

sabrina@noticiasdatv.com

Publicado em 23/3/2022 - 20h03

Bruno Luperi convidou Paulo Gorgulho para resgatar seu berrante durante uma breve participação em Pantanal. O papel é uma forma de mostrar respeito ao legado da primeira versão da novela, além de atrair a atenção dos fãs do folhetim da Manchete. O ator interpretará Ceci, grande amigo de Joventino (Irandhir Santos). 

O personagem é o terceiro de Gorgulho na trama. Na primeira fase da versão de 1990, ele viveu o protagonista Zé Leôncio. O ator se destacou e foi convidado a viver José Lucas de Nada na segunda metade da novela da Manchete (1983-1999).

"A gente tentou buscar alguns símbolos da primeira versão, como a música e o personagem do Paulo. Ceci foi criado especificamente para quem viu a novela, para essas pessoas entenderem que a gente quer pegar o berrante deles e levar adiante", ressaltou o autor, em bate-papo nas redes sociais da Globo. Bruna Linzmeyer, a Madeleine na primeira fase da novela, e Dira Paes, que interpreta Filó na segunda parte, também estavam presentes.

"É uma nova versão, mas é uma adaptação de uma história original. Nós iremos agregar todos os atores que conseguirmos nesse processo. Eu falei brincando com o Paulo que a nossa novela começa onde a deles terminou. [A participação do ator] Foi muito gostosa, muito forte. O Paulo chorou muito, e eu chorei muito nas nossas conversas", completou.

Na conversa, o escritor confessou que teve um "conflito" ao sugerir a nova versão a Benedito Ruy Barbosa, seu avô e autor da obra original. Ciumento, o veterano não gostou da ideia de ver sua obra adaptada. Com o tempo, porém, ele cedeu à proposta --afinal, não confiaria o seu trabalho para nenhum outro autor que não fosse seu neto.

"Pai coruja" , Barbosa supervisiona as adaptações mais gritantes de seu texto. Mesmo assim, Luperi não deixou de fazer mudanças no que achasse necessário.

"Sei que sou uma peça de algo muito maior, e não quero subir em cima do tom. Mas o que está presente no meu trabalho, em cada capítulo, cada cena, cada fala, é o tempo. Para trazer a obra 30 anos depois, algumas coisas precisavam ser mudadas. Só assim ela terá o mesmo espírito", explicou.

A homenagem aos fãs foi levada a sério também por Gorgulho. Em entrevista ao F5, o ator revelou que usou o mesmo figurino da primeira versão.

"Eu tinha guardado o chapéu e a bombacha [calça] do Zé Leôncio, originais de quando eu fiz Pantanal. O Rogério [Gomes, diretor] e a Marie [Salles, figurinista] foram muito generosos e acabamos adaptando isso", contou.

Pantanal estreia na próxima segunda-feira (28), às 21h, na TV Globo. Substituta de Um Lugar ao Sol, a novela conta a história de amor entre Juma (Alanis Guillen) e Jove (Jesuíta Barbosa).


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações de Pantanal e outras novelas:


Resumos Semanais

Novela Pantanal: Resumo dos capítulos da novela da Globo - 6 a 8/10

Quinta, 6/10 (Capítulo 166)
Renato ficou furioso com a morte de Tenório e prometeu matar o peão que atirou em seu pai. Enquanto isso, Marcelo conversou com Guta sobre a morte do vilão, a qual ele considera mal contada. O ... Continue lendo

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.