Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

DEUS OPERA FENÔMENO

Gênesis faz milagre e salva carreira de atores na pior durante pandemia

REPRODUÇÃO/RECORD e REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Montagem de fotos de Juliano Laham, Raymundo de Souza e Sandro Pedroso em Gênesis, da Record

Juliano Laham, Raymundo de Souza e Sandro Pedroso em Gênesis, da Record

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 12/10/2021 - 6h27

Às vésperas de seu final, Gênesis realizou muito mais milagres do que apenas aqueles descritos na Bíblia e levados para a tela da Record. A novela passou a ser vista como uma tábua de salvação por atores que estavam sem perspectiva de trabalhar em plena pandemia de Covid-19 --afinal, a trama bíblica retomou suas gravações muito antes das produções da Globo, dando emprego para quem estava na pior. 

A situação era bem diferente no início de 2020, quando o vírus começou a se espalhar pelo mundo. Na ocasião, a Record precisou até fretar um voo para resgatar atores que tinham ficado presos no Marrocos, onde a produção estava sendo gravada.

Durante meses de incerteza, a novela teve baixas e substituições no elenco. Arthur Aguiar, por exemplo, que estava escalado para viver José, teve seu contrato rompido no período em que já estava em caracterização do personagem. Juliano Laham entrou em seu lugar, após enfrentar um câncer --um feocromocitoma, um tipo de tumor nas glândulas adrenais.

Atualmente, Laham é o destaque da sétima fase de Gênesis. O martírio de seu personagem o fez receber boas críticas por sua atuação. Consagrado na Record, ele admitiu que viu Deus "escrever certo por linhas tortas". "Salvou a minha vida", declarou.

Veja atores que foram salvos por Gênesis:

Fotos: Reprodução/Record

Juliano Laham em cena como José

Juliano Laham

O intérprete de José teve uma jornada que lembra a de seu personagem. Em 2020, ele deixou a Dança dos Famosos, quadro do Domingão do Faustão (1989-2021), para cuidar da saúde. Ele tinha descoberto um feocromocitoma, tumor benigno das glândulas adrenais, que o levou para a mesa de cirurgia.

Em janeiro último, Laham assinou com a Record e encerrou a parceria de quatro anos com a Globo. Ele aceitou o desafio de fazer sua primeira novela bíblica, mas estava escalado para outro personagem. Acabou com o papel de José após Arthur Aguiar deixar a produção por divergências artísticas.

Em recente entrevista para o Notícias da TV, o protagonista da fase José do Egito analisou as reviravoltas que viveu nos últimos tempos. Para ele, Deus agiu em sua vida.

"Ele sabe aquilo que tira e coloca na nossa vida. A gente pode até não entender o porquê, mas tudo é proposital. Deus me mostrou que a Dança dos Famosos serviu para salvar a minha vida e não para ter uma realização pessoal. E ele também trocou os atores para que eu pudesse ter essa oportunidade. Eu posso até não saber, mas Deus sabe o que faz", disse.

"No final das contas, as coisas nunca são do jeito que a gente quer, mas do que têm de ser. Não adianta ficar chateado ou revoltado, porque tudo tem um porquê. E, às vezes, a gente só entende com a maturidade que vem com o tempo", finalizou.

Nando Cunha em cena como Penthephres

Nando Cunha

O intérprete de Pentephres no folhetim de Camilo Pellegrini, Stephanie Ribeiro e Raphaela Castro admitiu que foi salvo pela trama da Record na pandemia. Com o setor artístico paralisado, o ator de 55 anos ficou com receio de ficar sem oportunidades na área por causa da crise da Covid-19. "Eu tinha medo de não mais trabalhar. Quando voltei, me senti vivo novamente", admitiu.

"Graças a Deus, estamos voltando devagar e com todos os protocolos possíveis e necessários. Mas isso que todos os artistas estão vivendo agora por conta da pandemia, nós, artistas negros, sofríamos há muito tempo por falta de oportunidades", observou o sacerdote da sétima fase. Antes de Gênesis, ele tinha feito uma participação em Bom Sucesso (2019), na Globo.

Raymundo de Souza em cena como Nordick

Raymundo de Souza

Em 2017, Raymundo de Souza sofreu um grave acidente de motocicleta e quase perdeu uma perna. Depois de passar por 60 cirurgias, ele voltou a atuar em Gênesis. Há três anos longe das novelas, ele deu vida a Nordick, um ermitão, na fase Ur dos Caldeus.

Emocionado, o ator de 69 anos relembrou o momento em que gravou sua primeira cena no folhetim bíblico. "O carinho que as pessoas me receberam, os meus colegas, o Angelo Paes Leme, foi um trabalho muito bonito. Eu gostei muito de fazer, fiquei muito agradecido. Eu saí de casa para fazer o que eu mais amo", declarou na ocasião.

Sandro Pedroso em cena como Hira

Sandro Pedroso

O trabalho na Record surgiu para Sandro Pedroso como uma revelação divina. O ator de 37 anos contou que, ao ver o setor artístico paralisado por causa da pandemia, foi para a igreja. Cristão, se aproximou ainda mais de Deus e, entre suas orações por dias melhores, recebeu uma mensagem.

"Não sei nem como explicar. Foi na igreja que tive uma revelação: 'Amanhã vão te chamar para assinar um contrato'. No outro dia, me chamaram! Em primeiro lugar, tenho certeza que foi através de Deus", disse.

"Eu chorei porque foi uma confirmação de que eu estava vivendo do processo. Aquele momento que você para e pensa: 'Cara, realmente, Deus está comigo'. É só a gente cumprir os princípios com ele que não tem como dar errado. Eu estava há sete anos sem fazer novela. Eu estava fazendo teatro e alguns filmes. Televisão foi só agora que voltei", destacou.

Em Gênesis, ele vive Hira na atual fase. Seu personagem é o melhor amigo de Judá (Thiago Fragoso), um parceiro que tem a função de dar leveza aos seus tormentos por ter vendido o irmão como escravo.

Sula Miranda em cena como Quirá

Sula Miranda

Gênesis marcou a estreia de Sula Miranda como atriz. Antes da trama bíblica, ela havia feito participações em novelas como A História de Ana Raio e Zé Trovão (1990), mas como ela mesma. A ideia de se arriscar na dramaturgia surgiu quando ela assistiu à novela Jesus (2019), da Record.

"Eu olhava aquilo tudo e pensava que queria fazer isso um dia. Então, procurei uma oportunidade. Fui atrás", contou. Sula mandou um e-mail para a emissora pedindo uma chance. O pedido da rainha dos caminhoneiros chegou à alta cúpula da empresa, ela foi chamada para um teste e passou.

Em 2019, ela já sabia que havia sido aprovada para a trama bíblica. No entanto, a pandemia atrasou toda a programação de gravações, o que acarretou em modificações no elenco. O papel que estava destinado a Sula foi para outra artista, e ela se viu diante de um novo papel, a sacerdotisa Quirá, na fase da Jornada de Abraão.

Apesar do susto inicial com a mudança de rumos, ela agradeceu por ter tido essa oportunidade na Record. "Foi um presente! No primeiro papel, você fica muito preocupada e tem aquela expectativa. Mas todos os diretores, graças a Deus, vieram me elogiar mesmo sabendo da minha inexperiência", relembrou.


Saiba tudo sobre os próximos capítulos das novelas com o podcast Noveleiros

Ouça "#77 - Luísa faz grande revelação a Pilar em Nos Tempos do Imperador" no Spreaker.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em Gênesis e outras novelas.

Prêmio NTV Melhores do ano


Últimas de Gênesis


Resumos Semanais

Resumo da novela Gênesis: Capítulo de 22 de novembro

Segunda, 22/11 (Capítulo 220) 
Lúcifer é impedido de invadir festa de Israel. Herit anuncia gravidez a Shereder. Judá se redime por ter vendido José. Asenate chora de felicidade ao lado do governador-geral do Egito. Deus surge em discurso final. Abumani surpreende ... Continue lendo


Outras Novelas

Leia também

Enquete

Qual foi o melhor telejornal ou programa jornalístico do ano?

Web Stories

+
Juan Paiva rouba a cena em Um Lugar ao Sol; conheça a história do atorGui Araujo deixa A Fazenda 13 após expor lado prepotente e preconceituoso; relembreDe série na Netflix a aposentadoria: Por onde anda o elenco de O Cravo e a Rosa?Vladimir Brichta contracena com a filha em Quanto Mais Vida, Melhor; veja outros casosConfinado em A Fazenda 13, Dynho não sabe que Mirella pediu divórcio; como fica o caso?

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas