Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

CASO DE POLÍCIA

Éramos Seis: Adelaide foge de casa e choca Emília com segredo; saiba qual

VICTOR POLLAK/TV GLOBO

A atriz Joana de Verona usa um terno caracterizada como a personagem Adelaide em cena de Éramos Seis

Joana de Verona interpreta Adelaide na novela das seis: suas modernidades têm incomodado a família

DANIEL FARAD

Publicado em 10/12/2019 - 18h45

Adelaide (Joana de Verona) deixará Emília (Susana Vieira) em pânico ao fugir de casa ao lado de Alfredo (Nicolas Prattes) em Éramos Seis. A viúva só descansará quando Gusmões (Stepan Nercessian) conseguir arrastar sua filha de volta para São Paulo. De vingança, a jovem humilhará a madame ao revelar que não é mais virgem.

A prima de Olga (Maria Eduarda de Carvalho) ficou uma fera ao descobrir que a milionária colocou a polícia em sua cola para descobrir com quem ela anda se encontrando às escondidas. Disposta a dar uma lição na mãe, a garota convenceu o filho de Lola (Gloria Pires) a embarcar para o litoral paulista sem avisar ninguém.

A tia de Clotilde (Simone Spoladore) dará por falta da herdeira nas cenas que serão exibidas a partir do capítulo desta quarta-feira (11) no remake de Angela Chaves. "Adelaide não dormiu em casa? Onde ela pode ter ido, meu Deus?", perguntará a ricaça a Higino (Thiago Justino).

O mordomo explicará que a moça saiu no meio da noite após descobrir que a senhora havia rasgado os livros feministas que trouxe da Europa. "Madame, acalme-se. Notícia ruim chega rápido. Já teriam avisado em caso de acidente", consolará o empregado doméstico.

"Quem está pensando em tragédia aqui? Quer me atormentar ainda mais? Que disparate! Mas já sei o que vou fazer. Não vai ficar assim. Ligue para a polícia. Chame o delegado. Quero todos atrás da minha filha", ordenará Emília.

Farra na praia

Enquanto a personagem de Susana Vieirainfernizará a vida de Gusmões atrás da herdeira, Adelaide se entregará a Alfredo durante um passeio a Santos. "Pena que já, já estaremos de volta a São Paulo. E de volta ao trabalho, aos problemas de dinheiro, às brigas de família", lamentará o irmão de Carlos (Danilo Mesquita).

"Prefiro que a gente não fale da vida que temos fora daqui. Senão vou ter que falar de um monte de aborrecimentos que começam com a minha mãe. Por que a gente não continua assim, só com o lado bom?", argumentará ela, beijando-o mais uma vez antes de voltar à capital paulista.

Ao fim da viagem, ela deixará Alfredo em seu trabalho e, logo depois, será interceptada por uma viatura. "Mas o que é isso? Por que estou sendo parada?", reclamará a personagem de Joana de Verona, se negando ainda a acompanhar Gusmões até o distrito policial. "Delegacia, não, vamos para a sua casa", surpreenderá o agente da lei.

Arrastada pelas orelhas até a mansão, a garota se irritará ao saber que Emília não só deu queixa de seu desaparecimento junto às autoridades como afirmou que ela caiu na lábia de um marginal. "Queremos saber o nome do sedutor", exigirá a madame, apoiada pelo policial.

Furiosa, Adelaide pisará sem dó na mãe. "Que coisa mais atrasada. Sinto muito decepcioná-los, mas fui eu que seduzi alguém. É isso, eu sou maior de idade, não sou mais virgem. Não mande ninguém ir atrás de mim porque pode se arrepender com o que verás", disparará a jovem moderninha, deixando a senhora de queixo caído com a revelação na novela das seis da Globo.


Além de acompanhar o resumo de Éramos Seis aqui no site, inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em outras novelas.

Últimas de Éramos Seis


Resumos Semanais

Resumo da novela Éramos Seis: Capítulos de 24 a 27 de março

Terça, 24/3 (Capítulo 151)
Isabel comemora a presença de Lola. Inês teme a proximidade de Lola e Leon. Olga e Zeca se preparam para sua viagem de navio. Lola se sente desconfortável na casa de Isabel e Felício, e comunica ... Continue lendo


Outras Novelas

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Quem deve ser a nova Juma Marruá?