Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Novela das nove

Em Velho Chico, morte de Encarnação gera briga por herança; saiba mais

Inácio Moraes/TV Globo

Gabriel Leone (Miguel) e Marcelo Serrado (Carlos Eduardo) em cenas de Velho Chico - Inácio Moraes/TV Globo

Gabriel Leone (Miguel) e Marcelo Serrado (Carlos Eduardo) em cenas de Velho Chico

REDAÇÃO

Publicado em 1/9/2016 - 8h23

A morte de Encarnação (Selma Egrei) nos capítulos finais de Velho Chico colocará os Sá Ribeiro em uma briga pela posse das terras da família. A matriarca deixará sua herança para Miguel (Gabriel Leone), mas Carlos Eduardo (Marcelo Serrado) arrumará um jeito de prejudicar o filho de Tereza (Camila Pitanga) para ficar com a parte mais produtiva do solo.

A essa altura da trama, o ex-deputado terá assassinado Martim (Lee Taylor), após o fotógrafo conseguir provas de que ele recebeu propina de um empreiteiro. Afrânio (Antonio Fagundes) mandará Queiroz (Batoré) investigar o sumiço do filho e alimentará esperanças de que o rapaz está vivo, sem imaginar que o secretário de segurança é cúmplice de Carlos. Antes de morrer, Encarnação verá Martim dentro do Gaiola Encantado, embarcação que leva almas pelo rio São Francisco, e terá certeza de que o neto está morto.

Afrânio ficará tão abalado com a partida da mãe que conversará com ela mesmo depois de morta e falará sobre a esperança de que Martim esteja vivo. "Martim! Ele não foi embora. Quer dizer, não foi para longe, nem morreu, como a senhora disse. Ele foi correr esse rio, como dizia que queria fazer quando era menino, lembra?", falará o Saruê.

"Claro que lembra. Senhora cansou de me jogar na cara que eu não tinha tempo nem para isso, nem para levar meu filho por esse rio. Ele me atormentando de um lado e a senhora do outro!", insistirá ele, sem resposta. "Logo a senhora, que odiava esse rio mais do que tudo, vinha me cobrar de levar seu neto para passear. Ai, ai... E eu devia ter levado ele, mainha. Devia ter tido tempo para isso. Tempo eu tive, não tive foi saco, vontade, não tive a decência. Mas vou ter. Tereza e Miguel se ajeitaram. Falta agora buscar meu filho!", continuará.

Herança

Antes de morrer, Encarnação deixará sua herança para Miguel, que corresponderá a um quarto das melhores terras para plantio. Carlos Eduardo, no entanto, fará uma manobra para ficar com a parte mais produtiva e deixar o filho de Tereza com a parte em que o solo estará quase improdutivo.

"Você não pode aceitar isso de jeito nenhum!", falará Tereza, indignada, ao filho. "Eu não vou permitir isso nunca! Sua bisavó te deixou um quarto das melhores terras da região! Você não vai trocar tudo por esse cemitério", disparará.

Miguel, no entanto, se recusará a brigar pela herança e falará à mãe que pode salvar as terras consideradas ruins para o plantio. Santo (Domingos Montagner) ficará ao lado do filho e tentará conter a revolta de Tereza. "Aceite essa terra, que pode não ser o que sua bisavó queria, mas foi o que a vida teve para te dar agora", sugerirá o produtor.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro


Confira cinco reportagens especiais sobre Velho Chico:

Novela para conservadores: "sem sacanagem", disse o autor
Modelo perdeu virgindade com Rodrigo Santoro
Símbolo de crise na Globo, peruca de Antonio Fagundes ganhou tintura
Em ataque de fúria, Tereza deu uma surra em Luzia
Na novela, personagem de Montagner se salvou após sumir no rio

Últimas de Velho Chico


Outras Novelas

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você vai acompanhar a reprise de Império?