DUBLÊ DE CORPO

Ela já foi Bibi Perigosa, Irene, Jeiza e estará na próxima novela das nove

Imagem: Reprodução/Acervo Pessoal

A dublê Roberta Felipe, caracterizada como Jeiza, em reportagem para o Vídeo Show - Imagem: Reprodução/Acervo Pessoal

A dublê Roberta Felipe, caracterizada como Jeiza, em reportagem para o Vídeo Show

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 20/10/2017, às 05h28

Roberta Felipe não é um nome conhecido do grande público, mas interpretou três das personagens mais comentadas de A Força do Querer. A dublê substituiu Bibi Perigosa (Juliana Paes), Jeiza (Paolla Oliveira) e Irene (Débora Falabella) em cenas de ação da novela: foi ela que despencou no poço do elevador no capítulo de terça (17). E já está trabalhando em O Outro Lado do Paraíso, próxima das nove, em que fará as vezes de Clara Pereira, personagem da protagonista Bianca Bin.

Questionada sobre tirar folga entre um trabalho e outro, Roberta mantém o bom humor. "O que é folga?", brinca, aos risos. De fato, desde que começou a atuar como dublê, ela tem emendado trabalhos: já foi de Carminha (Adriana Esteves), em Avenida Brasil (2012), a Júlia (Nathalia Dill), em Rock Story (2016).

"Já fui dublê de tanta gente que vou deixar alguma atriz de fora e ela vai ficar brava comigo", avisa, citando ainda Flávia Alessandra, Camila Pitanga, Irene Ravache, Gloria Pires, Camila Queiroz e Elizabeth Savalla. "Já tive todos os tons de pele e cabelos, várias idades. Ser camaleão é muito legal", ressalta.

Em A Força do Querer, porém, a dublê deu plantão extra. Além das três protagonistas, ainda fez algumas cenas como Silvana (Lilia Cabral), Shirley (Michelle Martins) e até trabalhou na sequência do primeiro capítulo em que os pequenos Ruy (João Gabriel Bolshaw) e Zeca (Xande Valois) quase se afogaram no rio.

Além de ser atropelada, rolar escada abaixo e correr pela favela, ser dublê também exige um trabalho de observação da pessoa a ser substituída. "Precisa olhar a postura, o gestual e a forma de caminhar da pessoa para tentar imitar. Mas eu adoro, colocar o figurino, a peruca, toda a caracterização ajuda muito", explica.

Roberta com Paolla Oliveira nos bastidores da novela

Roberta foi parar no mundo dos dublês por acaso. Atriz com registro profissional, ia com frequência ao Projac para fazer figuração em novelas e séries enquanto buscava uma chance. Até que foi chamada para as cenas de ação do filme Tropa de Elite (2007) e descobriu um novo mundo. "Como boa parte da população, eu não tinha muita consciência do que era a profissão. Mas depois que aprendi, nunca mais parei", lembra ela.

Agora, realizada como dublê, ela não pensa em investir na carreira de atriz. "Na verdade, percebi que atuação não é para mim. Acho que não tenho talento para isso, para emocionar em grandes cenas de drama. Gosto mais da adrenalina e de ficar nos bastidores, mesmo", conta ela, que pensa em ser diretora.

Com Débora Falabella: quem caiu no poço foi Roberta

Roberta revela ser fã do trabalho da estreante Carol Duarte. "Ela me emocionou muito com as cenas da Ivana, em todo o processo de transição até virar Ivan. Mas a Paolla e a Juliana também estão arrasando, né?", valoriza.

Apesar dos múltiplos personagens que interpreta na TV, e das suas aparições frequentes no Vídeo Show, a dublê diz que não é reconhecida nas ruas.

"A família e os amigos ficam felizes, mas são só eles. No meu Instagram até tem um retorno legal, e tiro muita foto com fã quando estou caracterizada como a personagem. Mas, quando estou de Roberta, ninguém me reconhece", finaliza.


Confira cinco reportagens especiais sobre A Força do Querer:

Os 'filhos' da novela: pesquisador de Glória Perez lança livros baseados na trama

De sapato voador a nudez pública: relembre sete barracos marcantes

"Queria que Bibi pagasse pelo que fez", diz Juliana Paes sobre sua personagem

Globo fatura com fim de disfarce de travesti; saiba como

Sucesso como amiga de Bibi, atriz desistiu da carreira no Brasil para viver no México

Últimas de A Força do Querer

Outras novelas

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você gostou da escolha de Maju Coutinho para o Jornal Hoje?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook