Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

CLIMA PESADO

Demissões, choro e morte antecipada: Sete brigas em bastidores de novelas

Reprodução/TV Globo e AgNews

Vera Fischer em cena da novela Pátria Minha (1994) e Dado Dolabella com cabelos compridos, em 2014

Os atores Vera Fischer e Dado Dolabella já se prejudicaram muito ao arrumarem confusões em emissoras

FERNANDA LOPES

fernanda@noticiasdatv.com

Publicado em 25/8/2020 - 6h50

Na última semana, Marina Ruy Barbosa e Walcyr Carrasco reviveram um desentendimento antigo na Globo: a polêmica sobre ela não ter raspado seus cabelos ruivos pela personagem que viveu em Amor à Vida (2013). Desentendimentos como esse já aconteceram em outras novelas, com consequências sérias para atores.

Vera Fischer, por exemplo, teve muitos problemas na emissora. Em 1995, foi tão indisciplinada e arrumou tanta briga nos bastidores de Pátria Minha que foi afastada da novela, e sua personagem morreu num incêndio.

Dado Dolabella também foi demitido após um desentendimento numa gravação. Acusado de ter agredido um produtor da Record, ele foi dispensado de seu papel principal na novela Vitória (2014), e o personagem se despediu só com uma carta.

Relembre essas e outras brigas terríveis entre profissionais de novelas:

Reprodução/TV Globo

Vera Fischer em Pátria Minha: atriz foi afastada da novela por indisciplina


Vera Fischer e sua indisciplina

Impulsiva, Vera Fischer já deixou claros seus questionamentos e insatisfações quando atuou em duas novelas da Globo. Em 1995, em meio a suas crises de dependência química, ela fez parte do elenco de Pátria Minha com Felipe Camargo, então seu marido.

Eles brigavam tanto e tiveram tantos problemas de "indisciplina" que a Globo, pela primeira vez, afastou oficialmente dois atores de uma novela. Gilberto Braga teve de criar um incêndio para justificar a morte dos personagens.

Já em 2013, quando participou de Salve Jorge, Vera não poupou críticas à sua personagem, Irina, à novela e consequentemente à autora, Gloria Perez. "Não precisava me chamar para essa novela, porque a Totia [Meireles] dava conta do personagem dela e do meu. Não precisava de mim, ou então botava uma pessoa que está começando, que precisa, porque é um personagem quase que humilhante pra mim", reclamou a musa à revista Caras.

A personagem de Vera virou meme na época por ter passado grande parte da novela sentada em frente à mesa em que trabalhava, sem muita ação. Em 2018, a atriz disse ao Notícias da TV que era consciente de sua parcela de culpa pelo afastamento da TV. "Sofri as consequências", assumiu.

divulgação/TV Globo

Gabriel Braga Nunes causava nos bastidores da novela Em Família


Gabriel Braga Nunes e equipe de Em Família

O ator Gabriel Braga Nunes tumultuou as gravações de Em Família em 2014. Segundo o jornal Extra, ele causava problemas à produção e aos colegas ao se atrasar, reclamar de ter de refazer as cenas e tratar mal os demais atores.

Em um desses momentos, Ana Beatriz Nogueira teria até chorado de raiva. Em entrevista à revista Quem, a atriz não quis comentar o ocorrido, mas disse que os piores momentos haviam passado. Já o ator negou ter agido desta forma.

divulgação/TV Globo

Giulia Gam reclamou com o diretor de Boogie Oogie e foi afastada da novela


Giulia Gam e Ricardo Waddington

Giulia Gam foi punida após se desentender com o diretor Ricardo Waddington quando atuava em Boogie Oogie. A atriz reclamou que sua personagem, a megera Carlota, aparecia demais, e ela não tinha tempo para decorar as falas, já que os capítulos chegavam com pouca antecedência.

A consequência, então, foi que Giulia "ganhou" três semanas de afastamento da novela. Antes de deixar a trama, ela gravou uma cena em que sua personagem anunciava que iria se mudar para Paris.

divulgação/Record

Briga de Chay Suede com diretor foi feia e terminou com afastamento


Chay Suede e a ameaça com faca

Em 2012, quando era um dos astros da novela Rebelde, na Record, Chay Suede se envolveu numa discussão com o então diretor Daniel Guivelder durante a gravação de uma cena. Segundo a colunista Patricia Kogut, o ator não gostou de ter sido repreendido pelo diretor, o chamou para briga e chegou a apontar uma faca para ele.

Guivelder foi afastado da novela, mas Suede negou que a briga tenha chegado a esse ponto. Em entrevista ao jornal Extra, ele assumiu que ficou estressado, mas disse que teve apenas uma discussão/conversa com o diretor, sem faca.

divulgação/TV Globo

Maitê Proença em Cara & Coroa; personagem morreu após briga da atriz


Maitê Proença e Wolf Maya

Desentendimento com o diretor também custou um papel a Maitê Proença. Em Cara & Coroa (1995), a atriz interpretava a vilã e não se dava bem com Wolf Maya. Após uma desavença mais intensa com o diretor, Maitê se surpreendeu ao receber um bloco de capítulos em que havia uma cena de sua personagem em um penhasco. Ela não havia sido previamente avisada de que terminaria a novela ali.

Na cena, a personagem entrava numa luta corporal com o marido e acabava caindo de um penhasco, para nunca mais voltar à novela. "Não deu outra. Ela ficou furiosa, com toda a razão", disse Miguel Falabella, que vivia o marido de Maitê na novela, em depoimento ao livro Autores, Histórias da Teledramaturgia.

divulgação/Record

Dado Dolabella brinca com ator Gustavo Ottoni nas gravações de Vitória


Dado Dolabella e briga no Caribe

Após uma breve rusga com Susana Vieira em Senhora do Destino (2004), Dado Dolabella teve uma briga bem mais séria com um produtor da Record. Durante gravações de Vitória (2014) na ilha de Curaçao, no Caribe, Carlos Henrique Andrade acusou Dolabella de empurrá-lo de uma escada durante uma discussão (que teria começado após o ator xingar uma funcionária que levava café aos estúdios).

O laudo do exame de corpo de delito do produtor deu negativo, e o ator negou agressão física, só confirmou que houve um desentendimento. Mesmo assim, o personagem dele, que seria o protagonista, foi tirado da trama, e Dolabella foi demitido. Rodrigo Phavanello foi chamado para substituir o ator no triângulo central da história de Cristianne Fridman.

reprodução/Gshow

Christiane Torloni fazendo sua própria maquiagem para viver Tereza Cristina


Christiane Torloni e a maquiadora

Tereza Cristina de Fina Estampa, Christiane Torloni teve um momento de raiva também nos bastidores desta novela. Em novembro de 2011, ela brigou com uma maquiadora, identificada apenas como Carol. De acordo com o jornal O Dia, a atriz chegou a empurrar a profissional.

Christiane negou, mas a Globo confirmou que havia de fato acontecido um desentendimento e que a situação seria avaliada. Antes disso, em 2009, a atriz já havia sido acusada de destratar uma camareira quando gravava Caminho das Índias.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?