Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

RETROSPECTIVA

De beijo à distância a masturbação: Cinco cenas marcantes das novelas em 2021

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

A atriz Andrea Beltrão de olhos fechados numa cama, em cena em que sua personagem Rebeca, de Um Lugar ao Sol, se masturba

A atriz Andrea Beltrão na cena em que sua personagem Rebeca, de Um Lugar ao Sol, se masturba

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 28/12/2021 - 6h15

O ano foi marcado pelo retorno das novelas inéditas, que tiveram produções e gravações atrasadas e paralisadas ao longo de 2020. O público pôde voltar a se surpreender com cenas que ficaram para sempre marcadas na teledramaturgia nacional, como os beijos gravados com alguma distância (ou com obstáculo entre os atores) e uma sequência de masturbação feminina. 

O momento de autossatisfação aconteceu em Um Lugar ao Sol, com a personagem Rebeca (Andrea Beltrão). Frustrada em seu casamento, ela se tocou sozinha na cama, o que foi muito inesperado para o público. 

Antes desse momento, os telespectadores se deleitaram com a exibição do tão aguardado reencontro entre Lurdes (Regina Casé) e Domênico (Chay Suede) em Amor de Mãe e se revoltaram com uma representação de racismo reverso em Nos Tempos do Imperador

Relembre cinco cenas que marcaram as novelas em 2021:

reprodução/tv globo

Rebeca (Andrea Beltrão) em Um Lugar ao Sol

Masturbação feminina

Não foi a primeira vez que uma novela retratou uma mulher dando prazer a si mesma --isso já havia acontecido em Coração Alado (1980). Mas em 2021, a sequência continuou impactante. Rebeca estava chateada com o descaso de seu marido, Túlio (Daniel Dantas), e, após uma discussão com ele, apareceu na cama, de olhos fechados, se masturbando. A cena não mostrou os movimentos dela de fato, mas já foi o suficiente para gerar muita repercussão nas redes sociais. 

"Escrevi a cena porque mulheres também sentem prazer e desejo. Porque a sexualidade é parte da vida das mulheres, e não só dos homens. Minha intenção ao escrever a cena foi tirar do armário algo normal e saudável. Que a mulher possa explorar, conhecer o próprio corpo", disse a autora da novela, Lícia Manzo, em entrevista ao Gshow. 

reprodução/tv globo

Beijo foi gravado com um obstáculo na frente

Beijo no acrílico

Quando as gravações de novelas foram retomadas, ainda em 2020, ninguém estava vacinado, e as restrições em relação ao contato físico eram muito maiores. Para tentar blindar os atores, houve cenas de beijos feitas de formas no mínimo estranhas. Em Salve-se Quem Puder, os atores Juliana Paiva e Felipe Simas gravaram um beijo dos personagens Luna e Téo sem se tocarem, só fazendo os movimentos de cabeça na frente de um acrílico. O resultado ficou claramente não natural e foi chamado de "muito tosco" por internautas

Em Amor de Mãe, o beijo com distanciamento foi ao ar como algo romântico. Preocupados com as restrições da pandemia, os personagens Davi (Vladimir Brichta) e Érica (Nanda Costa) se beijaram com um vidro no meio, cada um com a boca de um lado. A medida foi criticada tanto por não ser muito eficaz para barrar o contágio pela doença como por ser também tosca numa novela. 

reprodução/TV globo

Autora pediu desculpa por racismo em novela

Racismo reverso

Na primeira fase de Nos Tempos do Imperador, um discurso de Samuel (Michel Gomes) incomodou muita gente. Pilar (Gabriela Medvedovski) havia sido impedida de morar na Pequena África por ser branca. O mocinho então disse: "Só porque você é branca não pode morar na Pequena África? Como queremos ter os mesmos direitos se fazemos com os brancos as mesmas coisas que eles fazem com a gente?".

Essa fala foi criticada por ser uma expressão de um suposto racismo reverso, algo inexistente, já que obviamente brancos e negros não partem dos mesmos lugares na sociedade e não têm os mesmos tratamentos ou privilégios. A própria autora, Thereza Falcão, admitiu que isso foi um "erro grosseiro" e pediu desculpas. 

reprodução/Globoplay

Cena de sexo quente em Verdades Secretas 2

Dança do acasalamento

Verdades Secretas 2 estreou com grande expectativa. Teasers da novela haviam mostrado muitas cenas de sexo, envolvendo ménage e beijo grego, por exemplo. Ao longo da novela, esses momentos nem deram tanto o que falar assim, mas o primeiro capítulo teve uma sequência marcante.

Giovanna (Agatha Moreira) e Cristiano (Romulo Estrela) protagonizaram uma "dança do acasalamento" no estacionamento de um prédio, seduzindo um ao outro. O primeiro sexo dos dois foi ali mesmo, dentro de um carro, numa cena sensual e cuidadosamente coreografada. 

reprodução/TV Globo

O reencontro de mãe e filho emocionou o país

Lurdes enfim encontra Domênico

Após muitos meses de espera e de desgraças em Amor de Mãe, Lurdes enfim encontrou Domênico. Na cena, ela havia fugido do cativeiro onde Thelma (Adriana Esteves) tinha lhe prendido. Danilo ainda não sabia que ele era o famoso filho perdido, mas ficou muito desconfiado quando descobriu que sua falsa mãe havia alugado um sítio isolado.

Ao ir até o local, ele encontrou Lurdes na estrada, e o abraço entre os dois foi extremamente emocionante. O público foi ao delírio ao ver este capítulo. 


Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.