DONA LOLA

Com 'tragédia anunciada', Gloria Pires batalha por final feliz em Éramos Seis

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

A atriz Gloria Pires caracterizada como a Lola, sorri, com um batom vermelho, em cena de Éramos Seis

A atriz Gloria Pires como a Lola em um raro momento de felicidade no remake de Angela Chaves

DANIEL FARAD, do Rio de Janeiro - Publicado em 23/01/2020, às 04h54

Nas últimas páginas do romance de Maria José Dupré (1898-1984), Lola termina os seus dias sozinha, abandonada pelos filhos, em um quartinho nos fundos de um pensionato para freiras. A matriarca da família Lemos nunca escapou dessa tragédia anunciada nas quatro adaptações anteriores de Éramos Seis para a televisão. No remake de Angela Chaves, porém, Gloria Pires tem a chance de mudar os rumos da história pela primeira vez.

"Todo mundo quer um final feliz. Estamos vivendo tempos muito difíceis, ninguém quer ver essa mãe padecer. As pessoas esperam que seja uma coisa diferente e que seja para cima. Que essa mulher se realize, tenha felicidade. Eu adoro, acho lindo. Estamos trabalhando nesse sentido", confidencia a atriz ao Notícias da TV.

Um novo desfecho para a dona de casa já começou a ser traçado no capítulo de quarta (22), em que Afonso (Cássio Gabus Mendes) finalmente se encheu de coragem para dar o primeiro beijo na vizinha. O romance entre os dois não existia em nenhuma das versões anteriores, muito menos no livro original.

O par romântico marca o reencontro entre os dois atores justamente 30 anos depois da icônica parceria em Vale Tudo (1989). "Estou tão contente que não tenho nem como expressar. Sempre foi tão bom trabalhar com o Cassinho, mas com o tempo ficou melhor. Você conhece mais a pessoa, a confiança e a admiração crescem. É um companheirão", derrete-se a intérprete.

ESTEVAM AVILLAR/TV GLOBO

Afonso (Cássio Gabus Mendes) e Lola (Gloria Pires) se beijam na novela das seis da Globo


Via-sacra

A protagonista, entretanto, não conseguiu escapar seguir uma uma via-sacra na novela até aqui, apesar das alterações feitas pela autora para deixar a quinta adaptação da obra mais leve e atual. O público precisou de um bom estoque de lenços de papel para acompanhar a saga de Lola para criar os quatro filhos a partir da despedida de Júlio (Antonio Calloni).

Gloria, aliás, considera que esse foi o momento mais difícil e delicado para sua personagem. "O período todo da doença e morte me emocionaram. Aquilo foi um processo muito dolorido, dela tendo que lidar com a perda e arranjar forças até para superar os problemas financeiros. Tudo me toca e me emociona muito", pondera.

As reviravoltas na vida de Lola, entretanto, ainda estão longe do fim. Ela vai penar, e muito, antes de ter uma chance ao lado do dono do armazém. Depois de ser obrigada a se despedir de Julinho (André Luiz Frambach), a viúva precisará encontrar forças para superar a família se desfazendo na frente de seus olhos em meio a escândalos e tragédias.

Carlos (Danilo Mesquita) morrerá ao levar um tiro durante uma manifestação nas sequências que irão ao ar a partir de 1º de fevereiro. Em seguida, Isabel (Giullia Buscacio) manchará o nome dos Lemos ao deixar a casa na avenida Angélica para se unir a um homem desquitado, Felício (Paulo Rocha).

Apesar de difíceis e dolorosas, cenas como essas ajudaram a artista a entender melhor e resgatar parte de sua história com a avó Deolinda, sua principal inspiração para o papel. "Ela perdeu um filho jovem, ficou viúva com outros dois para criar, passou por várias dificuldades. É para essa realidade que me transporto ao interpretar. Me encho de orgulho. Estou aqui graças a ela", arremata Gloria.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações exclusivas de Éramos Seis e de outras novelas!

Últimas de Éramos Seis

Resumos semanais

Resumo da novela Éramos Seis: Capítulos de 24 a 27 de março

Terça, 24/3 (Capítulo 151)
Isabel comemora a presença de Lola. Inês teme a proximidade de Lola e Leon. Olga e Zeca se preparam para sua viagem de navio. Lola se sente desconfortável na casa de Isabel e Felício, e ... Continue lendo

Outras novelas

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Na casa de que famoso você passaria a quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook