Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Novela das nove

Carlos Eduardo tem chilique ao ver Tereza agarrada com Cícero

Reprodução/TV Globo

Marcelo Serrado (Carlos Eduardo) briga com sua mulher em Velho Chico, da Globo - Reprodução/TV Globo

Marcelo Serrado (Carlos Eduardo) briga com sua mulher em Velho Chico, da Globo

MÁRCIA PEREIRA

Publicado em 25/4/2016 - 5h12

Carlos Eduardo (Marcelo Serrado) terá um ataque de ciúmes em Velho Chico, novela das nove da Globo. Ele surtará ao ver sua mulher, Tereza (Camila Pitanga), dançando agarrada com Cícero (Marcos Palmeira). "Ele tava te olhando com desejo", vai disparar. Dias depois, o deputado mostrará mais uma vez sua insegurança porque a filha do coronel sumirá o dia inteiro. Ele insinuará que ela está atrás de seu passado, referindo-se a Santo (Domingos Montagner).

As brigas do casal passarão a ser rotina a partir da primeira semana de maio. Quanto mais a administradora voltar a se sentir em casa, mais ele implicará com ela. "Cuidado, Maria Tereza, resgatar o passado nem sempre é um bom negócio! Existem certas coisas que foram enterradas, e devem permanecer assim", resmungará o deputado.

A primeira cena de ciúmes está prevista para ir ao ar dia 3. Afrânio (Antonio Fagundes) vai promover uma festança para receber seu neto, Miguel (Gabriel Leone), na fazenda. Tereza estará conversando com Cícero sobre a infância dos dois quando o sanfoneiro tocará uma música que remeterá à essa época da vida deles. Tereza dirá que tentou ensinar o amigo a dançar, mas ele era muito duro.

Nisso, o jagunço dirá que mudou e que virou um pé de valsa. Os dois vão dançar agarrados. Carlos Eduardo gritará o nome da mulher na mesma hora, irritado. Ela irá ver o que ele quer. "Se você queria dançar, podia muito bem ter me chamado", esbrevejará o deputado.

Chilique

Os dois vão caminhar para longe. "Eu teria, se você não tivesse passado o dia entretido com seus amigos da política. E eu só estava dançando, Carlos! Precisava fazer aquela cena toda?", questionará a filha do coronel. 

"Dançando com um empregado, Tereza. Ele é só um empregado! O que é que você está querendo com isso? Você não é mais aquela menina de 16 anos que seu pai levou embora daqui. Você é dona disso tudo e também minha mulher, aja como tal! Eu nunca lhe pedi nada em troca do meu amor. Nunca! Mas eu estou pedindo agora que você me respeite", falará ele, de forma ríspida.

Tereza tentará acalmar os ânimos do marido e reclamará de seu ataque porque ele nunca agiu assim. "Porque eu nunca precisei! Maldita hora que resolvi me enfiar nessa fazenda! Maldita hora", gritará o deputado. 

Tereza dirá que é ciúmes, achando graça. "É a primeira vez, depois de quase 30 anos de casados, que você tem uma crise de ciúmes", dirá ela, partindo para um beijo apaixonado. "Cícero é como se fosse meu irmão", falará Tereza. "Cícero é como se fosse seu irmão. Eu sou como se fosse um filho pro coronel. Miguel como se fosse um filho pra mim! Tudo nessa família é como se fosse alguma coisa, mas nada é de verdade. Você é minha, Tereza! Minha e de mais ninguém", gritará ele, possessivo.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro


Confira cinco reportagens especiais sobre Velho Chico:

Novela para conservadores: "sem sacanagem", disse o autor
Modelo perdeu virgindade com Rodrigo Santoro
Símbolo de crise na Globo, peruca de Antonio Fagundes ganhou tintura
Em ataque de fúria, Tereza deu uma surra em Luzia
Na novela, personagem de Montagner se salvou após sumir no rio

Últimas de Velho Chico


Outras Novelas

Leia também

Enquete

Você gostou de Tadeu Schmidt no comando do BBB22?

Web Stories

+
BBB 22: Pegação, ameaça de desistência e queridômetro sacodem edição paz e amorBBB 22: Luciano sabota sonho da fama e se frustra com número de seguidoresFinal de Malhação na Globo tem sequestro, incêndio e final feliz; saiba tudoPor que Ludmilla e Anitta brigaram? Entenda a treta que respingou no BBB 22BBB22: Cinco vezes em que Naiara Azevedo atraiu o ranço do público na primeira semana

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas