Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

LÍCIA MANZO

Autora de Um Lugar ao Sol desafia: 'Veja e me diga se é um remake de A Usurpadora'

ESTEVAM AVELLAR/TV GLOBO

A autora Lícia Manzo com os cabelos na altura do pescoço, cacheados, castanhos, ela sorri para a câmera com um vestido preto no evento de lançamento de Sete Vidas

Lícia Manzo na época de Sete Vidas (2015); autora faz a sua estreia no horário nobre da Globo

DANIEL FARAD, do Rio de Janeiro

vilela@noticiasdatv.com

Publicado em 29/10/2021 - 6h35

Lícia Manzo não se incomoda com as comparações de Christian e Renato (Cauã Reymond) em Um Lugar ao Sol com outros gêmeos da ficção, sobretudo no que se refere a um dramalhão mexicano em particular. "Veja e me diga se é um remake ou não de A Usurpadora [1998]", pede a autora, que fará a sua estreia no horário mais nobre da Globo.

Os primeiros teasers da novela inédita, que substitui a reprise de Império a partir do próximo dia 8, fizeram o público sentir um dèjá-vu nas redes sociais. A história sobre um irmão que troca de lugar com outro remeteu principalmente à produção protagonizada por Gabriela Spanic na Televisa --em que a atriz se dividia entre Paulina e Paola Bracho.

Lícia assegura que a impressão vai se desfazer já no primeiro capítulo. "Para mim, a troca não é o mais importante, porque se fosse assim, aí teria uma 'lua' em A Usurpadora. Estou muito mais interessada na repercussão desse fato, no jogo subjetivo por trás dessa equação", pontua ela ao Notícias da TV.

Segundo a escritora, o foco está muito mais no peso que Christian carrega por ter se apoderado da vida do irmão rico. "É uma pessoa que está aprisionada em um corpo que não é o seu, querendo fugir dali de qualquer maneira, sem saber como romper a farsa", analisa.

A roteirista sequer imaginava ter gêmeos nos primeiros esboços. A ideia surgiu quando ela se deparou com o documentário Meus 18 Anos (2018), sobre órfãos que são forçados a deixarem o seus abrigos ao chegarem à maioridade.

São jovens que querem estudar, fazer a diferença, mas será que conseguiriam no Brasil que a gente tem hoje? E qual o prejuízo de ter que abrir mão desses sonhos por 18 anos? Eu comecei a perseguir esse protagonista que também deixa um abrigo, que quer a vida que lhe foi negada, mas faltava o folhetinesco. Fui buscar na história do duplo.

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Alinne Moraes com Bárbara se casa com Cauã Reymond como Christian em cena de Um Lugar ao Sol

Alinne Moraes e Cauã Reymond no folhetim

Lícia, então, encontrou a solução ao multiplicar esse personagem e fazê-lo ganhar um gêmeo. "Então, quando fiz o cálculo, nem me lembrei de novelas como O Clone [2001] ou Mulheres de Areia [1993], que são ótimas e estão aí até hoje no nosso imaginário", diz a novelista, que vai além: 

No Brasil, as oportunidades são roubadas diariamente de parte da população, então é legítimo que eles olhem para o outro com cobiça. Eu apenas fui atrás dessa história, que nasceu de uma necessidade minha e que é verdadeira para mim.

Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer nas novelas da Globo.

Prêmio NTV Melhores do ano


Últimas de Um Lugar ao Sol


Resumos Semanais

Um Lugar ao Sol: Resumo dos capítulos da novela da Globo - 30/11 a 11/12

Terça, 30/11 (Capítulo 20)
Ravi foge de Lara. Santiago avisa a Érica que ela pode voltar a dar aulas com Luan. Na intenção de procurar Ravi, Lara diz para Mateus que acompanhará Noca para ajudar a avó na sua mudança ... Continue lendo


Outras Novelas

Leia também

Enquete

Qual foi o melhor telejornal ou programa jornalístico do ano?

Web Stories

+
Juan Paiva rouba a cena em Um Lugar ao Sol; conheça a história do atorGui Araujo deixa A Fazenda 13 após expor lado prepotente e preconceituoso; relembreDe série na Netflix a aposentadoria: Por onde anda o elenco de O Cravo e a Rosa?Vladimir Brichta contracena com a filha em Quanto Mais Vida, Melhor; veja outros casosConfinado em A Fazenda 13, Dynho não sabe que Mirella pediu divórcio; como fica o caso?

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas