A Usurpadora

Há 20 anos, Gabriela Spanic deu entrevista bizarra a Silvio Santos: 'O que é transar?'

Reprodução/SBT

A atriz Gabriela Spanic acompanhada de duas fãs mirins no programa Em Nome do Amor, com Silvio Santos - Reprodução/SBT

A atriz Gabriela Spanic acompanhada de duas fãs mirins no programa Em Nome do Amor, com Silvio Santos

REDAÇÃO - Publicado em 21/06/2019, às 05h05

Em junho de 1999, o SBT começou a exibir pela primeira vez a novela mexicana que seria um de seus maiores sucessos: A Usurpadora. A trama foi a segunda mais assistida da emissora (atrás apenas de Maria do Bairro) e se tornou um fenômeno. A atriz protagonista, Gabriela Spanic, veio ao Brasil naquele ano e participou de vários programas do SBT. Em um deles, teve de dar uma entrevista bizarra a Silvio Santos.

A Usurpadora foi o maior sucesso da carreira de Gabriela, que vive da imagem de suas duas personagens --Paola Bracho, a vilã, e Paulina, a mocinha-- até hoje. A novela estreou no Brasil em 22 de junho de 1999 e logo conquistou o público. Nos primeiros meses, registrava médias de audiência entre 19 e 21 pontos no Ibope da Grande São Paulo, segundo o jornal Folha de S.Paulo.

Foi para surfar nessa onda que Gabriela Spanic aceitou o convite para vir ao Brasil em 1999, ao lado do então marido, Miguel de León, que também estava no elenco da novela. No SBT, ela fez uma turnê e participou de programas como De Frente com Gabi, Hebe, Programa do Ratinho, Domingo Legal, Programa Livre e até de propagandas do Baú da Felicidade. Mas nenhuma participação foi tão surreal quanto a sua visita ao Em Nome do Amor.

Em vez da típica dança entre pretendentes, com o objetivo de formar casais, o programa teve apenas Silvio Santos naquele dia. Ele chamou Gabriela Spanic ao palco, e ela foi recebida por duas crianças, Jéssica e Gabriela, que se diziam muito fãs de Paola e Paulina --a novela ia ao ar logo após Chiquititas (1997-2001) e, por isso, tinha muitos pequenos telespectadores.

A conversa entre Silvio, Gabriela e as meninas foi toda truncada, porque a atriz não falava bem português, e Silvio não traduzia muitas palavras do espanhol. Ele fazia perguntas que a entrevistada não entendia. Gabriela respondia "chutando", e o próprio apresentador às vezes também não fazia ideia do que ela estava dizendo e continuava falando em português.

Uma pergunta foi especialmente constrangedora. Uma das meninas perguntou se Gabriela tinha filhos. A atriz disse que não, mas que pretendia engravidar em 2001. Silvio traduziu para as crianças: "Ela disse que em 2001 vai transar", e gargalhou.

Gabriela riu, mas sem entender. Perguntou se o apresentador havia falado algo ruim, mas ele negou. Ela completou que queria ter cinco filhos, e Silvio Santos insistiu na zoeira: "Vai transar cinco vezes?". Ao ver que o auditório ria muito de sua cara, Gabriela perguntou: "O que é transar?". Ela achou que era "trançar", dar nó em cadarços. Silvio não fez a menor questão de explicar o que a palavra significava.

A conversa continuou por caminhos inusitados. O apresentador perguntou sobre o marido de Gabriela e soltou: "Você transa com seu namorado?". Mais uma vez, a atriz riu sem entender muito bem. Ele também falou sobre o passado dela em concursos de miss na Venezuela e fez Gabriela dizer todas as suas medidas e seu peso no ar.

Silvio Santos transformou a parte final do programa num Arquivo Confidencial, idêntico ao quadro do Domingão do Faustão. Familiares de Gabriela falaram sobre ela, enviaram fotos e homenagearam a atriz. No fim, mãe, irmã e o marido dela a surpreenderam e entraram no palco, provocando o choro de emoção da estrela.

gabriel cardoso/sbt

A atriz Gabriela Spanic participou do The Noite, no SBT, na edição exibida em 13 de junho


Atriz de um papel só

O sucesso em 1999 foi tão grande que A Usurpadora se tornou a novela mais reprisada da história do SBT. Já foi exibida sete vezes na programação da emissora e conquistou diferentes gerações.

Até hoje Gabriela Spanic colhe os lucros desse trabalho. Ela voltou ao Brasil diversas vezes e melhorou sua pronúncia de português. Neste mês, a atriz esteve aqui para fazer shows e participar de encontros de fãs de A Usurpadora.

Vinte anos após o constrangimento que passou no SBT, Gabriela deu entrevista no The Noite e pediu emprego a Silvio Santos. "Nos Estados Unidos, Colômbia, México, Venezuela, trabalhei em todas [as emissoras]. Só me falta uma, o SBT", sugeriu.

Tudo sobre

Silvio Santos

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é seu programa favorito gravado na quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook