Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

JEAN PIERRE NOHER

Ator desbanca Grazi Massafera e vira 'par' de Henri Castelli em Flor do Caribe

RAFAEL SORÍN/TV GLOBO

O ator Jean Pierre Noher de roupa de gala, chapéu e óculos escuros em frente ao logo da novela Flor do Caribe que ficava em um bar homônimo no folhetim

Jean Pierre Noher interpreta Duque em Flor do Caribe; ator invadiu o país com "legião estrangeira"

DANIEL FARAD, do Rio de Janeiro

Publicado em 4/9/2020 - 7h05

Nos próximos capítulos de Flor do Caribe, Jean Pierre Noher entrará na novela das seis para desbancar Grazi Massafera como "par" de Henri Castelli. Intérprete do malandro Duque, o ator franco-argentino assumirá o posto do fiel escudeiro de Cassiano depois que o piloto de caça cair em uma armadilha de Alberto (Igor Rickli).

Preso há anos nas masmorras de dom Rafael (Cesar Troncoso) na Guatemala, o trapaceiro se tornará uma espécie de mentor para ajudar o protagonista a reencontrar a noiva do Rio Grande do Norte. Os dois gravaram bastante juntos nas tomadas no exterior, mais até do que o próprio casal romântico.

"A viagem foi inesquecível, voltamos felizes do trabalho bem feito. Ele me fez conhecer a música do Tim Maia. Agradeço por isso", explica o artista em entrevista ao Notícias da TV. "Eu chorava de rir. É engraçado até hoje. Virou mais casal do que eu com Grazi", confirma Castelli.

A amizade surgiu de algumas furadas que eles passaram para rodar as sequências iniciais, a exemplo do desabamento de uma mina de diamantes que possibilita a fuga do militar. "Ele adorava, mas eu só queria mesmo era uma ducha quente", brinca o ator estrangeiro.

A dupla até precisou se travestir em meio à fuga alucinada. "Colocamos roupas de mulher, ficamos muito guapas (lindas, em espanhol). Ainda teve uma cena dentro do avião, que o Henri, claro, nunca tinha dirigido, mas precisava fazer pegar para a gente conseguir escapar", diverte-se o pai de Michel Noher.

JOÃO MIGUEL JUNIOR/TV GLOBO

Cassiano (Henri Castelli) foge da prisão no caribe com ajuda de Duque (Jean Pierre Noher)


Legião estrangeira

Jean Pierre até então não era estranho aos folhetins brasileiros, mas tinha emplacado apenas papéis pequenos, como o Pepe de A Favorita (2008) e o Jean Marie de Viver a Vida (2010). A novela escrita por Walther Negrão, no entanto, representou uma virada em que ele finalmente caiu nas graças do público local.

"O Duque foi um dos personagens mais marcantes que já tive na dramaturgia do Brasil. Aliás, a novela como um todo tinha uma equipe de forasteiros como nunca. Além de mim, ainda havia o Cesar Troncoso, Moro Anghileri [Cristal] e Martha Nieto [Amparo]", avalia.

Em 2020, ele espera conseguir novamente convencer o público a torcer novamente para o seu "171". "Ele era politicamente incorreto, mas muito carismático. Um personagem muito rico, que ainda tinha uma neta que o procurava desesperadamente, sem imaginar que estava bem ali", argumenta o artista.


Inscreva-se no canal do Notícias da TVno YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer em Flor do Caribe e outras novelas.


Últimas de Flor do Caribe


Outras Novelas

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você acha das demissões de veteranos da Globo?