Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

DE NOVO?

Arrastada! Novela Reis perde fôlego, repete trama e irrita público: 'Torturante'

REPRODUÇÃO/RECORD

Sérgio Dias Maciel em cena da novela Reis

Luciér (Sérgio Dias Maciel) em cena de Reis: há 50 anos, rei foi enganado pela família

A pouco dias do último capítulo da segunda temporada, Reis se arrasta ao ponto de até repetir tramas já vistas. No desfecho da primeira fase, Luciér (Daniel Blanco/Sérgio Dias Maciel) matou Micael (Thiago Amaral) e a família após acreditar que o arqueiro assassinou sua mulher e filho. Novamente, a história veio à tona e deixou alguns espectadores irritados por ainda não ter sido esclarecida na novela bíblica da Record. 

No capítulo desta quinta-feira (2), Kayla (Hylka Maria) entregou um papiro para Luciér, e o documento supostamente continha a verdade sobre o caso: mãe e filho foram mortos pela família real da Filístia.

"A demora na cena do Luciér foi mais torturante para mim do que para os envolvidos, aí corta para Kayla. Ultimamente, não tem muita coisa para comentar nessa nove.. série!", criticou a internauta Dione Nora. 

"Esse suspense todo e essa cena toda para parar no mesmo lugar? Luciér ainda achando que quem matou a mulher e o filho foi o Micael? Ah vá", reclamou um perfil identificado como Tay Duque.

Já um internauta foi além e sugeriu que a trama não será resolvida até o final da segunda fase: "Eu não acredito que Luciér vai morrer sem descobrir a verdade, ou então vão deixar isso para próxima temporada", disse uma conta que comenta novelas bíblicas da Record. 

Para piorar, o desfecho do capítulo de hoje deixou em dúvida se o rei realmente descobriu o que aconteceu. A única cena do personagem falando sobre o assunto mostrou o veterano interrogando Lamar (Victor Sparapane). Ele questionou se o sobrinho sabe de algum segredo familiar.

Lavínia e Bela foram mortos em Reis 

Lavínia e Bela foram mortos em Reis 

Relembre a trama

Como visto na novela, Luciér casou-se com Lavínia (Pâmela Tomé) quando fingia ser o hebreu Malquias, e a dupla teve Belá juntos. Entretanto, o príncipe filisteu contou sobre sua verdade identidade à mulher, e eles até tentaram ficar juntos mesmo com as diferenças culturais.

A família de Luciér, no entanto, não era a favor do casamento e criou uma emboscada para matar Lavínia e Belá. Eles assassinaram mãe e filho a sangue-frio, mas encenaram uma situação em que o nobre acreditou que Micael fosse o responsável pelo crime hediondo. Assim, o personagem vivido por Daniel Blanco matou o arqueiro, Sâmila (Natália Ferrari) e Ada (Giselle Tigre) para se vingar.

Saul dá primeiros passos na perdição 

Saul dá primeiros passos na perdição 

O que mais aconteceu em Reis

Enquanto a Record enrola no desfecho do núcleo da Filístia, Saul (Carlo Porto) já mostra sinais de que será um rei carrasco em Israel. O homem contou para Abner (Dudu Pelizzari) que pretende organizar um exército robusto e cruel.

Ainoã (Francisca Queiroz), no entanto, já sente que o marido não é mais o mesmo. Em conversa com uma amiga, a nova rainha confessou que viu o companheiro agir de maneira estranha em sua coroação. Ela teme que o amado fique viciado no poder do cargo e se afaste de Deus (Flávio Galvão). 


Saiba tudo sobre os próximos capítulos das novelas com o podcast Noveleiros

Ouça "#95 - Juma fica cara a cara com a morte" no Spreaker.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e assista a vídeos com revelações do que vai acontecer nas novelas.


Últimas de Novela Reis


Resumos Semanais

Novela Reis: Resumo dos próximos capítulos da trama da Record - 18 a 19/8

Quinta, 18/8 (Capítulo 62)
Luciér dá permissão a Lamár para atacar Israel. Samuel e Eloá observam os filhos os desobedecendo. O exército filisteu se prepara para uma nova batalha. Saul manda anunciar a chegada da guerra contra os filisteus. Joel ... Continue lendo

Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.