Galãs lutadores

Após 15 anos, veja o antes e depois da família Sardinha, de Da Cor do Pecado

Divulgação/TV Globo

Integrantes da família Sardinha, núcleo de humor que conquistou público de Da Cor do Pecado (2004) - Divulgação/TV Globo

Integrantes da família Sardinha, núcleo de humor que conquistou público de Da Cor do Pecado (2004)

REDAÇÃO - Publicado em 01/02/2019, às 05h33

Há 15 anos, estreava na Globo a novela Da Cor do Pecado (2004), cujo núcleo de humor tinha o maior número de galãs bombados da teledramaturgia. Eles faziam parte da família Sardinha, formada por uma mãe e seus filhos lutadores. O grupo fez sucesso com o público, e a repercussão alavancou ainda mais as carreiras dos atores.

O mais forte dos irmãos Sardinha era Thor, vivido por Cauã Reymond. Foi a primeira novela dele após ter sido revelado em Malhação (2002), e daí para a frente o ator conseguiu cravar seu espaço como um dos principais nomes de sua geração, disputado por várias produções na Globo.

Da Cor do Pecado também foi a primeira novela de Pedro Neschling, que interpretava Dionísio Sardinha. Ele emplacou outros trabalhos na Globo, mas hoje prefere trabalhar como roteirista e autor de livros. Karina Bacchi também mudou de rumo e atualmente ganha a vida como influenciadora nas redes sociais.

Confira o antes e depois dos integrantes da família Sardinha:

divulgação/tv globo

Rosi Campos como Edilásia, a Mamuska, e como Agustina, a matriarca de O Tempo Não Para

Rosi Campos - De Mamuska a ex-congelada
Rosi Campos viveu Edilásia, a Mamuska, matriarca da família Sardinha. Caracterizada sempre por seus coques nas laterais da cabeça, ela era linha-dura com os filhos, cobrava bons desempenhos nas lutas e fazia uma sopa mágica que dava força descomunal aos rapazes.

Até então, Mamuska havia sido a maior personagem de Rosi em uma novela, mas ela ganhou destaque em anos seguintes. Teve repercussão em O Profeta (2006) e Êta Mundo Bom (2016), ambas tramas de época de Walcyr Carrasco, e até a última segunda-feira (28) viveu Agustina, a religiosa ex-congelada de O Tempo Não Para.

divulgação/tv globo

Caio Blat como Abelardo, a ovelha negra dos Sardinha, e como Geandro de O Sétimo Guardião

Caio Blat - De irmão discriminado a irmão rejeitado
O único irmão não-bombado e sem interesse algum em se tornar um lutador era Abelardo. Ovelha negra da família, ele queria ser maquiador profissional, e por isso era muito recriminado e discriminado em casa, considerado um "frutinha".

O ator Caio Blat, que já tinha feito vários trabalhos na TV naquela época, continuou emplacando quase uma novela por ano na Globo. Atualmente, ele está em O Sétimo Guardião no papel de Geandro, que também não se encaixa na família. Filho do prefeito Eurico (Dan Stulbach), ele gosta de Lourdes (Bruna Linzmeyer), que sempre preferiu seu irmão, Júnior (José Loreto).

divulgação/tv Globo e Reprodução/Instagram

Reynaldo Gianecchini era o mocinho de Da Cor do Pecado e será mocinho em novela das nove

Reynaldo Gianecchini - De galã a... galã de novo
Gianecchini foi o grande galã de Da Cor do Pecado e se dividiu em dois. Ele viveu os gêmeos Paco, criado com todo o luxo por seu pai, e Apolo, criado na família Sardinha. Um nunca soube da existência do outro, mas os dois sofreram acidentes no mesmo dia. Apolo ficou desaparecido no mar após um acidente de barco, e Paco conseguiu sobreviver a um acidente de helicóptero.

Encontrado por Ulisses (Leonardo Brício), ele passou a viver como Apolo. Uma confusão de troca de famílias que durou a novela inteira. Apesar de ter feito menos trabalhos recentemente do que no início dos anos 2000, Giane mantém seu posto de galã, que exercerá na próxima novela das nove. Ele será um dos protagonistas de Dias Felizes e estará num triângulo amoroso entre Juliana Paes e Agatha Moreira.

divulgação/tv globo

Cauã Reymond como o Thor, de Da Cor do Pecado, e na pele de Bruno, na série Ilha de Ferro

Cauã Reymond - De ator iniciante a grande estrela
Após ser revelado como o Mau Mau, de Malhação, Cauã Reymond estreou no horário nobre como o Thor de Da Cor do Pecado. Era o principal campeão de luta da família, o mais forte entre os irmãos e um exemplo para Dionísio. Só tinha medo da Mamuska, de quem vivia tomando broncas.

A carreira de Cauã Reymond só cresceu depois disso. Após vários papéis de mocinhos protagonistas, ele se tornou um dos nomes mais consagrados de sua geração e hoje pode se dar ao luxo de escolher seus papéis na Globo. Reymond tem preferido os trabalhos mais complexos, como Ilha de Ferro, série do Globoplay.

divulgação/tv globo e reprodução/instagram

Pedro Neschling estreou como ator em Da Cor do Pecado e hoje trabalha como roteirista

Pedro Neschling - De ator novato a autor de livros
Da Cor do Pecado foi a primeira novela de Pedro Neschling, filho de Lucélia Santos. Ele interpretou Dionísio, o mais bobo dos irmãos Sardinha. Estava sempre ao lado de Thor, a quem admirava e copiava. Forte e bom de briga nos tatames, era apaixonado por Tina (Karina Bacchi), que sonhava em conquistar.

Neschling fez outras quatro novelas, e Joia Rara (2013) foi a mais recente. Ele tem trabalhado em outras frentes e deixado a TV de lado. Atualmente, vive em Portugal e escreve roteiros de cinema e livros --em 2018, lançou Supernormal, ficção sobre um homem que descobre que seu amigo de infância virou uma mulher trans.

divulgação/tv globo e reprodução/instagram

Leonardo Brício fez sucesso na Globo como galã, mas está longe da emissora desde 2005

Leonardo Brício - De galã a sumido da Globo
Galã dos anos 1990 em várias novelas, Leonardo Brício era, naquele momento, o mais experiente entre os atores dos irmãos Sardinha. Seu personagem era Ulisses, muito talentoso em diversos esportes e um rapaz de bom caráter, mas péssimo para lidar com dinheiro. Ele se endividou ao comprar presentes caros para a amante, Vera (Maitê Proença), e ainda tomou um fora da golpista.

Dois anos após Da Cor do Pecado, Leonardo Brício foi para a Record, onde fez três novelas e uma minissérie bíblica. Por não querer ficar estigmatizado ao atuar apenas produções religiosas, ele saiu da emissora. Nos últimos anos, tem se dedicado a trabalhos no teatro, com seu grupo. Também fez uma participação na série O Mecanismo, produção nacional da Netflix.

divulgação/tv globo e reprodução/Instagram

Karina Bacchi era atriz iniciante na época de Da Cor do Pecado; agora é influencer de sucesso

Karina Bacchi - De atriz bonitinha a influencer milionária
Tina, a personagem de Karina Bacchi, era louca pelos irmãos Sardinha e fazia de tudo para estar sempre por perto e entrar para a família. Ela se envolveu com Apolo, Thor, Dionísio e até Abelardo. Era a típica maria-tatame, que só se interessava pelo vencedor do momento.

Há 15 anos, Karina Bacchi era uma atriz iniciante e se destacava em papéis estigmatizados como a moça bonita, mas não muito inteligente. Ela lançou um livro infantil em 2004 e foi a vencedora da segunda temporada de A Fazenda, em 2009. Karina trabalhou como apresentadora e foi até repórter do Domingo Legal antes de se tornar influencer nas redes sociais. Hoje, mais de 5,7 milhões de pessoas acompanham cada passo de sua vida no Instagram.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é o personagem mais trouxa da TV?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook