Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

ANÁLISE

Apesar de enxuta, fase final de Amor de Mãe torturou personagens e público

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Chay Suede abaixado chorando nos braços de Regina Casé que também chora

Reencontro de Danilo (Chay Suede) e Lurdes (Regina Casé) marca final emocionante

RAPHAEL SCIRE

raphascire@gmail.com

Publicado em 10/4/2021 - 7h05

Em apenas 23 capítulos, o público de Amor de Mãe, novela das nove da Globo, viu de tudo: assassinatos, troca de casais, chororô e, claro, a incansável busca de Lurdes (Regina Casé) por seu filho Domênico, que todos já sabiam ser Danilo (Chay Suede).

Ao longo da história, a carga de emoção das sequências da babá foi dosada com um tempero de realismo, o que a tornou bastante atraente, ainda que com um ritmo bastante diferente das últimas novelas exibidas pela emissora.

Mas, obrigada a interromper os trabalhos por conta da pandemia, a autora Manuela Dias parece ter se perdido na condução da segunda fase da história. Não foi só Lurdes que sofreu nos capítulos de Amor de Mãe, mas também os telespectadores, forçados a verem a realidade pandêmica também na ficção, além de outros absurdos de novela.

Lenga-lenga, atropelos e clichês

A última semana de Amor de Mãe destoou do restante da história pela maneira com que algumas situações foram conduzidas. Ávido pelo encontro da mãe com o filho, o público foi "presenteado" com um verdadeiro teste de paciência ao testemunhar o desenrolar de personagens coadjuvantes sem a menor importância para o desfecho central.

Antes de finalmente vermos a linda sequência do reencontro dos dois, um festival de cenas desinteressantes e desnecessárias tomou conta da novela. O sofrimento de Davi (Vladimir Brichta), em coma após um atentado, o medo de Marina (Érica Januza) de ser cancelada nas redes sociais e a hesitação de Betina (Isis Valverde) sobre desfrutar a vida de herdeira ou voltar a trabalhar como enfermeira.

Houve ainda uma inexplicável sequência em que Durval (Enrique Diaz) apareceu fantasiado de unicórnio. Se a intenção ali era trazer humor para a história, faltou graça...

reprodução/tv globo

Durval se fantasia para ganhar dinheiro

É certo que a redução do número de capítulos mexeu com o planejamento inicial da autora, mas a entrada de um forte conflito para Vitória --a volta da mãe biológica de Tiago (Pedro Guilherme Rodrigues)-- a um capítulo do fim ficou gratuita.

Em vez de tantas cenas desimportantes e constrangedoras protagonizadas por Taís Araujo, como a entrada de um homem armado com uma faca de rocambole no carro da advogada, a autora poderia ter muito bem explorado esse trecho com calma e dado ao público a chance de torcer pela personagem.

Outro recurso que Manuela Dias não poupou foi o uso de clichês. Sequestro em reta final de novela não é a coisa mais original do mundo, e também não faltou em Amor de Mãe. A briga de Álvaro (Irandhir Santos) e Raul (Murilo Benício) que culminou no disparo de um tiro é outro exemplo de cena usada à exaustão em folhetins.

Já Thelma (Adriana Esteves), apesar de convincente em sua loucura pelo amor do filho, em um trabalho bastante delicado de sua intérprete, passou a conversar sozinha com uma foto, um recurso bem básico para uma história que primou o tempo todo por nivelar o público por cima, sem diálogos didáticos nem comédia pastelão. A personagem representou, ainda, a quebra de uma promessa inicial da autora.

Brincando com um dos pilares da telenovela, Manuela Dias até tentou eliminar o maniqueísmo da história, sustentando a tese de que "a vilã é a vida". Não conseguiu, ou pelo menos não teve a chance de desenvolver o entrecho como suas entrevistas iniciais davam a entender, talvez por pressão de fazer a audiência da novela engrenar.

reprodução/tv globo

Lurdes conta que Danilo é Domênico

Thelma, que já era meio biruta, vilanizou de vez e deixou a impressão de que houve um desvio do início da história. Se analisarmos com atenção o diálogo de Lurdes com ela, logo após a descoberta de que Danilo é Domênico, a sensação aumenta mais ainda: a babá, emocionada e um tanto ingênua, agradece a até então amiga por ter cuidado do filho.

A explicação de Thelma para a história foi a de que foram mesmo as circunstâncias da vida que a levaram, desesperada por ter acabado de perder o filho biológico, a comprar a criança de Kátia (Vera Holtz).

E a amizade construída com Lurdes, que mostrou desde o primeiro capítulo ter um coração enorme, certamente seria capaz de entender a situação e justificar um possível final feliz entre as duas. Mas já era tarde demais. Thelma saiu por aí cometendo assassinatos, o que pesou ainda mais o clima da novela.

O lado bom

Amor de Mãe presenteou o público com grandes sequências e atuações do mais alto nível --destaque para a grande cena da novela, o reencontro de Lurdes e Danilo, observado à distância por Thelma. Regina Casé foi o pilar que sustentou o interesse do público durante toda a novela. Soube imprimir emoção e humor sem esforços.

reprodução/tv globo

Chay Suede surpreendeu com atuação

Adriana, por sua vez, compôs mais uma vilã sem repetir maneirismos de personagens anteriores --e olha que não foram poucas as bandidas em sua carreira recente. Chay Suede é outro que sai engrandecido de Amor de Mãe, com um papel que tirou de suas costas o peso de ser apenas um "galã jovem". Maduro e seguro, emocionou o público e elevou o próprio passe na televisão.

A direção de José Luiz Villamarim também merece elogios, assim como os esforços da equipe em manter a qualidade dos trabalhos mesmo após a parada forçada.

Apesar dos tropeços da segunda fase, o saldo final de Amor de Mãe é positivo: impulsionou o trabalho de uma autora jovem e colocou em pauta temas relevantes para a sociedade, fazendo com que a novela cumprisse, além do entretenimento, um papel social.

Quem sabe na próxima Manuela Dias consiga enfim quebrar os paradigmas do gênero e chacoalhá-lo de vez, como pretendeu em sua estreia?


Últimas de Amor de Mãe


Resumos Semanais

Resumo da novela Amor de Mãe: Capítulo de 6 de abril

Terça, 6/4 (Capítulo 122)
Penha chega para resgatar Álvaro. Danilo sonda Thelma sobre o sítio. Raul e Sandro se desesperam ao não conseguir falar com Vitória. Nuno revela a Danilo que Thelma deixou o hospital com outro bebê nos braços ... Continue lendo


Outras Novelas

Leia também

Web Stories

+
De cuidadora de cachorros a musa sertaneja: Como está Juliette fora do BBB21Salve-se Quem Puder: Última semana da reprise tem chantagem, reencontro perigoso e revelaçãoPower Couple Brasil 5 aposta em casais polêmicos e promete barraco e confusãoPereirão, Lurdes e Edilásia Sardinha: veja 7 mães marcantes das novelas brasileirasCaso Evandro e A Mulher na Janela chegam aos streamings; saiba mais

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você está animado para a nova temporada do No Limite?