STREAMING

Globoplay terá 100 séries internacionais em seu catálogo até o fim de 2019

Divulgação/ABC

Nicholas Gonzalez e Freddie Highmore em cena de The Good Doctor, série exclusiva do Globoplay - Divulgação/ABC

Nicholas Gonzalez e Freddie Highmore em cena de The Good Doctor, série exclusiva do Globoplay

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 04/12/2018, às 16h58

O Globoplay tem planos grandiosos para conquistar mais assinantes no disputado mercado do streaming. A plataforma da Globo, que atualmente tem 16 séries estrangeiras em seu catálogo, fará esse crescer para 100 até o fim de 2019. Isso além das atrações nacionais exclusivas, como Ilha de Ferro, Aruanas e Shippados.

"A ideia é termos uma série nova no catálogo por semana. Em alguns momentos, podemos lançar três atrações e aí passar uma ou duas semanas sem nada. Mas, na média, estamos trabalhando com uma novidade por semana", adiantou João Mesquita, diretor-geral do Globoplay, em mesa-redonda realizada nesta terça (4).

O investimento em séries é essencial para crescer o alcance da plataforma. É que, atualmente, cerca de 20 milhões de brasileiros acessam o Globoplay, entre aqueles que assinam e os usuários gratuitos, que usam o serviço apenas para ver cenas dos capítulos das novelas ou trechos dos telejornais da emissora.

Segundo o próprio Mesquita, a "maioria esmagadora" dos usuários não é assinante, e os executivos estão trabalhando para mudar esse número. "Queremos ter 20 milhões de assinantes, e dobrar os usuários para 40 milhões. E continuar crescendo. Se o Brasil tem 100 milhões de internautas, é esse público que queremos atingir", disse.

Ter no catálogo séries exclusivas faz o número de assinantes crescer. E, claro, ter a vitrine proporcionada pela Globo também ajuda. A exibição dos dois primeiros episódios de The Good Doctor na Tela Quente, em 27 de agosto, foi uma aposta certeira: a sessão de filmes não apenas teve sua maior audiência em seis anos, como disparou a procura do público pela plataforma.

"Nos quatro dias depois da exibição de The Good Doctor na TV, nosso número de vendas foi oito vezes maior do que qualquer período similar na história do Globoplay. Podemos dizer que esses quatro dias já se tornaram o melhor mês que tivemos", explicou João Mesquita.

Além de The Good Doctor, o Globoplay marcou outro golaço ao comprar a exibição exclusiva da série britânica Killing Eve, considerada uma das melhores do ano e que rendeu uma indicação ao Emmy para a atriz Sandra Oh. Também estão no serviço o drama A Million Little Things e a aventura Charmed, com episódios novos lançados semanalmente na plataforma.

No quesito acervo, o Globoplay tem a premiada série médica House (2004-2012), o drama histórico Underground (2016-2017), a comédia Mad About You (1992-1999) e a adolescente Dawson's Creek (1998-2003), que chegou a ser exibida pela Globo.

Os executivos da plataforma também viajaram em maio para participar da LA Screenings, uma feira de televisão que inclui alguns dos maiores players do mercado. E não saíram do evento de mãos vazias. "Nós compramos mais séries lá do que qualquer outro", prometeu Mesquita.

O excesso de lançamentos, que se tornou uma dor de cabeça para a Netflix, já que algumas séries acabam se perdendo em meio à avalanche de novidades e é impossível assistir a todas, não é algo que preocupa o Globoplay.

"É um problema bom para ter, né? Mas isso não me incomoda, não. A Netflix não dispõe de uma TV Globo para ajudar na divulgação", brincou o diretor. "Não estou dizendo que isso vai acontecer, mas imagine só ter uma Sessão Globoplay, semanal, na Globo, para apresentar algum produto do nosso catálogo? Nós temos a vitrine de maior visibilidade do Brasil, além de outras mais segmentadas."

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O que é mais bizarro em O Tempo Não Para?
Duas mulheres com mais de 60 anos dizendo estar grávidas.
23.60%
Ninguém mandar nenhuma das 'grávidas' fazer teste em laboratório.
11.04%
Vilões que matam pessoas e continuam impunes.
11.55%
De uma novela que descongelou pessoas do século 19 se espera qualquer coisa.
53.81%

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook