Cristiane Machado

Atriz que denunciou agressão do marido dorme uma hora por noite: 'Vivo com medo'

Filipe Rhodes/Divulgação

A atriz Cristiane Machado em ensaio fotográfico; ela se recupera do trauma de agressões do marido - Filipe Rhodes/Divulgação

A atriz Cristiane Machado em ensaio fotográfico; ela se recupera do trauma de agressões do marido

FERNANDA LOPES - Publicado em 04/12/2018, às 05h28 - Atualizado às 18h50

Pouco mais de uma semana após a prisão do marido por agressões físicas e tentativa de feminicídio, Cristiane Machado, 35, ainda enfrenta as consequências físicas e emocionais decorrentes do trauma que viveu. A atriz, que está retomando a carreira e lança um filme nesta quinta-feira (6), diz que não consegue dormir por causa do medo.

"Tenho muita angústia, muita tristeza. Temo pela minha vida e preciso ter coragem para lutar. Hoje vivo reclusa, coagida. Mesmo com ele preso, fico com medo do que vai acontecer se ele sair. Tenho procurado ajuda religiosa, da família, do público. Durmo uma, duas horas por noite. Mas sei que vou dando um passinho de cada vez. Espero que um dia isso seja uma página virada na minha vida", afirma.

No dia 18 de novembro, ela fez sua primeira denúncia de violência doméstica em rede nacional com um depoimento no Fantástico acompanhado de imagens de câmeras escondidas em sua casa. Eram cenas fortes de Cristiane sendo agredida pelo ex-diplomata e empresário Sergio Schiller Thompson-Flores. Ele está preso desde o dia 25, data em que a segunda entrevista da atriz foi ao ar.

"Chegou um momento em que era: ou eu morria, ou eu morria. Preferi dividir a minha história com outras mulheres para que elas se inspirem e busquem uma vida melhor", explica a atriz.

"Foi Deus que me salvou daquela primeira tentativa de feminicido, não tenho dúvida. Ele falou: 'Aquela menina tem que viver e contar sua história pra conseguir transformar um pouquinho aquele mundo'. Com certeza, pela resposta que tenho recebido nas ruas e nas redes sociais, eu tinha que dividir minha história. Isso tem sido um combustível para eu ter mais coragem", complementa. 

Enquanto reergue sua vida, Cristiane lança nesta quinta-feira o filme Quando Chega a Hora de Esquecer, sua retomada da carreira. Ela interpreta Lívia, uma mulher cuja sogra sofre do mal de Alzheimer. Toda a família se envolve no drama.

"É um filme muito denso, fala de uma doença difícil, mas acho que tem uma responsabilidade social muito grande. Esse filme mostra o amor, a fraternidade, a união e a força, que são essenciais pra que a família e o paciente possam passar por isso com um pouco mais de amenidade", diz.

O longa também será exibido na Alemanha, país com alto nível de investimentos em pesquisas sobre o Alzheimer. Além dele, Cristiane está no ar na reprise de A Terra Prometida, na Record, e deve aparecer em outro filme, dessa vez americano, em 2019.

"Meu próximo projeto é um filme hollywoodiano, se chama Fear, do diretor Josh Taft. Eu faço uma brasileira, Maria, que é a chave de um crime. Foi um desafio muito grande, porque é uma indústria forte e também pelo idioma. Me deu frio na barriga", confessa.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O que é mais bizarro em O Tempo Não Para?
Duas mulheres com mais de 60 anos dizendo estar grávidas.
23.60%
Ninguém mandar nenhuma das 'grávidas' fazer teste em laboratório.
11.04%
Vilões que matam pessoas e continuam impunes.
11.55%
De uma novela que descongelou pessoas do século 19 se espera qualquer coisa.
53.81%

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook