Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ENTREVISTA PARA CABRINI

Mulher de MC Kevin confessa que agrediu acompanhante de luxo na delegacia

REPRODUÇÃO/RECORD

Imagem de Deolane Bezerra em entrevista para Roberto Cabrini

Deolane Bezerra, mulher de MC Kevin (1998-2021); advogada confessou que bateu na acompanhante de luxo

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 20/5/2021 - 18h52
Atualizado em 20/5/2021 - 19h37

Deolane Bezerra, mulher de MC Kevin (1998-2021), confessou que agrediu Bianca Dominguez ao encontrar a acompanhante de luxo na delegacia. Nesta quinta-feira (20), a advogada revelou a sua reação ao descobrir a traição do artista e rebateu as críticas de que estaria interessada no dinheiro do funkeiro.

"Dei um tapa na cara dela porque vi ela e o MC VK cochichando. Ela falava: 'Ele queria me beijar, e não queria'. Não sei de quem ela está falando, mas vi isso. Na verdade, queria bater no Victor [VK], só que como vi ela fazendo isso, dei um tapa na cara dela, e minhas irmãs me retiraram do local", afirmou Deolane em entrevista para Roberto Cabrini, exibida no Cidade Alerta (Record).

O jornalista questionou se, na opinião de Deolane, Bianca e VK estariam combinando uma versão do ocorrido no hotel para os depoimentos policiais. "Acho que sim. Hoje, depois de analisar tudo isso daqui, todos os interrogatórios, sei que a Bianca estava ali para atrair o Kevin", pontuou ela.

"Fui traída, não sei o motivo, até porque ele [Kevin] mandou mensagens poucos minutos antes, falando onde estaria, que poderia ir lá, ligar por vídeo, mandou vídeos falando que me amava, tenho relato de amigos dele falando que ele não queria ficar com essa menina", prosseguiu a noiva.

Para Deolane, quem ama trai, pois "é o instinto do homem". "A vida do Kevin era muito intensa, ele era tentado a todo instante", justificou ela. Durante a entrevista com Cabrini, a jurista disse que descobriu que tinha sido traída pelo músico quando estava no hospital, após a morte do artista.

"Chegou um policial me convidando para ir à delegacia. Cheguei na delegacia [e perguntei:] 'Cadê o Victor, porque ele não está aqui?'. Estou lá sentada, achando que, porque [a queda] foi da janela, a polícia teria que investigar todas as linhas. Nesse momento, o que mais pedia para Deus é que o Kevin estivesse se escondendo de mim mesmo e que fosse uma fatalidade", contou.

"Falei com o delegado, e a minha irmã já me olhava com pena. Comecei a sair do luto, um pouco, e ficar envergonhada. Não estava entendendo, mas conheço a minha irmã. Quando olhei para a minha irmã e falei: 'Me fala o que está acontecendo', foi quando ela me falou: 'Tinha uma mulher lá'", prosseguiu.

Deolane reforçou que não queria acreditar na traição do músico: "Questionava a minha irmã toda hora: 'Como assim, ele transou com a menina? Ela não estava com o Victor?'. Queria me enganar para não passar por esse luto sendo traída. Constatei que fui traída quando li os depoimentos".

Brigas do casal

Na entrevista, a advogada afirmou que deixou de viver a sua vida para estar com o artista. "Os problemas dele a serem resolvidos supriam a minha agenda diária. Tive que repassar os meu afazeres para as minhas irmãs, que são advogadas, pois queria ver ele grande, era o grande sonho dele", disse.

"Ríamos das críticas, pois era mais velha, que era corna. Uma hora, o povo falava que era golpista, que queria fama, o dinheiro dele. Sempre tive mais dinheiro que o Kevin, sempre! Só que ele nunca precisou do meu dinheiro para viver, como nunca precisei do dinheiro dele. Quando conheci o Kevin, não sabia uma música dele, nunca fui fã dele. Gosto de sertanejo, pagode", admitiu.

"Estávamos juntos há um ano e dois meses, mais intenso do que dez anos da minha vida. Tentava fazer dele a pessoa que eu queria que ele fosse, um homem centrado, estruturado, que não fumasse maconha para o público ver, pois ele tinha muito público infantil. Ele fumava maconha diariamente. No dia [do acidente], ele tinha tomado MD [droga sintética]", comentou ela.

Para Cabrini, Deolane disse que recebeu muitas críticas por causa da diferença de idade do casal: "Ouvia muitas pessoas falando: 'O que você faz com essa mulher? Já tem filhos, o que você faz com essa velha? Tenho só 33 anos". Kevin tinha 23 anos.

O funkeiro morreu no domingo (16) após cair de uma altura de 18 metros em um hotel na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Segundo o laudo do IML (Instituto Médico Legal), a causa do óbito foi uma hemorragia subaracnoidea e traumatismo cranioencefálico.

Confira alguns trechos da entrevista:


Leia também

Web Stories

+
42 anos depois: Por onde anda o elenco da novela Pai Herói?A Fazenda 13: Sem barracos, Liziane frustra público e é eliminada; veja trajetóriaComo Lázaro Ramos e Taís Araujo: 7 casais formados nos bastidores da GloboSex Education vai ter 4ª temporada? Veja cinco curiosidades sobre a sérieA Fazenda 13: Surto na baia e barraco com ofensas marcam primeira semana do reality

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Além de Pantanal, qual novela antiga merecia um remake?