Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

DECEPCIONADA COM HOMENS

Mayra Cardi irrita militantes LGBTQ+ ao se declarar 'aberta a mulheres'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

A blogueira fitness Mayra Cardi de biquíni em foto publicada no Instagram

Mayra Cardi em foto publicada no Instagram; blogueira fitness causou desconforto por fala controversa

REDAÇÃO

Publicado em 22/8/2020 - 13h40

Durante a gravação de um programa piloto para a Jovem Pan, Mayra Cardi declarou que estava "aberta a mulheres" após ficar traumatizada com o relacionamento conturbado com Arthur Aguiar, de quem se separou este ano. A fala irritou militantes LGBTQ+ por ser considerada ofensiva à classe de lésbicas e mulheres bissexuais.

No vídeo, Leo Dias, recém-contratado da rádio e futuro apresentador do programa Tô Na Pan, pergunta à coach fitness sobre como ela está lidando com o setor afetivo. "Você está pronta para um novo amor? Você já pegou algum bofe aí novo depois do Arthur, ou tá no zero a zero?", questiona o jornalista. 

"Não estou pronta para um novo amor", respondeu a empresária. "Não? Mas calma, eu não tô falando do amor, não tô falando dos certos, tô falando de se divertir com os errados, não tá pronta para se divertir com os errados?", insistiu o fofoqueiro. 

"Até então eu tava muito fechada porque eu queria ficar com a minha própria companhia durante uns três anos, queria ter três anos sabáticos para evoluir mais intelectualmente, mas quando eu voltei a falar com o Arthur, eu liguei pro Leo e brinquei: 'Pode ser qualquer coisa, pode ser uma menina!'", disse Mayra, aos risos. 

Neste momento, Dias ficou entusiasmado. "É, eu sabia que você ia falar isso. Pode ser uma menina, Mayra Cardi?", provocou o titular. "Super pode, porque eu tô tão traumatizada com meninos, que super pode ter uma menina", explicou a blogueira. "Você já teve alguma experiência?", perguntou o ex-comentarista do Fofocalizando, do SBT. 

"Não tive, mas posso ter. Eu me decepcionei muito com a raça masculina e eu não tô fechada para nada. Eu sempre gostei muito de pessoas, eu gosto do ser humano, eu gosto das pessoas boas, eu gosto do coração. Estou muito decepcionada com a raça masculina e não me fecho para a possibilidade de um relacionamento feminino", ressaltou a mãe de Sofia.

Apesar de descontraída, a fala não pegou bem nas redes sociais. Mulheres se sentiram ofendidas por serem tratadas por Mayra como segunda opção. 

"E é por essas que mulheres lésbicas e bi são tratadas como se tivessem tal orientação por desilusão com macho. Ridículo e puta falta de respeito, mulher não é fetiche e orientação sexual não é escolha.. Só falta querer se promover em cima disso", criticou Daniela Santos.

"Mulheres que se entendem hétero podem fazer a escolha política de começar a priorizar mulheres em todos os âmbitos e se relacionar afetiva e sexualmente com elas. Mas não somos centro de reabilitação pra hétero decepcionada, não somos muletas. Nossa sexualidade é política, não é bagunça", pontuou uma internauta identificada apenas como Alcione. 

Assita à fala de Mayra Cardi no programa piloto: 

Confira algumas reações no Twitter sobre a declaração de Mayra Cardi: 

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?