Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Após burnout

Fora da Globo, Izabella Camargo acerta retorno à televisão: 'Caminhos distintos'

Reprodução/Instagram

A jornalista Izabella Camargo sorri no cenário do programa Mulheres, da Gazeta

Izabella Camargo durante participação no programa Mulheres; ela diz que voltará à TV em breve

FERNANDA LOPES

Publicado em 22/8/2020 - 7h10

Longe da TV desde que se desvinculou da Globo em novembro do ano passado, após desenvolver síndrome de burnout e fazer um acordo judicial milionário com a emissora, Izabella Camargo afirma que já acertou seu retorno à televisão. A jornalista de 39 anos, que acaba de lançar um livro sobre como lidar melhor com o tempo, não revela em que emissora trabalhará, mas diz que seguirá "caminhos distintos".

"Eu estou fazendo coisas na TV e no rádio. Não posso dizer [onde], mas em breve volto para a TV, com caminhos distintos. Eu fiquei nos últimos 15 anos no hard news [jornalismo intenso, com notícias quentes, do momento]. Não sei ainda se é no hard news que eu vou ficar. Ainda não posso dizer [quando será a estreia], só posso dizer que tudo tem o seu tempo", desconversa, cheia de mistério.

A carreira de Izabella teve uma grande virada em agosto de 2018, quando ela apresentava a previsão do tempo em três telejornais, de madrugada e pela manhã: Em Ponto, da GloboNews, Hora Um e Bom Dia Brasil, na Globo. Numa edição, a repórter teve um branco ao vivo e não conseguiu dizer qual é a capital do Paraná.

Izabella foi diagnosticada com burnout, síndrome caracterizada por sintomas como fadiga, cansaço constante, distúrbios do sono, dores musculares e de cabeça, irritabilidade, alterações de humor e de memória, dificuldade de concentração, falta de apetite, depressão e perda de iniciativa. No caso de Izabella, estava diretamente ligada ao fato de ela trabalhar durante a madrugada.

Na época, a jornalista tirou licença médica para se tratar, mas logo que voltou ao trabalho foi demitida, o que considerou um susto. Após o caso ser levado à Justiça, Izabella foi readmitida em 2019, mas no fim do ano fez um acordo milionário por danos morais e se desvinculou da emissora.

Desde então, ela trabalhou em seu livro, chamado Dá um Tempo!. Lançado na última quinta-feira (20), ele começou a ser escrito em 2017 e reúne 150 entrevistas com profissionais da ciência, do esporte e das artes.

A ideia é oferecer diferentes perspectivas sobre a passagem do tempo e dar dicas para que as pessoas aprendam a dimensionar suas rotinas de forma saudável, sem se sobrecarregarem e sem caírem em "doenças do tempo", como Izabella classifica problemas como depressão e ansiedade, que atingem milhões de brasileiros.

Paralelamente, a jornalista tem produzido muito conteúdo em suas redes sociais sobre saúde mental e, desde junho, também apresenta o jornalístico Primeira Hora na rádio Bandeirantes.

"O que eu sei é que hoje eu represento um profissional que busca a verdade, a informação correta e busca ajudar o maior número de pessoas. Isso me deixa muito feliz, de poder compartilhar informações corretas que podem te ajudar, ajudar sua família, seus amigos. Com isso a gente cumpre nossa missão", declara.

Leia também

Enquete

Você gostou dos primeiros capítulos de Verdades Secretas 2?

Web Stories

+
Como aconteceu acidente com Alec Baldwin que matou fotógrafa no set de novo filmeCinco casais que se formaram no Casamento às Cegas Brasil e você não sabiaElenco de Verdades Secretas 2: Conheça os novos personagens da novelaOutubro Rosa: Conheça cinco famosas que venceram o câncer de mamaAlém de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na política

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas