Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

NOVA VÍTIMA

Isis Valverde faz alerta sobre convite falso de festa em seu nome: 'Não caiam nessa!'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

A atriz Isis Valverde em foto publicada no Instagram

Isis Valverde em foto publicada no Instagram; atriz denunciou golpe em aplicativo de mensagens

REDAÇÃO

Publicado em 8/1/2020 - 10h07

Isis Valverde se tornou mais uma celebridade vítima de estelionatários e fez um alerta sobre um convite falso de festa feito em seu nome. Os golpistas divulgaram que a atriz realizaria uma festa e seria necessário confirmar presença clicando em um link, que rouba todas as informações da conta de WhatsApp. "Não caiam nessa!", pediu a intérprete de Betina em Amor de Mãe.

Pela ferramenta de Stories do Instagram, Isis relatou na noite de terça-feira (7) como era feito o golpe. "Tô aqui hoje pra falar de uma coisa super chata que tá acontecendo. Tem pessoas entrando em contato usando o meu nome, dizendo que vou dar uma festa, um encontro, e que eles vão mandar um link", disse a atriz, que avisou que o golpe era feito pela rede social e pelo aplicativo de mensagens.

"A pessoa precisa confirmar presença clicando nesse link. Gente, clicando nesse link, eles roubam o WhatsApp da pessoa com todos os dados. Uma coisa super chata. Não aconteceu nem com uma, duas, três, nem quatro, mas com muito mais!", ressaltou a funcionária da Globo. 

Isis declarou que se sentiu obrigada em dar o alerta para que ninguém seja lesado pelos golpistas. "Tomem cuidado!", finalizou. Outros famosos já foram vítimas do mesmo golpe, como Giovanna Ewbank, que também alertou seus seguidores e amigos sobre uma festa que, segundo os criminosos, aconteceria em 27 de dezembro no Rio de Janeiro.

Confira o desabafo de Isis Valverde em seu Instagram: 

Golpes semelhantes 

Outros famosos já caíram em golpes praticados por estelionatários. Em dezembro do ano passado, Gretchen teve seu nome usado para vender um falso show e pedir dinheiro por meio de mensagens. A cantora alertou seus fãs pelas redes sociais.

"Estão passando um golpe hoje dizendo que estou fazendo um evento e que estou convidando vocês. É para conseguir o WhatsApp de vocês para pedir dinheiro. Não caiam nessa. É furada", avisou a rainha do rebolado.

Na véspera de Natal, Carolina Dieckmann declarou que usaram o nome dela para pedir dinheiro a amigos que fazem parte da sua lista de contatos. "Nossos WhatsApps estão em perigo", avisou a artista no Instagram. 

"Vamos ficar espertos. Não passe código de WhatsApp para ninguém, não deposite dinheiro para ninguém que esteja pedindo via WhatsApp sem falar com a pessoa antes, sem ter certeza da procedência desse pedido. Estou vendo que isso pode ter acontecido em meu nome", revelou a atriz.

"Tive alguns amigos que passaram por isso recentemente, como Feijão e Martha Nowill, e é isso. Os nossos WhatsApps estão em perigo! Não passe, fale com a pessoa antes, tá? Beijos e feliz Natal", disse Carolina Dieckmann.

Nomes como Celso Portiolli, Preta Gil, Giovanna Ewbank, Paulo Gustavo e o narrador da Globo Luis Roberto também tiveram seus nomes usados por golpistas digitais. Esse tipo de ação é possível quando o criminoso consegue clonar o WhatsApp ou hackear a senha da rede social do artista.

Também acontece de bandidos conseguirem acesso ao celular de uma pessoa anônima e mandarem mensagens para os contatos do hackeado pedindo uma transferência bancária. Como o número é conhecido e a justificativa é a de que o limite diário de transferência já foi excedido, há quem faça o pagamento.

De acordo com uma pesquisa divulgada em agosto por uma desenvolvedora de aplicativos de segurança, o crime de clonagem de WhatsApp já atingiu 8,5 milhões de brasileiros. O levantamento da PSafe revelou que, apenas no primeiro semestre de 2019, foram registradas mais de 134 mil tentativas de roubo de WhatsApp.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no retorno de Amor de Mãe?