Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

VÍTIMA

Dira Paes revela que já foi abusada na juventude: 'Homem meteu a mão em mim'

Reprodução/Instagram

Dira Paes em cenário cinza, cabelo solto e cacheado, com blusa preta cavada

Aos 51 anos de idade, Dira Paes revelou que já foi vítima de abusos dentro e fora da TV

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 25/10/2020 - 8h43

Dira Paes revelou que já foi abusada na juventude por um homem que a abordou na rua. Apesar do susto que levou com o ataque, ela conseguiu reagir e se defender do abusador. "Já aconteceu de estar voltando da escola, e um homem meter a mão em mim. Consegui virar o braço, e ele saiu correndo", declarou.

Aos 51 anos de idade, a atriz da Globo destacou também que foi vítima de diversos tipos de assédio no ambiente de trabalho. E mais uma vez conseguiu reverter a situação. "Tive experiências desagradáveis com diretores, assédios verbais, mas me defendi todas as vezes, instintivamente. Indo embora na hora, por exemplo. A violência nunca me travou. Ainda bem", afirmou ao jornal O Globo.

A artista acredita que, embora o comportamento das pessoas ainda precise passar por várias mudanças, reconheceu que o ambiente artístico tem redemarcado os limites. "Não tem mais tanto espaço para ego, para mau humor. Se você errou, peça desculpas, se possível, imediatamente. Estamos errando e aprendendo."

Ela ainda explicou como lida com as diferenças e a falta de bom senso de algumas pessoas: "Falo com muita gente como se tivesse conversando com o meu filho de 5 anos, ensinando o beabá. O princípio da cidadania, de não fazer com o outro o que não quer que façam com você, é uma coisa que já devia estar clara".

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Celeste atacada por Baltazar em Fina Estampa

Intérprete de Celeste, de Fina Estampa, reprisada até setembro deste ano na faixa das 21h da Globo, Dira Paes reviu as cenas de violência doméstica que a personagem sofria nas mãos do marido, Baltazar, papel de Alexandre Nero.

A história da melhor amiga de Griselda (Lilia Cabral) marcou o país em 2012, na primeira exibição, e fez ainda mais sentido de ser discutida novamente. "Agora, estamos começando a verbalizar com mais consciência. Sabemos o que é uma relação abusiva, temos na boca essas palavras. Na época, não tínhamos", encerrou.


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.