Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

FILM & ARTS

Sem falar espanhol, cantor alemão vive perrengue na Argentina em turnê de tango

DIVULGAÇÃO/FILM & ARTS

Benjamin Appl no documentário Breaking Music, do Film & Arts

Benjamin Appl no documentário Breaking Music, do Film & Arts; barítono alemão desvenda o tango

ELBA KRISS

elba@noticiasdatv.com

Publicado em 25/10/2020 - 6h55

Imagine embarcar em uma viagem às escuras por um país estranho sem falar o idioma local. E com uma missão: aprender tudo sobre um estilo musical com o qual você não está familiarizado. Foi o que Benjamin Appl, famoso barítono alemão, aceitou fazer. Em Breaking Music, documentário da Film & Arts, o artista é visto em uma viagem improvável --e com alguns perrengues-- por Buenos Aires, na Argentina, onde fez a turnê do tango.

Aos 38 anos, Appl é referência no lied, gênero clássico de origem alemã, o que fez ser aclamado pela crítica na Europa. Ele é o narrador do primeiro episódio da série documental, uma produção original do canal da TV paga. Na proposta, ele parte da Alemanha para a América do Sul para explorar as semelhanças entre o seu lied e o tango em apenas seis dias.

O que ele não imaginava é que a viagem se transformaria quase que em um reality show, com direito a pequenos dramas. Logo ao desembarcar em Buenos Aires, ele conhece Isidro Gamarra, seu intérprete na cidade. O rapaz, definido por ele como um típico millennial desinteressado, não sabe nada sobre tango. A primeira dificuldade e a decepção entregam o teor da produção: a série faz o telespectador quebrar os próprios rótulos musicais.

Benjamin Appl e Isidro Gamarra em cena de Breaking Music: turnê do tango na Argentina

"Acho que a coisa mais maravilhosa desse projeto é que não se pode colocar em um perfil. É reality, mas é ficção, é documentário e também é um filme. É um produto completo", entrega Appl ao Notícias da TV.

"Claro, tem um pouco de reality, porque foi muito chocante para mim ser jogado em um lugar estranho, rodeado por pessoas que nunca conheci e não sabendo o que ia acontecer (risos)", se diverte.

"Foi como um reality show, mas tivemos a edição para tirar os grandes escândalos que normalmente acontecem em um programa como esse, porque não queríamos deixar nesse nível (risos)", brinca o alemão.

Absorver ao máximo o tango tem um propósito em Breaking Music. Após a viagem, o barítono expôs sua experiência em um concerto em Berlim, na Alemanha. "Escrevi um diário enquanto estive em Buenos Aires. Toda noite, quando voltava para o hotel, anotava minhas impressões e sentimentos em algumas linhas. E reuni tudo isso na apresentação", relembra.

"A música é uma língua universal para todos nós. É o que conecta todos ao redor do mundo, porque nos causa emoções. Emoção de amar alguém, de perder alguém, todos os tipos de emoções mais profundas. É tão maravilhoso poder expressar isso em uma composição, mesmo você não entendendo uma palavra. Foi o que vivenciei em Buenos Aires, ouvindo tango e não falando espanhol", considera.

"Não sabia nada de tango, para ser bem honesto. Quando cheguei em Buenos Aires, fiquei pensando porque me escolheram (risos). E foi maravilhoso encontrar outros músicos. Para mim, foi a parte mais maravilhosa do documentário: conhecer pessoas e sentir respeito mútuo. Ver que, de alguma maneira, a gente falava a mesma língua mesmo não falando espanhol ou alemão", detalha.

Contagiado pelo ritmo do tango

Nem mesmo os perrengues, como precisar contratar um guia experiente para levá-lo em uma original turnê musical, impediram Appl de se render ao ritmo argentino. Ao final de Breaking Music, o telespectador pode se identificar com ele e com o jovem Isidro, o intérprete desavisado. Se no início ambos sabiam pouco de tango, no fim acabam contagiados pelos compassos.

"Espero que seja um exemplo para as pessoas que forem conferir o documentário. Que elas, talvez, se apaixonem ou, no mínimo, se interessem por tango ou música clássica alemã", deseja o cantor.

Breaking Music faz sua estreia com tango e lied. O canal Film & Arts adianta que há projetos de seguir com a série documental em mais países, com outros estilos musicais e talentos. Marcelo Lezama, gerente de programação do canal, entrega que o Brasil está na sua lista de desejos.

"Estamos procurando artistas tão talentosos e comprometidos como Benjamin. Acho que o segundo episódio pode ser, talvez, na Espanha com o flamenco. E estamos em conversas com um violoncelista brasileiro que está muito interessado. Agora, por causa da Covid-19, não podemos dar certeza de quando filmaremos [uma sequência]. Mas faremos, com certeza", afirma.

Breaking Music estreia na programa do Film & Arts neste domingo (25), às 22h. Confira vídeo com os bastidores e o trailer de Breaking Music:


Leia também

Web Stories

+
Caso Evandro e A Mulher na Janela chegam aos streamings; saiba maisPróximos filmes da Marvel têm Pantera Negra e Os Eternos; confira lista completaAplauso final: Despedida de Paulo Gustavo abala família, amigos e fãsComo fênix, Juliette renasceu dentro do BBB21; relembre a trajetória da finalistaPlanta faz isso? Mesmo sem protagonismo, Camilla chega à final do BBB21

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você gostou dos casais do Power Couple Brasil 5?