Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

CÂNCER E ANEMIA

Com duas doenças raras, Susana Vieira afirma: 'Alegria me mantém saudável'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Imagem de Susana Vieira em seu aniversário de 78 anos

Susana Vieira em seu aniversário de 78 anos; atriz enfrenta duas doenças graves mas mantém alegria

REDAÇÃO

Publicado em 6/9/2020 - 9h53

Há cinco anos, Susana Vieira convive com os diagnósticos de duas doenças complicadas: ela tem Leucemia Linfocítica Crônica e anemia hemolítica. Mesmo assim, a atriz afirmou que usa bons sentimentos para enfrentar estes problemas. "Duas doenças raras e difíceis, mas que com minha alegria e bom humor eu até consigo brincar com isso. Posso continuar vivendo e é essa alegria que me mantém saudável", disse.

A atriz deu entrevista a Serginho Groisman no Altas Horas de sábado (5) e falou sobre sua saúde. "Minha leucemia não pode ser operada, ela é crônica, então eu tenho um câncer como se fosse uma bomba dentro de mim, mas que me estimula a dizer que vou vencer, que isso não me pertence", explicou ela.

"Quando soube que estava com uma doença que podia ser fatal, a primeira coisa que perguntei foi: 'Eu vou morrer?'. O médico falou friamente: 'A senhora está com uma leucemia linfocítica'. E depois perguntei: 'Quanto meses eu tenho?'", relatou a atriz, que completou 78 anos no último dia 23.

Susana confessou que não achou que uma situação dessas poderia acontecer em sua vida, uma vez que ela cuida muito de seu corpo e seu bem-estar. "Eu sou, talvez invejada, pela minha energia, meu alto astral, porque não envelheci como naturalmente as pessoas envelhecem... Corro atrás da minha saúde, vou nos melhores médicos, faço academia, alongamento, balé", desabafou Susana.

Renata Sorrah, que também foi entrevistada no programa, apoiou a amiga: "Tão bom ver você com essa alegria. Você transborda beleza, tudo. Vence qualquer doença, tenho certeza", assegurou.

Amigas na vida, rivais na ficção

Susana e Renata contracenaram em Senhora do Destino (2004), interpretando a protagonista Maria do Carmo e a vilã Nazaré Tedesco, respectivamente. Elas relembraram o sucesso que fizeram na novela.

"Foi uma vilã que eu amei fazer porque ela tinha humor. Ela era engraçada e se achava o máximo, matava as pessoas, jogava elas pela escada", comentou Renata.

"Nunca faria a Nazaré como a Renata fez", afirmou Vieira, que inicialmente havia sido cotada para viver a vilã. "Ninguém faz nada sozinho, Susana, só foi bacana porque tinha a Nazaré e a Maria do Carmo", respondeu Renata.

"Em toda dramaturgia, as vilãs são preciosas porque elas fazem a história andar. Fazer uma vilã é muito interessante. A gente acaba virando meme [risos]. Fiquei com essa fama de falar a verdade na frente de todo mundo", disse a intérprete de Nazaré, comemorando a repercussão da personagem até os dias de hoje.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do início do BBB21?