Fé e positividade

Com câncer, Susana Vieira pede a Deus um milagre no Natal; saiba qual

Divulgação/TV Globo

A atriz Susana Vieira faz tratamento contra o câncer há três anos e quer ter saúde em 2019  - Divulgação/TV Globo

A atriz Susana Vieira faz tratamento contra o câncer há três anos e quer ter saúde em 2019

REDAÇÃO - Publicado em 23/12/2018, às 08h13

Com leucemia, Susana Vieira vai reunir toda a família em sua casa no Natal. Aos 76 anos, a atriz afirma que pela primeira vez vai pedir um presente para si a Deus: "Quero saúde para levar uma vida normal". A veterana revela que neste ano as festas de fim de ano têm um sabor especial, já que estava saindo de uma internação nessa época no ano passado.

Perguntada sobre qual milagre pediria, ela vai direto ao assunto. "Na noite desse Natal, eu pediria que Deus me protegesse e mantivesse a minha doença estável para que eu pudesse seguir minha vida trabalhando", confessa Susana.

Em entrevista ao colunista Leo Dias, do jornal O Dia, a atriz disse que não pode faltar rabanada em seu Natal. O que ela mais gosta é de preparar a decoração da casa. "Gosto de muitas luzes, árvore de Natal, o presépio. Me preocupo com a arrumação dos quartos, da casa e da decoração de um modo geral. Recebo muita gente. Me preocupo com as flores e os enfeites."

Ela matém uma tradição desde que sua mãe fazia o Natal na casa dela, a de ir ao ar livre para olhar o céu e esperar um trenó passar.

"É óbvio que o trenó não passava, mas ela dizia que passava. Então, a gente corria para lareira da nossa casa, lá na rua Michigan, em São Paulo, e meu pai enchia a lareira de presentes. Eu estou numa casa 60 anos depois que tem uma lareira e eu faço isso hoje. Repito o mesmo ritual da minha mãe", disse.

Outra coisa que não pode faltar na noite do desta segunda (24) é a oração. Ela conta que puxa a reza ou chama algum familiar para fazer isso. O principal, afirma a atriz, é agradecer a Deus. "Os homens da família ficam meio encabulados nessa hora. É engraçado isso", conta a sempre espirituosa Susana.

O Natal de 2018 tem um sabor diferente porque no ano passado ela organizou nada em sua casa. Conta que ia passar o Natal em João Pessoa. "Só que eu estava hospitalizada e tive alta no dia de Natal. Então meu filho Rodrigo Vieira, a Ketryn Goetten [mulher dele] e eu viemos para a minha casa. Meu filho comprou uma ceia pronta e nós almoçamos", lembra.

Susana com filho, Rodrigo Vieira, e da nora, Ketryn Goetten (Vinicius Mochizuki/Divulgação)

Este ano, não, Susana vai contar com toda a família que estava lhe esperando em João Pessoa no Rio de Janeiro. "São minhas irmãs, sobrinhas e meus irmãos todos. Além disso, minha sobrinha Bianca adotou um menino chamado Cristiano e ele vai estrear na nossa família no Natal", fala. 

Na virada do ano ela irá para uma comunidade pacificada no Rio de Janeiro de frente ao mar. Vai passar no Mirante do Vidigal pela segunda vez. "Minha sobrinha Bianca tem um hotel, é chamado de Hotel do Arvrão, porque lá tem uma árvore enorme. É um espetáculo maravilhoso. A gente consegue ver todas as festas da orla, desde a Barra até Copacabana. Minha família estará toda lá", resume. 

Diagnosticada com leucemia há três anos, ela só tornou público que tem câncer neste ano, em uma gravação do Domingão do Faustão. Revela que ficou mais cautelosa após descobrir a doença. Não pega mais de um trabalho ao mesmo tempo.

"Meu corpo mostrou que eu estava precisando de uma parada. Eu acho que fiquei mais assustada com a vida. Eu era mais corajosa", revela. 

Afirma que não escondeu sua doença. "Mas as palavras leucemia e câncer são muito pesadas. O médico disse que eu ia conviver porque era uma doença crônica. Eu não podia fazer o transplante de medula. Na gravação do especial do Faustão, as pessoas me perguntavam quando eu voltaria às novelas e eu resolvi falar." 

Ela declara que nunca ficou se lamentando. "Tirar alguma coisa boa da situação de uma doença é muito difícil. A coisa grande é que a minha doença veio branda. Tive a companhia alegre da minha nora, meus cachorros. A coisa boa é não achar que vai morrer. Eu aguentei muito bem conviver sabendo que eu não era tão forte quanto eu achava. De repente eu fiquei pensando em por que eu, que cuido tanto da minha saúde, peguei essa doença? Então eu descobri que existem coisas que não tem explicação", confidencia Susana.

Questionada se em algum momento achou que não daria conta, ela responde que teve sim um momento.

"Assim que eu entrei no hospital, fui pro CTI [Centro de Terapia Intensiva] e me disseram que não estavam encontrando um sangue compatível com o meu. Quando a hematologista disse que eu precisava fazer uma transfusão porque eu estava com uma anemia muito alta, eu perguntei se eu ia morrer. Ela me disse que, se eles não achassem o sangue, eu corria risco de vida", recorda-se.

E completa: "Aí eu achei que não ia dar conta. Mas achei que eles não iam dar conta. Eu estava prontinha pra receber o sangue", fala, rindo. 

Em 2019, Susana pretende fazer um trabalho maravilhoso para voltar a se exibir como sempre fez. "Fui convidada para uma série escrita por Miguel Falabella. Começamos a gravar em abril. As protagonistas são duas mulheres: Arlette Salles e eu."

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Com quem Maria da Paz deve ficar em A Dona do Pedaço?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook