POLÊMICA DA EDIÇÃO

Leifert quebra o silêncio sobre racismo e intolerância no BBB19: 'Em avaliação'

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

No BBB19 de quinta, Tiago Leifert falou pela primeira vez sobre declarações polêmicas dos participantes - REPRODUÇÃO/TV GLOBO

No BBB19 de quinta, Tiago Leifert falou pela primeira vez sobre declarações polêmicas dos participantes

VINÍCIUS ANDRADE - Publicado em 15/02/2019, às 00h52

Pela primeira vez, Tiago Leifert falou sobre as investigações que apuram declarações de racismo e intolerância religiosa no BBB19. No programa ao vivo desta quinta (19), o apresentador informou que a Globo já enviou os vídeos para a Polícia Civil do Rio de Janeiro com as falas consideradas ofensivas. Segundo ele, as autoridades vão avaliar os casos.

Leia também: Elana e Danrley continuam como líderes do BBB19; próxima votação será aberta

"Preciso falar uma coisa com vocês, sobre algo que tem acontecido principalmente nas redes sociais. Durante esse primeiro mês de Big Brother Brasil 19, alguns comentários feitos dentro da casa ofenderam algumas pessoas. Muitas vezes, os próprios participantes discutiram e se corrigiram. Outras vezes, o comentário passou batido lá dentro, mas não aqui fora", explicou Leifert.

No início desta semana, a Decradi (Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância) do Rio de Janeiro abriu inquérito para apurar declarações polêmicas de Paula von Sperling e Maycon Santos.

"Os vídeos contendo as falas consideradas ofensivas foram enviados às autoridades competentes e estão em avaliação. Dependendo do parecer dessas autoridades, o programa tomará providências como sempre fez", disse.

No Big Brother Brasil 19, o participante Vanderson Brito foi expulso na segunda semana de confinamento para prestar depoimento à Polícia. Ele era alvo de três inquéritos na Deam (Delegacia de Atendimento às Mulher) do Acre.

"Nós, da TV Globo, acreditamos que o diálogo é o melhor caminho. Há dois anos temos uma campanha que diz que tudo começa com respeito. A diversidade é um dos pilares da empresa e isso fica claro na nossa programação. É nisso que a gente acredita. Por enquanto, vamos seguir o jogo, mas com o olhar sempre atento. Muito obrigado a todos vocês que se manifestaram neste tempo. Nós estamos ouvindo, nós estamos com vocês", finalizou Tiago Leifert.

O discurso foi um mea-culpa da Globo, acusada por internautas de proteger os participantes que disseram as frases polêmicas ao não mostrar alguns dos comentários considerados preconceituosos no programa que vai ao ar na TV aberta.

Investigados pelas declarações de intolerância religiosa, Paula e Maycon foram assunto outras vezes por posicionamentos contraditórios durante o confinamento. O vendedor de queijos é alvo de inquérito na Polícia Civil por apologia a maus-tratos a animais e zoofilia, e a advogada mineira foi acusada de racismo ainda nas primeiras semanas de programa.

Últimas de BBB19

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Que reality show você pretende assistir agora?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook