Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

TERMOS QUE OFENDEM

'Patroa' de Anitta integra lista longa de definições machistas do Google; veja quais

Reprodução/Instagram

Anitta de cabelo solto, com biquíni colorido e óculos rosa na testa

Anitta levantou discussão sobre definições machistas no Google; cantora criticou o significado de "patroa"

MARÍLIA BARBOSA

marilia@noticiasdatv.com

Publicado em 20/9/2020 - 6h50
Atualizado em 22/9/2020 - 12h33

Anitta reacendeu uma discussão de 2019, quando veio à tona que a palavra "professora" foi definida no Google como, entre outros significados, "prostituta". A cantora de Bang agora se deu conta de que o termo "patroa" era apontado apenas como "mulher do patrão" e "dona de casa", e protestou para que esse conteúdo fosse alterado.

A plataforma digital mostra o significado da palavra "patrão" divulgado pelo dicionário da Oxford como "proprietário ou chefe de um estabelecimento privado comercial, industrial, agrícola ou de serviços, em relação aos seus subordinados; empregador; chefe de uma repartição pública".

Já Luísa Sonza reclamou que "mulher-solteira" aparecia na plataforma como "prostituta, meretriz", enquanto "homem-solteiro" é simplesmente aquele "que ainda não se casou".

O Notícias da TV foi atrás para saber como são escolhidos os significados do dicionário do Google, e percebeu que este não é o único termo com definição machista no maior site de buscas do mundo.

Confira abaixo a lista com alguns exemplos:

- "Patroa": Mulher do patrão; dona de casa.

- "Vadia": Pessoa do sexo feminino que é promíscua; pessoa do sexo feminino que tem muitos casos amorosos.

- "Vaca": Mulher de vida devassa.

- "Babaca": Substantivo feminino - Vulva (Parte externa dos órgãos genitais femininos).

- "Cadela": Mulher pouco digna ou de comportamento ou hábitos reprováveis.

- "Puta": Qualquer mulher lúbrica que se entregue à libertinagem.

Google se isenta da culpa

Procurado pela reportagem, o Google explicou que as definições exibidas na plataforma são de responsabilidade dos dicionários da Oxford University Press. Segundo a explicação da empresa, o guia de palavras fornece ao usuário não só definições universais, como também expressões regionalistas.

Porém, quando a reclamação chega até os canais do site de buscas, o processo interno fica responsável por passar a informação aos autores do conteúdo.

"Como o Google não é especialista em idioma, a Oxford é responsável por este conteúdo. Quando as pessoas mostram quais são estes termos, a gente passa esse feedback e eles analisam internamente se atualizam ou não, e o Google reflete o que eles decidem. A gente não pode remover. O Google não é produtor de conteúdo. Isso reflete do jeito que está no dicionário hoje, infelizmente", explica a empresa por meio de sua assessoria de imprensa.

Sobre os termos "patroa" e "mulher-solteira", o Google informa que já foram alterados. Confira a nota completa abaixo:

"Nossa missão é tornar as informações acessíveis e úteis para todos. Trabalhamos com conteúdo licenciado de dicionários parceiros para ajudar nossos usuários a encontrarem de forma fácil informações sobre palavras na Busca. Não editamos nem removemos as definições fornecidas pelos nossos parceiros que são os especialistas em idiomas."

"No caso dos significados das palavras 'patroa' e 'mulher-solteira', a Oxford Languages, nossa parceira que trabalha com uma das editoras mais tradicionais de dicionários no Brasil, determinou que ambas definições não refletem mais o uso moderno da língua portuguesa falada pelos brasileiros e não são usadas o suficiente para para serem incluídas nos resultados de significados. As definições foram atualizadas pela Oxford Languages e as mudanças já estão refletidas nos resultados de dicionário exibidos na Busca."

Quando questionada a respeito das demais palavras mencionadas na lista acima, a assessoria do Google afirma que a Oxford já está sabendo do caso e aguarda alteração. "Eles estão analisando as definições neste momento. E segue um processo semelhante de revisão."

O que diz a Oxford?

No site oficial do dicionário da Oxford, pode-se ter acesso a um texto no qual a empresa explica como as reclamações dos usuários são atendidas.

"Recentemente, fomos questionados por usuários incomodados com algumas definições exibidas em português, para termos como 'patroa' e 'mulher-solteira'. Levamos esse tipo de preocupação extremamente a sério, e por isso fizemos uma ampla revisão dessas definições", inicia a nota.

"Nossos dicionários não determinam como a língua é usada, e sim, refletem esse uso. Isso significa incluir palavras que podem ser consideradas ofensivas, mas que ainda estão em uso. A ideia é oferecer um retrato preciso e detalhado do idioma como um todo. Um exemplo: um usuário pode estar lendo um romance escrito no início do século 20, e queremos ajudar essa pessoa a encontrar e entender termos que hoje podem parecer estranhos", explica.

A Oxford também informou em detalhes as trocas pelas definições de "patroa" e "mulher-solteira".

"No caso do termo 'patroa', a definição não estava mais refletindo o uso contemporâneo pelos falantes de português do Brasil, e por isso esse verbete foi atualizado em nome da precisão. No caso de 'mulher-solteira', a pesquisa mostrou que a definição exibida ainda reflete o uso da expressão em algumas regiões do país, mas percebemos que a forma de apresentar a definição poderia levar a uma compreensão equivocada e confusa, e por isso ela foi retirada", completa.

Atualmente, é possível ver a definição já atualizada nos resultados exibidos na busca do Google. "Patroa" está definido agora como: "Proprietária ou chefe de um estabelecimento privado comercial, industrial, agrícola ou de serviços, em relação aos seus subordinados; empregadora". 

A instituição divulgou um novo comunicado nesta semana. Confira na íntegra abaixo:

"Na Oxford Languages, levamos as preocupações dos usuários sobre os dados do nosso dicionário muito a sério e atualmente estamos revisando as definições em questão. Trabalhamos muito para garantir que os dados do dicionário reflitam a forma como a linguagem é usada na vida real, mesmo quando isso signifique incluir termos ofensivos (que sempre devem ser claramente identificados). O feedback do usuário nos ajuda a identificar onde as definições precisam ser revisadas, atualizadas ou rotuladas para garantir que reflitam o uso contemporâneo e real. Estaremos realizando uma revisão mais sistemática de vários temas em evolução cultural dentro do dicionário para garantir que reflitam o uso e as perspectivas atuais. Todas as atualizações necessárias serão feitas o mais rápido possível."

TUDO SOBRE

Anitta


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?