Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

DESCONSTRUÍDO

O que é lugar de fala? Professora de Fiuk explica expressão usada por ele no BBB21

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Imagem de Fiuk de bandana, segurando uma caneca, no BBB21

Fiuk no BBB21; ator tem usado muito a expressão "lugar de fala" para defender Lumena Aleluia

PAOLA ZANON

paola@noticiasdatv.com

Publicado em 16/2/2021 - 7h15

Uma das expressões mais usadas por Fiuk nas primeiras semanas do BBB21, "lugar de fala" foi empregada de maneira banal pelo cantor em diversos momentos do reality. Uma das vezes, por exemplo, foi quando Carla Diaz tentou se aproximar de Lumena Aleluia e desabafou com ele sobre o fracasso da tentativa. "Você precisa entender o seu lugar de fala", aconselhou o filho de Fábio Jr.

No entanto, em uma conversa com João Luiz Pedrosa, Carla entendeu que não havia invadido o lugar de fala de ninguém e que, muitas vezes, as pessoas confundem o que é o tal lugar de fala. Uma das professoras contratadas por Fiuk para se preparar para o programa de confinamento, Carol Sodré, que deu aulas de História do Brasil com ênfase em colonialismo, explica ao Notícias da TV o que a expressão significa.

"O Estado nos enxerga como corpos políticos. Se você é um homem branco, terá uma leitura, se for uma mulher negra, terá outra. O lugar de fala é o termo que surge a fim de identificar esse lugar que é designado para cada corpo na sociedade", ensina a professora, especialista em relações étnico-raciais.

Segundo Carol, as experiências de vida acabam se tornando coletivas, o que faz com que a sociedade se divida em grupos de hierarquia social que se identificam entre si. "Pessoas com o mesmo lugar de fala constituem um grupo. A posição de cada grupo é fortemente atravessada por uma construção racial, social e patriarcal", continua a educadora.

Sendo assim, lugar de fala é a propriedade que um grupo tem para falar sobre as próprias vivências. No entanto, o uso demasiado da expressão acaba a tornando banal. "Todo termo que se populariza é banalizado. Assim como 'feminismo' e 'machismo' se popularizaram e foram distorcidos, agora é a vez de 'lugar de fala' e 'racismo' ocuparem posição de desgaste", afirma Carol.

No entanto, a professora sinaliza que, mesmo que a expressão seja usada em excesso no BBB21, Lumena pode ter se sentido invadida de verdade pela tentativa de aproximação de Carla. Porém, é difícil afirmar isso com certeza. "Essa questão é muito pessoal. É complicado julgar como certo ou errado, porque vai da percepção de cada um", diz ela.

"Com a banalização do termo, basicamente tudo pode ser manipulado dependendo de quem e como fala, vai além da intenção de cada um. Carla pode ter tido a melhor ou a pior das intenções, mas pouco importa, pois quem recebeu a fala foi Lumena, que pode interpretá-la de várias formas", explica a professora.

Carol ainda esclarece que a invasão do lugar de fala ocorre quando a pessoa que o representa se sente atacada. "Uma pessoa invade o lugar de fala da outra quando ela fala sobre uma pauta ou vivência que não faz parte do seu espaço de experiência", finaliza a educadora.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no retorno de Amor de Mãe?