Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

NARCISISMO

Medo da rejeição de Tiago Abravanel está associado a condição psicopatológica

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Tiago Abravanel faz oração antes de apertar o botão de desistência do BBB 22

Tiago Abravanel faz oração antes de apertar o botão de desistência do BBB 22 no domingo (27)

IVES FERRO

ives@noticiasdatv.com

Publicado em 28/2/2022 - 6h27
Atualizado em 28/2/2022 - 12h00

A desistência de Tiago Abravanel do BBB 22 foi causada por situações do confinamento que fizeram o ator ficar desconfortável. A solidão e a ameaça de sofrer rejeição ao virar alvo de um paredão foram as principais delas. O ator apresentou traços de narcisismo, condição psicopatológica que atinge pessoas com baixa tolerância a frustrações, rejeições e contrariedades.

O psicólogo Alexander Bez explica ao Notícias da TV que essas reações em situações desagradáveis geram comportamentos impulsivos, a exemplo da saída repentina do cantor e apresentador. No programa Jornada Astral, da HBO Max, Abravanel revelou que tinha pavor da rejeição. 

A conduta de não aceitar isso também pode estar relacionada a fatores externos, como a criação familiar. "É uma outra situação, que pode ter uma reeducação psicológica através de um processo psicoterápico. Vale sempre mencionar que o BBB é um jogo. Se não houver toda uma preparação mental e psicoemocional previamente estabelecidas, a permanência nesse jogo não será frutífera", afirma.

Após a desistência de Abravanel, o clima na casa foi de luto pela perda de um amigo. Os brothers usaram a todo o tempo termos como "deveria ter feito algo", "parecia uma despedida" e "ele não deu sinais". O especialista indica que essas ações são uma forma de tirar de si mesmos o peso da culpa para causar boa impressão a quem assiste.

"São reações projetadas em relação à própria ação tomada. Essas frases podem ser psicologicamente compreendidas como desculpas, isenções psicológicas para se eximir de uma culpa já perceptível, e assim não demonstrar também antipatia ou qualquer outra conotação negativa ao público", declara.

Bez também aponta que o botão de desistência do BBB 22 tem uma proposta de atingir diretamente o psicológico dos participantes: "O BBB é composto por partidas semanais, faz parte do jogo. Ser autêntico na conduta é a melhor opção para não ter remorsos, culpas ou quaisquer outras pautas emocionais negativas. Independentemente de quem tenha ou não ido embora".

Antes do artista, Maria também deixou o Big Brother Brasil. A atriz foi expulsa por agredir Natália Deodato durante a dinâmica do Jogo da Discórdia. Das duas baixas, a do neto de Silvio Santos causou mais choque no elenco do reality show. Para o psicólogo, o principal motivo disso foi a culpa.

"Ninguém destrói o sonho de ninguém, as ações têm que ser reais e um jogador não deve se prejudicar pensando ter contribuído para uma pessoa mais fragilizada ter perdido a oportunidade, por não aguentar a pressão e assim ter desistido. O verdadeiro choque no BBB é quando alguém se retrai para favorecer outra pessoa. Saber lidar com frustrações e pressões, sendo honestos em suas atitudes é a chave para ir até o final", enfatiza.


Saiba tudo sobre o BBB 22 com o podcast O Brasil Tá Vendo

Ouça "#68 - Os maiores inimigos do BBB22" no Spreaker.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube para conferir nossos boletins diários, entrevistas e vídeos ao vivo sobre reality show:


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.