Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

PROTESTO

Web resgata vídeo de Boechat para detonar gafe da CNN Brasil sobre 'vandalismo'

Reprodução/Band e Reprodução/CNN Brasil

Ricardo Boechat de terno preto e gravata dourada; Monalisa Perrone de blusa cinza

Ricardo Boechat (1952-2019) foi resgatado falando sobre vandalismo; Monalisa Perrone corrigiu gafe

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 21/11/2020 - 9h59

Ricardo Boechat (1952-2019) foi parar nos assuntos mais comentados do Twitter, neste sábado (21), após os internautas resgatarem um vídeo dele dando opinião sobre o que considerava vandalismo. A ideia era detonar a CNN Brasil, que descreveu como algo semelhante a uma baderna os atos contra o assassinato de um homem negro por seguranças em um supermercado no Rio Grande do Sul.

No vídeo, o jornalista, que morreu em fevereiro de 2019 vítima de um acidente de helicóptero, afirmou que, para ele, vandalismo nada tem a ver com depredação.  

"Eu sou favorável a arranhar carro de autoridade, a jogar ovo, revolta, quebra-quebra. 'Ah, mas isso é vandalismo'. Vandalismo é o cacete! Vandalismo é matar o meu filho dentro de um hospital público", disparou ele, sobre o assunto em outro contexto.

Os internautas acreditam que a fala de Boechat serviu como uma lição ao canal de notícias, que trocou a palavra "manifestantes" por "vândalos" em uma postagem no Twitter. A publicação mostrava vidros quebrados e portões destruídos em uma filial da rede de supermercados em que João Alberto Silveira de Freitas foi morto, na noite da última quinta-feira (19).

Após os telespectadores questionarem por que os manifestantes viraram "vândalos" enquanto os assassinos de João Alberto ainda eram chamados de "seguranças", a CNN retirou a publicação do seu perfil da rede social.

Postagem da CNN Brasil que foi apagada (Reprodução/Twitter)

A repercussão negativa do caso aumentou quando a apresentadora Monalisa Perrone voltou no Expresso CNN com quatro jornalistas brancos para discutir racismo estrutural. A situação gerou mais críticas, e a jornalista se posicionou ao vivo.

"Estamos aqui, quatro pessoas brancas falando. Não estamos no lugar de fala", disse ela, que corrigiu a frase publicada anteriormente: "Manifestação com invasão de vândalos".

Confira algumas reações abaixo:


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?