Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

PEDRO LINS

Apresentador da Globo segura choro ao citar seu pai no Dia da Consciência Negra

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Imagem de Pedro Lins no NE1 e, ao fundo, foto do pai do jornalista no telão

Pedro Lins e seu pai, Pedro Lins de Sousa, durante homenagem no NE1 ao Dia da Consciência Negra

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 20/11/2020 - 17h40

Pedro Lins, apresentador do NE1, da Globo Pernambuco, segurou o choro ao homenagear o pai no Dia da Consciência Negra. Nesta sexta-feira (20), o jornalista comentou sobre a importância das origens dos cidadãos e destacou a história do seu patriarca entre os agradecimentos à população negra.

"Neste Dia da Consciência Negra a gente também reforça o quanto é importante você se aceitar do jeito que é. Ter orgulho da sua história, das suas origens", afirmou Pedro ao convidar os telespectadores do jornal a refletirem sobre quem são as pessoas que eles admiram.

"Vou pedir licença para começar essa homenagem com a foto de alguém que foi fundamental para a minha vida. Esse aqui é o meu pai, Pedro Lins de Sousa. Ele não teve as mesmas oportunidades que tive. Não pode estudar porque tinha que trabalhar, mas batalhou a vida toda para que todos os 11 filhos tivessem uma vida melhor que a dele", complementou o jornalista, enquanto a foto do patriarca era mostrada no telão do jornal.

Neste momento, Pedro ficou com a voz embargada e se emocionou com o relato. Minutos depois, ele retomou as homenagens com um discurso sobre a atual data: "Hoje é mais um dia para reforçar uma luta que é diária. A luta por igualdade, oportunidade, dignidade. Dizer que o racismo não existe é querer fugir de uma responsabilidade que todos nós temos, o respeito ao ser humano".

"Olhar o outro não pela cor da pele, mas pelo caráter, trabalho, capacidade de demonstrar afeto e sentimento. Foram quase quatro séculos de um covarde e cruel período de escravidão. Uma história que separou brancos e pretos, que deu oportunidade para o branco estudar e obrigou o preto a trabalhar. Hoje eu, você, todos nós temos a oportunidade de fazer diferente e escrever uma nova história", prosseguiu.

"Lutar por um mundo justo tem que ser uma missão de todos nós. O combate ao racismo, a intolerância, ao preconceito, deve começar dentro da gente, revendo as nossas atitudes, nossas conversas. Que possamos enxergar a beleza do outro nos mínimos detalhes. E que haja sempre respeito e oportunidade", concluiu Lins.

Confira o vídeo com o discurso de Pedro Lins:

TUDO SOBRE

Globo

Racismo


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?