Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Bastidores da notícia

Sheherazade pensou que seria demitida; governo pressionou SBT

Lourival Ribeiro/SBT

Rachel Sheherazade na redação de jornalismo do SBT; âncora do SBT Brasil pensou que seria demitida - Lourival Ribeiro/SBT

Rachel Sheherazade na redação de jornalismo do SBT; âncora do SBT Brasil pensou que seria demitida

DANIEL CASTRO e PAULO PACHECO

Publicado em 15/4/2014 - 12h44

A jornalista Rachel Sheherazade comentou com colegas do SBT, logo após reunião com a cúpula da emissora, ontem (14) à tarde, que pensou que seria demitida. A jornalistas do SBT Brasil, ela afirmou que "saiu barato" ter sido apenas censurada.

Logo após a reunião entre Sheherazade com José Roberto Maciel (vice-presidente do SBT) e Marcelo Parada (diretor de jornalismo), o SBT emitiu nota oficial comunicando que a jornalista e seu colega de bancada, Joseval Peixoto, não irão mais emitir opiniões pessoais nos telejornais da emissora. O SBT irá se manifestar apenas via editoriais, quando achar necessário.

Na nota, o SBT afirmou que Sheherazade e Peixoto não farão mais comentários para preservá-los "em razão do atual cenário criado recentemente", mas o Notícias da TV apurou que a medida foi tomada sob pressão do governo federal. Há duas semanas, Marcelo Parada se reuniu em Brasília com o ministro da Secretaria de Comunicação Social, Thomas Traumann. Na ocasião, Traumann manifestou desconforto com os comentários de Sheherazade. O ministro controla as verbas do governo federal, que investe cerca de R$ 150 milhões em publicidade por ano no SBT.

Em entrevista ao Notícias da TV, ontem, por telefone, Rachel Sheherazade afirmou que não acredita que tenha sido vítima de censura e diz que continuará emitindo comentários por outros meios, como a internet. Mais tarde, por e-mail, a jornalista reforçou sua opinião: "Posso usar as redes sociais para continuar fazendo o que eu fazia no horário nobre: colocar o dedo na ferida. Quando e se a emissora quiser minhas opiniões, volto a falar".

O SBT não confirma que teve pressão do governo federal para cortar os comentários de Rachel Sheherazade. A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República não comentou.

LEIA TAMBÉM:

'Se o formato do jornal mudar, eu não mudo', diz Rachel Sheherazade

SBT corta comentários de Rachel Sheherazade, que volta hoje

Silvio Santos desmarca gravação e adia retorno ao Roda a Roda

Equipe de novo humorístico da Globo temia censura da emissora

Mais quente, Em Família recupera audiência e crava 30 pontos em SP

Em Família: Autor reescreve cenas e transforma briga em barraco

Ibope tem falha na coleta de dados e erra audiência do SBT do domingo

Em Família: Luiza termina namoro com André para ficar com Laerte

Silvio Santos quer programa ao vivo e ameaça demitir Portiolli e Eliana

Aplicativo do reality Supestar falha novamente e revolta internautas

Para tirar novela da UTI, autor alivia peso de doenças de Em Família

Ilha de edição do Esquenta pega fogo e atração programas da Globo

Globo relança em Família com atrizes chorando nos intervalos

Em Família: Alice visita presídios em busca do pai estuprador da mãe


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou dos participantes do BBB21?