SILVIO GUINDANE

Sem emprego fixo, ator aparece na Fox, Multishow, Globo, Globoplay e Netflix

Reprodução/Multishow/Fox e Maurício Fidalgo/TV Globo

Montagem com fotos do ator Silvio Guindane em três séries diferentes: Vai que Cola (Multishow), 1 Contra Todos (Fox) e Segunda Chamada (Globo)

Silvio Guindane nas séries Vai que Cola (Multishow), 1 Contra Todos (Fox) e Segunda Chamada (Globo)

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 10/04/2020, às 05h31

A estratégia da Globo de acabar cada vez mais com contratos a longo prazo e fechar acordos por obra preocupa artistas com medo do desemprego. Silvio Guindane, porém, não tem do que reclamar: mesmo sem trabalho fixo, ele conseguiu emplacar projetos não apenas na líder de audiência (onde atua em Segunda Chamada), mas também na Fox (1 Contra Todos), Multishow (Vai que Cola), Netflix (3%) e Globoplay (A Divisão).

"É claro que ter o contrato fixo dá um conforto financeiro, e eu fui muito feliz quando estive nesse lugar [ele foi funcionário da Globo e da Record]. Mas, mesmo naquela época, eu já tocava meus projetos pessoais, no teatro, na TV paga, para ter mais liberdade. Agora, por causa do meu processo de maturidade e com muita reflexão, tomei a escolha de abrir mão", conta ele ao Notícias da TV.

Guindane admite que sentiu um medinho ao se ver dependente de conseguir papéis para receber um salário no fim do mês. "É arriscado, óbvio, mas em determinado momento da minha vida eu tive essa vontade. Chegou um momento de voltar para onde eu comecei, eu fazia muito cinema... Trabalhei com produção independente quase que a minha vida inteira e sempre consegui me sustentar (risos)", minimiza.

Uma das vantagens de não ter acordos longos com uma emissora é a possibilidade de ir atrás de papéis que realmente sejam desafiadores e não sentir a obrigação de aceitar algo apenas para cumprir tabela.

"Eu me sinto mais vivo, mais criativo, e estou mais inteiro em cada papel que faço porque são projetos que eu escolhi. Está sendo uma renovação. E acho que é proveitoso para todo mundo, eles não precisam ficar pagando para alguém que talvez nem queira estar lá", justifica.

O ator de 36 anos ainda se esforça para conseguir personagens bem diferentes um do outro. Assim, ele pode aparecer na TV tanto como o afeminado presidiário Mãe, de 1 Contra Todos, o divertido pegador Lacraia, do Vai que Cola, o corruptível Elano, de 3%, ou o honesto delegado Mendonça, de A Divisão.

Já em Segunda Chamada, ele vive Marco André, professor de Artes idealista que nunca deu aula no ensino público e leva um choque de realidade ao chegar na Escola Estadual Maria Carolina de Jesus. No decorrer da primeira temporada, o mestre se envolve com Sônia (Hermila Guedes) e tenta ajudá-la a se livrar do marido, em uma história tensa de violência doméstica.

Silvio estava gravando a segunda leva de episódios da atração, prevista para o fim de setembro, quando os trabalhos foram interrompidos devido à pandemia do novo coronavírus, que fez a Globo paralisar todos os projetos do Entretenimento.

Enquanto espera para voltar à escola da ficção, Guindane está no ar com a quarta e última temporada de 1 Contra Todos, série que teve quatro indicações ao Emmy Internacional e virou a aposta da Fox para entreter seu público na quarentena.

Na atração criada e dirigida pelo cineasta Breno Silveira, o ator interpreta Abelardo, mais conhecido como Mãe, que criou uma amizade com Cadu (Julio Andrade) na cadeia, mas atualmente está bem mais próximo de Malu (Julia Ianina), ex-mulher do protagonista que tenta seguir sua vida sem ele.

"Acho linda essa curva do Mãe, de poder descobrir mais sobre o passado dele. Eu nunca esperei que criaria essa relação com a Malu, porque na primeira temporada era uma personagem completamente distante dele. Mas o Breno sempre traz essas surpresas, as narrativas dele têm muita força na dramaturgia", conta.

Desconectado

Sem estar nenhuma rede social, o ator acompanha a repercussão de seu trabalho de longe ou quando algum amigo lhe repassa as mensagens recebidas. O fenômeno 1 Contra Todos, porém, recebeu uma atenção especial.

"Virou algo muito forte enquanto obra, tem um apelo internacional que eu nunca tinha vivenciado antes. E isso porque não é uma série sobre política, sobre crime, nada disso. É sobre pessoas, sobre as relações humanas. O tráfico, a cadeia e Brasília são apenas planos de fundo para mostrar como esses personagens se relacionam. E isso o Breno sabe fazer melhor do que ninguém", elogia.

Os novos episódios de 1 Contra Todos vão ao ar todas as sextas, às 22h30, na Fox. As três temporadas anteriores estão disponíveis no aplicativo do canal e também no Globoplay. Confira o trailer da quarta temporada:

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual novela a Globo deve passar após Fina Estampa?
A Favorita (2008)
33.63%
Amor à Vida (2013)
21.26%
A Força do Querer (2017)
16.59%
Vou torcer pela volta de Amor de Mãe
28.52%

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook