Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

NOVA FASE

Rede Brasil chega ao fim, dá espaço à Igreja Universal e prepara 'renascimento'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Luciano Faccioli e Hermano Henning são apresentadores na RBTV

Luciano Faccioli e Hermano Henning são apresentadores na RBTV, que deixará de existir em breve

A Rede Brasil de Televisão prepara a toque de caixa seu processo de extinção e "renascimento". A emissora, que conta com Hermano Henning e Luciano Faccioli em seu casting, deixará de existir como RBTV e arrendará sua atual frequência à Igreja Universal do Reino de Deus. Toda sua estrutura será realocada em um outro canal --a ser batizado com um nome inédito.

Uma longa reunião realizada na quarta-feira (3) entre os diretores da emissora definiu os passos que serão seguidos ao longo dos próximos dias. Até o fim desta semana, toda a grade da RBTV já terá sido completamente entregue à Universal. O canal 10.1, em breve, terá sua programação preenchida com conteúdos religiosos.

Ao Notícias da TV, o grupo de comunicação afirmou que nenhum funcionário será demitido, e tampouco dará fim a seus programas. A maior parte migrará para o canal 50.1, que pertence à TV Metropolitana, atualmente desativada e que também tem Tolentino como proprietário.

Entre as atrações que não seguirão para o novo canal está o Hóspedes do Hospício, humorístico criado por Marcelo Nascimento, ex-diretor do Pânico na Band. O programa era uma parceria de conteúdo, que foi desfeita poucos dias antes de completar um ano no ar.

A nova frequência será reativada nesta semana, e o sinal já começará a transmitir filmes, séries e novelas que atualmente fazem parte da programação da RBTV. As produções próprias de Entretenimento, bem como os telejornais, migrarão aos poucos, pois passarão por reajustes para se alinharem à nova marca --que ainda não foi definida.

Embora a emissora não tenha confirmado, a reportagem apurou que o motivo dessa mudança brusca é comercial. A RBTV teve uma queda brusca em seu faturamento durante a pandemia, gerando um estrago no caixa. Arrendar a grade à Igreja Universal foi a solução encontrada para salvar o grupo.

O canal 12.1, que também pertence à empresa de Marcos Tolentino, foi arrendado para a Igreja Mundial do Poder de Deus, de Valdemiro Santiago, que atualmente aluga boa parte da programação da RBTV.

Com os lucros gerados a partir destes alugueis, o grupo pretende instalar na TV Metropolitana um novo modelo de negócio, sem a preocupação e a necessidade de buscar empresas que vendem pílulas milagrosas ou cintas emagrecedoras para investirem em ações de merchandising e sustentarem a permanência de suas atrações.

Na nova casa, o diretor artístico Evê Sobral trabalhará com a mesma liberdade e limitações para formar uma grade que possa tornar relevante o canal --que atualmente está abandonado.

A extinção da marca RBTV, os arrendamentos para as igrejas e a instalação em uma nova frequência serão anunciados em breve, em comunicado. Mas a emissora confirmou a existência de todo este processo ao Notícias da TV.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e confira o nosso boletim diário com os principais destaques do dia


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você vai acompanhar a reprise de Império?